Plants vs. Zombies: Garden Warfare 2

Pablo Raphael

Do UOL, em São Paulo

Lançado em 2014, "Plants vs. Zombies: Garden Warfare" foi uma aposta inusitada da Electronic Arts, que combinava os personagens super-coloridos e infantis da série de estratégia com a expertise da EA em partidas multiplayer, adquirida com a franquia "Battlefield".

O sucesso do game rendeu frutos: "Garden Warfare 2" é um jogo maior, mais complexo e melhor do que o primeiro, mas não perde a simplicidade responsável por boa parte da diversão em suas partidas.

A fórmula básica ainda é a mesma: Plantas e zumbis caricatos lutam pelo domínio de um bairro suburbano. Você pode escolher entre diversas classes de personagem, todos personalizáveis com itens ganhos em pacotes de figurinhas comprados com os pontos ganhos nas partidas. As batalhas seguem o estilo captura e defesa de território, onde vence o time com mais pontos estratégicos dominados ao final de um determinado período de tempo.

Você pode até mesmo importar os personagens do jogo anterior, já com os itens cosméticos e nível de evolução adquiridos em dezenas (centenas?) de batalhas online. Há também novos personagens para experimentar e evoluir em partidas de vários tipos em 20 mapas diferentes.

Essa diversidade de personagens e funções é um dos grandes pontos positivos de "Garden Warfare 2": nenhum outro jogo de tiro atual traz tanta variedade.

Entre as novidades, há uma campanha solo para cada time, onde o jogador participa de missões que explicam as estratégias básicas do game. Passada essa etapa, você começa a se ocupar com as missões diárias e principalmente, com os novos modos multiplayer: as missões cooperativas das Operações Jardim e Cemitério e o modo de batalha Herbal Assault, que coloca 24 jogadores para lutar ao mesmo tempo.

Retornam em "Garden Warfare" todas as modalidades lançadas para o game original, inclusive as que entraram no jogo como expansões gratuitas ao longo de 2014. E, para completar, você pode jogar sozinho, com um amigo em tela dividida ou online.

O sistema de evolução segue usando os pacotes de figurinha, que você compra com as moedas ganhas durante as partidas ou, se quiser acelerar o processo, com dinheiro de verdade. O uso de dinheiro não é obrigatório e nem de longe, necessário - jogando bastante você consegue adquirir pacotes novos ao final de cada partida (ou acumular moedas para comprar os pacotes mais valiosos) e ir liberando novos personagens e itens.

A quantidade de coisas e opções em "Plants vs. Zombies: Garden Warfare 2" chegam a confundir o jogador no primeiro contato. Este é um daqueles jogos que é melhor ser consumido com calma: Escolha um personagem que funciona bem para seu estilo de jogo e se dedique a evoluí-lo, experimentando as diversas modalidades até achar aquela que melhor satisfaz seu gosto.

Com legendas e menus em português, "Plants vs. Zombies: Garden Warfare 2" está disponível para PC, PlayStation 4 e Xbox One.

Nota: 9 (Excelente)

UOL Cursos Online

Todos os cursos