06/06/2011 - 17h45

E3: Microsoft aposta suas fichas no Kinect; "Halo 4" inicia nova trilogia

AKIRA SUZUKI
Da Redação
  • "Tomb Raider", Kinect e novos "Halo" foram algumas das novidades da Microsoft

    "Tomb Raider", Kinect e novos "Halo" foram algumas das novidades da Microsoft


Conhecido por ser um console para o público entusiasta (ou "hardcore", no jargão da indústria), o Xbox 360 agora está mirando uma plateia mais ampla. Essa, ao menos, foi a mensagem da Microsoft em sua conferência pré-E3, realizada nesta segunda-feira (6) no Galen Center, Los Angeles. Ficou parecendo uma conferência da Nintendo de alguns anos atrás.

O acessório que está permitindo a companhia fundada por Bill Gates a atingir um público menos restrito é o Kinect. Se até agora o acessório de captura de movimento e de voz teve poucos títulos (e quase nenhum de grande expressão), o grosso da apresentação da Microsoft na E3 teve a palavra Kinect associada.

Não que os jogadores "hardcore" tenham sido esquecidos: uma lista com "Call of Duty: Modern Warfare 3", "Tomb Raider" e "Gears of War 3" não pode ser ignorada. Mas mesmo os títulos de peso, casos de "Ghost Recon: Future Soldier", "Ryse", "Forza Motorsport 4" e "Mass Efffect 3", usarão o Kinect.

Para a alegria dos fãs do Xbox, a Microsoft anunciou não apenas um, mas dois "Halo": um remake em alta definição do primeiro jogo - que sai dez anos depois do original, em 15 de novembro - e outro que finalmente traz de volta o personagem Master Chief. E "Halo 4" apenas inicia uma nova trilogia, o que garante, ao menos em intenção, o quinto e o sexto episódios canônicos.

"Halo 4" mostra o retorno de Master Chief


Força ao Kinect

Mas o que não faltou na conferência da Microsoft eram jogos e funções voltados para o público "light". As maiores estrelas foram geradas a partir da combinação de ícones pop com o Kinect. Um dos games promete que o jogador personificará um guerreiro jedi numa galáxia muito, muito distante, com direito a manipular um sabre de luz e usar os poderes da Força.

Já Tim Schafer, conhecido por seus games que fogem do senso comum, agora prepara um título fofinho com os personagens de "Vila Sésamo". E "Kinect Disneyland Adventures" é um passeio virtual pelo reino mágico da turma de Mickey Mouse.


"Kinect Fun Labs", "Kinect Sports Season 2" e "Dance Central 2" foram o que mais fizeram aproximar o Xbox 360 dos videogames da Nintendo. O primeiro consiste em série de funcionalidades para o acessório de movimento. Um deles cria um avatar automaticamente, bastando se posicionar na frente do Kinect. Familiar? É porque isso já existe no Nintendo 3DS. E os dois últimos games parecem versões de títulos já existentes para Wii.


E, atacando para o lado da Sony, a fabricante do Windows está reforçando o aspecto de centro de mídia do Xbox 360. A companhia pretende aumentar exponencialmente os conteúdos de filmes e séries, permitir assistir à TV pelo console e prevê incorporar o YouTube e o buscador Bing no próprio sistema interno. E tudo isso podendo ser controlado por voz pelo Kinect.

 

Kinect Star Wars
Kinect Star Wars


Correndo por fora

Enfim, a Microsoft já entrou em desvantagem nesta E3, já que a Sony e Nintendo prometem mostrar novos videogames - um assunto sempre maiúsculo nesta indústria. Por isso, a companhia parece ter seguido um caminho alternativo, apostando numa estratégia que deu certo com a Nintendo. Para os "hardcores", fica a expectativa de quanto da força da Microsoft será dedicada a esse público. Mas, ao menos, a safra desse ano parece garantida.

VEJA OS PRINCIPAIS ANÚNCIOS DA MICROSOFT

Conteúdos extras de "Modern Warfare 3" chegam primeiro ao X360
 Numa época em que jogos exclusivos estão se tornando cada vez mais raros, ter, ao menos, um período de exclusividade em conteúdos extras é uma grande vantagem. Quem tem tanto um Xbox 360 como um PlayStation 3, vai preferir comprar o primeiro
Games da EA Sports e "The Sims" usarão o Kinect
Até agora, jogos "hardcore" de esporte não se beneficiaram em usar controles de movimento. E a Electronic Arts não mostrou quase nada disso funcionando
"Mass Effect 3" e "Ghost Recon: Future Soldier" compatíveis com Kinect
No RPG, as opções de diálogo podem ser escolhidas ao falar em voz alta. Parece pouco provável que isso acrescente imersão em nível significativo. E, em "Ghost Recon", soa mais prático usar um controle comum que um Kinect
TV, UFC, YouTube e Bing na Xbox Live; dashboard controlado pelo Kinect
São conteúdos que adicionam valor ao videogame e poder controlar tudo isso com a voz soa bem prático. Porém, é pouco provável que a TV e o UFC estejam disponíveis para o Brasil
"Gears of War 3", "Halo Anniversary" e "Halo 4"
Sem dúvida, são jogos de grande expressão e exclusivos para o Xbox 360
Kinect com "Ryse", "Minecraft" e "Fable: The Journey"
O game da Crytek e o título independente parecem ser alguns dos poucos que justificam o uso do Kinect. Já "Fable: The Journey" deixa de ser um RPG para virar um game de aventura "sobre trilhos", mas não convenceu
"Star Wars", "Vila Sésamo" e Disney para Kinect
São alguns dos principais títulos do Xbox 360 para o público casual. Resta saber se esses nomes estrelados serão traduzidos em grandes vendas. Nenhum deles deve agradar aos jogadores hardcore
Brincadeiras com "Kinect Fun Labs"
Uma das funções mais úteis é criar um avatar automaticamente à imagem do usuário. As outras funções soam interessantes, mas devem cansar rapidamente
Novos "Kinect Sports" e "Dance Central"
Não parecem melhores que as primeiras versões dos games

 

Tags Halo 4 , Gears of War 3 , Call of Duty: Modern Warfare 3 , Xbox 360 , E3 , E3 2011

  • http://jogos.uol.com.br/ultimas-noticias/2011/06/06/e3-microsoft-aposta-suas-fichas-no-kinect-halo-4-inicia-nova-trilogia.htm
  • E3: Microsoft aposta suas fichas no Kinect; "Halo 4" inicia nova trilogia
  • 25/10/2014
  • UOL Jogos - Notícias
  • UOL Jogos
  • @UOLJogos #UOL
  • 1

Últimos Comentários

TOP 5 DOS USUÁRIOS DO FACEBOOK