Topo

Jogos

Análises


LostWinds

20/05/2008 17h45

Antes restrito somente a jogos clássicos emulados, o serviço de vendas online da Nintendo ganhou um belo reforço com a estréia do canal WiiWare, que disponibiliza títulos inéditos distribuídos por download para o Wii. "LostWinds" é um dos games da estréia e, apesar de custar míseros 1000 Wii Points (o equivalentes a US$ 10), faz mais bonito do que muitos vendidos a preço cheio nas prateleiras.

O poder do vento

Entenda a história
A simplicidade impera desde a apresentação, que introduz rapidamente o herói, o pequeno Toku, que deve proteger sua terra das forças de um perigoso Elemental chamado Balasar. Sem maiores habilidades, o diminuto protagonista só pode recorrer aos poderes de Enril, o espírito do vento, que serve como seu protetor durante a jornada.

A visão é exatamente a de um tradicional jogo de plataforma 2D, só que representado com gráficos tridimensionais coloridos e cativantes. Nada muito detalhado, mas é algo que se espera de um título deste porte, portanto ele não faz feio, sendo muito agradável de se ver - e de ouvir também, graças à trilha sonora serena e relaxante.

O grande barato aqui é o sistema de controles: Toku somente anda e escala plataformas mais baixas, guiado pelo direcional analógico. Todo o restante fica a cargo dos poderes do vento, utilizados através do ponteiro do Wii Remote. Como Enril começa fraco, no início só é possível ajudar o mocinho a saltar ou amortecer suas quedas - basta pressionar o botão A, que deixa tudo em câmera lenta, e desenhar as correntes de ar na direção ou forma desejada em volta do personagem.

Com a progressão, novos poderes surgem, para criar movimentos mais complexos e precisos ou atacar inimigos, por exemplo. Aparecem também alguns momentos que pedem alguma estratégia para avaliar qual a melhor abordagem, incluindo quebra-cabeças bastante espertos.

Utilize o vento a seu favor
Há alguns pequenos probleminhas técnicos, como momentos de lentidão ocasionais ou algumas texturas pobres, mas em geral é um jogo muito bem realizado, novamente levando em conta seu baixo preço e o pouco espaço que ocupa na memória do videogame. Talvez a pior coisa de "LostWinds" seja sua própria simplicidade, uma vez que, depois curtir apenas algumas poucas horas até o desfecho, você fica com vontade de jogar mais e não tem nada a explorar.

Nota: 8 (Ótimo)