BioShock InfiniteRETRAIR FICHA

BioShock Infinite

Utopia voadora é cenário do terceiro "BioShock", que retorna à direção de Ken Levine, criador da série.

  1. Desenvolvedora: Irrational Games
  2. Lançamento: 26/03/2013
  3. Distribuidora: 2K Games
  4. Suporte: 1 jogador, cartão de memória
  5. Gênero: FPS
10 Imperdível

Prévia: BioShock Infinite

FELIPE CARETTONI

Após anos de muita especulação, rumores e imagens pouco explicativas, “BioShock Infinite” enfim mostrou sua cara na E3 2011 com uma demonstração de encher os olhos. No evento, o título conquistou diversos prêmios do Game Critic Awards, incluindo o de melhor jogo da feira de Los Angeles.

Em vez de se ambientar novamente no mundo submerso de Rapture, “BioShock Infinite” embarca em uma viagem às nuvens e apresenta a cidade flutuante Columbia, uma enorme estrutura de prédios movida por hélices e zeppelins.

A história

Construída no início do século 19 pelos EUA, a cidade tornou-se um marco da engenharia norte-americana. Além de intimidar outros países por sua grandiosidade, Columbia também ficou conhecida como “estrela da morte” por transportar toneladas de armas e equipamentos de guerra. Mas após disputas políticas, foi desativada e abandonada, desaparecendo no céu. Ninguém sabe como chegar ao local, até agora.

O personagem principal é Booker DeWitt, um ex-detetive falido que é forçado a pagar os seus débitos com uma última missão: encontrar e resgatar uma garota chamada Elizabeth, desaparecida desde a infância. Ela é mantida prisioneira por um enorme pássaro em Columbia e nunca teve contato com o exterior além de seu quarto.

O pássaro, chamado de Songbird, desempenha um papel similar aos Big Daddies dos dois primeiros jogos da franquia: sua principal função é proteger a garota de todo e qualquer inimigo que se aproximar. Apesar da similaridade com Rapture, “Infinite” não é sequência dos outros títulos, mas provavelmente irá fazer menções ao mundo aquático.

Songbird seria uma das maiores preocupações de Booker se a cidade não abrigasse outros moradores: os Founders e os Vox Populi. Ambos os grupos lutam pela liderança de Columbia e a batalha só terá fim com a morte de um dos lados.

Em meio a toda essa turbulência, o jogador deve eliminar membros dos dois grupos, resgatar Elizabeth e ainda escapar das garras de Songbird. Há também alguns personagens misteriosos como Handyman, um combatente de Columbia que aparece segurando Booker no primeiro trailer do jogo.

VEJA O PRIMEIRO TRAILER DE "BIOSHOCK INFINITE"

  •  

Mecânicas de combate

A demonstração de aproximadamente 10 minutos realizada na E3 2011 mostrou uma das principais áreas de Columbia, onde enormes construções são interligadas por trilhos. Construídos originalmente para transportar carga, eles são usados para o jogador se locomover como se estivesse em uma montanha-russa gigante, ao mesmo tempo em que desvia de adversários furiosos e muito bem armados.

A ação ocorre sem apresentar qualquer tipo de carregamento de dados (os loadings) e acaba revelando uma das principais diferenças entre os primeiros jogos e esta versão. Em vez de combates limitados a salas fechadas e corredores apertados, “Infinite” possui batalhas muito menos lineares e obrigam o personagem a se movimentar constantemente para permanecer vivo.

Com um gancho chamado Skyhook, Bokker DeWitt pode se prender a um trilho e se transportar para áreas mais seguras, onde aguardará por inimigos que também se movimentam utilizando esses objetos. Ao eliminá-los, o personagem retorna à montanha-russa e repete a ação. Se tentasse ficar parado, os vilões provavelmente invadiriam o local aos montes.

Além dessa mecânica bastante diferente do que já foi visto nas versões anteriores, o jogador ainda conta com os poderes especiais de Elizabeth que podem auxiliá-lo a se defender em meio a um combate aberto. A garota á capaz de materializar objetos de outros locais e até mesmo de outras épocas através de “rupturas” temporais. Com isso, ela pode trazer, a pedido de Booker, objetos e pessoas à realidade, auxiliando o personagem com proteção e outras vantagens.

Mesmo com todas as novidades, o jogador também pode utilizar um sistema de armas com visão em primeira pessoa bastante explorado nos primeiros títulos. Com a mão direita, Booker segura armas que podem variar de pistolas e metralhadoras até rifles e um poderoso lança míssil. Porém, a demonstração na E3 2011 também revelou o uso de poderes especiais com a mão esquerda, mecânica que deverá se assemelhar muito com o mundo aquático de Rapture.

QUINZE MINUTOS DE AÇÃO NA DEMONSTRAÇÃO DA E3 2011

  •  

As similaridades com “BioShock” e BioShock 2” não se limitam apenas ao uso de armas e poderes, mas todo o sistema de exploração, como a procura de objetos do ambiente, a exemplo de dinheiro e armas, também está presente em “Infinite”.

A tradicional qualidade nos gráficos e na física da série também retornam com uma poderosa variação da Unreal Engine 3. Agora, porém, os detalhes precisam ser trabalhados mais cuidadosamente, já que os cenários são infinitamente maiores e os objetos e inimigos raramente permanecem imóveis.

Sem multiplayer

A Irrational Games decidiu limitar o seu mais novo jogo apenas para a campanha solo, o que pode ser explicado pelas várias críticas recebidas ao seu modo para vários jogadores presente em “BioShock 2”. Mesmo não usando essa desculpa, a produtora garante que só irá incluir um multiplayer caso o resultado consiga expor o mesmo valor que a franquia acumulou até hoje.

“BioShock Infinite” será lançado em 2012 para PC, Xbox 360 e PlayStation 3 – sendo que contará com suporte ao controle de movimentos PS Move.

Com tantas novidades, vários prêmios obtidos durante a E3 2011 e por ser uma marca consolidada no mercado, “BioShock Infinite” é certamente um dos títulos mais promissores em desenvolvimento.

  • http://jogos.uol.com.br/playstation3/previas/bioshock-infinite.htm
  • Leia a prévia de 'BioShock Infinite'
  • 30/10/2014
  • PlayStation 3 - UOL Jogos
  • UOL Jogos
  • @UOLJogos
  • 1

Últimos Comentários

TOP 5 DOS USUÁRIOS DO FACEBOOK