Epic Mickey 2: Poder em DobroRETRAIR FICHA

Epic Mickey 2: Poder em Dobro

Mickey e o coelho Osvaldo unem forças para desvendar mistérios na versão sombria da Disneylândia.

  1. Desenvolvedora: Junction Point
  2. Lançamento: 22/11/2012
  3. Distribuidora: Disney Interactive
  4. Suporte: 1-2 jogadores
  5. Gênero: Third Person Action

Prévia: Epic Mickey 2: Poder em Dobro

André Forte
  • Divulgação

    Mickey Mouse encara novos inimigos em sua próxima aventura épica

Após estrear no Wii com uma aventura promissora, mas que desapontou na mecânica, "Epic Mickey: Poder em Dobro" tenta se reerguer, agora como um projeto multiplataforma para Wii, Xbox 360, PC e PlayStation 3.

Produzido por um estúdio interno da Disney, o Junction Point, "Epic Mickey 2" tem à sua frente o diretor Warren Spector, que percebeu no primeiro jogo alguns pontos negativos para corrigir.

Para começar, a transição do Wii para as demais plataformas vai significar uma renovação nos controles, que passarão da liberdade de movimentos do Wii Remote para atingir a mecânica clássica dos controles tradicionais.

Além disso, como sugere o título, o jogo vai oferecer uma aventura totalmente cooperativa, que será protagonizada por Mickey e o coelho Osvaldo.

NINGUÉM QUER O KINECT?

Reprodução
Apesar do PS3 e do Wii contarem com suporte a controles de movimento, quem joga no X360 não vai poder usar o Kinect. O motivo, segundo Spector é simples: "Ninguém quer jogar 'Epic Mickey 2' com Kinect. Temos pesquisas que apontam isso".

"Caso você jogue sozinho, Osvaldo é controlado por uma Inteligência Artificial, mas a qualquer momento outro jogador pode assumir o controle - e também parar de jogar a qualquer hora", explicou Spector em entrevista ao UOL Jogos.

No Wii e PS3, o jogo terá suporte aos controles de movimento Wii Remote e PS Move, enquanto o Xbox 360 ficará apenas com o joystick convencional e sem suporte ao Kinect.

Aliás, adaptar uma mecânica projetada para sensores de movimento para os analógicos tradicionais não é uma tarefa fácil, admitiu Spector.

"É um desafio e ainda estamos trabalhando nisso. Existe muito trabalho para ser feito nos controles da câmera, na velocidade de movimento e na pontaria dos controles ‘padrão’. O que posso dizer é:  estamos fazendo um trabalho muito bom".

Outro problema recorrente no primeiro jogo, a câmera prevê ajustes radicais. Segundo o diretor, a ideia é que "ela se adapte tão bem às situações que você não precise mexer nela uma vez sequer".

ASSISTA AO TRAILER LEGENDADO DE "EPIC MICKEY 2"

  •  

Algo errado no deserto

Após mostrar Mickey em uma versão distorcida da Disneylândia, o novo "Epic Mickey" levará o camundongo de volta ao Deserto (em inglês, Wasteland), um mundo onde vivem personagens esquecidos do universo Disney, como o cavalo Horácio, a vaca Clarabela e, principalmente, o coelho Osvaldo.

Uma série de estranhos eventos têm acontecido no Deserto, destruindo alguns lugares. No meio da confusão ressurge o Mad Doctor, um cientista maluco que fez papel de vilão no primeiro game e agora assume o manto de herói.

Epic Mickey 2
Epic Mickey 2

"No primeiro jogo, quando você salva o Wasteland, percebe que mesmo com todas as maldades de Osvaldo, Mickey é um herói que não desiste das pessoas. No final, seu ato de heroísmo é sustentado quando Osvaldo percebe que ele e Mickey são irmãos e como os laços com a família e amigos são importantes, não só para ele, mas para qualquer pessoa", diz Spector.

Com isso, Mickey e Osvaldo decidem unir suas forças para investigar esses mistérios e levar a paz de volta ao deserto. Na mecânica, o jogador notará uma abordagem diferente dependendo do personagem escolhido.

Mickey conta novamente com os poderes de um pincel mágico e pode usar tinta para desenhar elementos no cenário e solvente para apagar objetos e inimigos.

Já Osvaldo possui um controle remoto especial que serve para abrir portas e controlar os diversos robôs que habitam o Deserto.

MICKEY FALA PORTUGUÊS!

Reprodução
Para Warren Spector, um erro do primeiro jogo foi não ter falas para os personagens e, por isso, ele decidiu corrigir na continuação. Para os brasileiros, essa novidade vai ficar ainda melhor: o jogo será todo dublado em português.


Jogo ou Musical?

Fãs de desenhos Disney sabem o quanto o estúdio é conhecido pelo belo trabalho musical de seus filmes, como "A Bela e a Fera", "Aladdin" e "O Rei Leão". Agora, Warren Spector quer levar o esmero musical também à "Epic Mickey 2".

"A maior parte da história é contada por meio de canções, com personagens dançando, exatamente como vemos em muitos filmes clássicos da Disney", explica.

Segundo o diretor, o cuidado em transformar "Epic Mickey 2" em um jogo musical é tão grande que sua equipe responsável pela trilha sonora é formada por 700 pessoas. Como comparação, "A Bela e a Fera", de 1991, contou com 600 pessoas envolvidas.

À frente desse time estão o compositor Jim Dooley, do primeiro "Epic Mickey", que agora ganha o apoio de Mike Himelstein, experiente de várias temporadas cuidando da trilha sonora de desenhos do Mickey Mouse para TV.

ASSISTA AO TRAILER LEGENDADO DE "EPIC MICKEY 2"

  •  

Decisões que valem uma vida

Desde seus primeiros jogos, Warren Spector se preocupa em oferecer experiências de jogo que questionem o jogador. Mais além, ele gosta de deixar claro que ações impensadas nos jogos possam refletir no andamento da campanha.

Foi assim - mesmo que de forma tímida -,  com o primeiro "Epic Mickey", e assim será mais uma vez em sua continuação.

"Faço jogos com forte peso em decisões e nos anos 1990 percebi que as pessoas não estavam prontas para este tipo de experiência. Agora, em 'Epic Mickey 2' acredito que os jogadores estão prontos, e por isso terão que refletir antes de tomar uma decisão, pois muitas delas serão definitivas. Serão para sempre", disse.

QUEM É WARREN SPECTOR


Ele pode até ser pouco conhecido pelos mais jovens, mas, no passado, Warren Spector ganhou notoriedade com o RPG futurista Deus EX. Nos games, Spector também mostra seu talento nas séries "Wing Commander", "Ultima" e "Thief".

E mesmo que isso possa parecer um pouco confuso para uma criança, Spector diz que isso faz parte da história dos desenhos da Disney.

"As crianças sabem lidar com temas difíceis melhor do que os adultos. ‘Branca de Neve’, por exemplo, é um conto assustador! Mas no final o que importa é a mensagem que é passada pela história".

É com pensamentos como esse que Warren Spector aposta em "Epic Mickey 2" como uma verdadeira representação das obras de Walt Disney nos videogames e, apesar disso soar como uma grande responsabilidade, o diretor se mostra livre para dar asas à imaginação e, por que não, ousar ainda mais?

"A pressão é muito grande, mas a emoção também; eles me deram as chaves para o reino da magia!", brincou.

"Epic Mickey 2: Poder em dobro" chega no fim do ano em versões para PlayStation 3, Wii, PC e Xbox 360.

VEJA COMO FUNCIONA O PINCEL MÁGICO

  •  

  • http://jogos.uol.com.br/wii/previas/epic-mickey-2.htm
  • Leia a prévia de 'Epic Mickey 2: Poder em Dobro'
  • 24/07/2014
  • Wii - UOL Jogos
  • UOL Jogos
  • @UOLJogos
  • 1

Últimos Comentários

TOP 5 DOS USUÁRIOS DO FACEBOOK