17/09/2011 - 14h00

TGS 2011: Game de "Gigantes de Aço" tenta abraçar casuais e entusiastas, mas lutas carecem de impacto

AKIRA SUZUKI
Enviado especial a Tóquio

A produtora Yuke's, famosa por games de luta como "UFC Undisputed" e "WWE SmackDown vs. Raw", apareceu na Tokyo Game Show com outro título do gênero. "Real Steel" é um título baseado no universo de "Gigantes de Aço", filme estrelado por Hugh Jackman que está previsto para estrear no Brasil em 21 de outubro.

Como no filme, o jogo trata de uma liga de boxe formada por robôs lutadores. O jogo está programado para sair no começo de outubro nos Estados Unidos e será distribuído digitalmente pela PlayStation Store e Live Arcade, ao preço de US$ 10.

Em um hotel perto de onde acontece a Tokyo Game Show, a produtora mostrou seu jogo para jornalistas. A primeira coisa que o jogador precisa fazer é montar um robô. São três os moldes básicos: um "biotipo" normal, um mais forte e outro mais esguio, com mais velocidade.

A partir de então, pode-se colocar peças de cabeça, braços, pernas, circuitos internos e golpes especiais, entre outros quesitos. A companhia garante que haverá um número grande de peças, que permitem criar mais de 100 milhões de combinações.

Como não há um jeito de pegar robôs prontos - a não ser num modo "arcade" ou através de conteúdos extras por download -, o game exige do jogador que goste de criar personagens. Só essa parte de customização pode tomar um bom tempo, e quem não tem paciência para essas coisas já está lascado desde o começo.

Real Steel
Real Steel

Punhos de metal

Ainda que com personagens mecanizados, "Real Steel" é um game de boxe, e, sendo assim, predomina os golpes de soco. Até existem ataques como cabeçadas e chutes, mas são uma minoria. A Yuke's tem experiência com jogos de luta e resolveu que o títulos de "Gigantes de Aço" deveria agradar tanto a novatos como veteranos.

Para satisfazer o primeiro grupo, os principais golpes foram mapeados nos quatro botões frontais do joypad (são jabs e diretos, desferidos por cada uma das mãos). Assim, um jogador de primeira viagem consegue ao menos atacar com alguma dignidade. Entretanto, ao usar os botões de ombro, é possível utilizar as diversas defesas e os ataques especiais. Essa categoria de golpes traz diversas vantagens, pois são geralmente mais fortes, e pode ser indefensável ou garantir a quebra de peças do oponente se o ataque pegar de forma limpa..

Aparando as investidas

Há várias maneiras de evitar perder energia com o ataque do inimigo. O jeito mais simples é o bloqueio, mas isso não pode ser feito seguidamente, já que debela o medidor de resistência do robô. O jogador pode tentar, também, açertar o botão de defesa no momento em que estiver para receber o impacto de um golpe do oponente. Se tiver sucesso, o inimigo ficará vulnerável por um tempo. Também é possível usar esquivas e "sways".

Com tudo isso, o game realmente parece ter um sistema que permite estratégias mais profundas, mas o com pouco tempo que UOL Jogos teve para testar o título ainda não dá para saber se isso de fato será realidade. Não ajuda o fato de os efeitos especiais serem pobrezinhos (afinal é um jogo de US$ 10) e a primeira impressão não é das melhores.

"Real Steel" é um jogo que tanto a habilidade do jogador como o poder do personagem determinam as chances de vitória. Ou seja, quem não for muito com o joypad, pode fazer lutas fáceis e acumular dinheiro, e assim poder montar um robô mais forte. O game possui tanto um modo de história como um multiplayer online. Na primeira modalidade, o jogador vai percorrendo o caminho para se tornar um campeão e no final de cada categoria encontra um lutador vindo do longa-metragem.

Tags Real Steel , X360 , PS3 , Luta , TGS 2011

  • http://jogos.uol.com.br/ultimas-noticias/2011/09/17/tgs-2011-game-de-gigantes-de-aco-tenta-abracar-casuais-e-entusiastas-mas-lutas-carecem-de-impacto.htm
  • TGS 2011: Game de "Gigantes de Aço" tenta abraçar casuais e entusiastas, mas lutas carecem de impacto
  • 26/11/2014
  • UOL Jogos - Notícias
  • UOL Jogos
  • @UOLJogos #UOL
  • 1

Últimos Comentários