UOL BUSCA
PC
Notícias Análises Previews Galerias Fórum Vídeos
Nintendo
Notícias Análises Previews Galerias Fórum Vídeos
Sony
Notícias Análises Previews Galerias Fórum Vídeos
Xbox
Notícias Análises Previews Galerias Fórum Vídeos
DesafiosDownloadsFórumJogos Online
Atrativa Banana Games Cruzadas.net Fliperama Jogue no Charges Meteorus Ryudragon Sodoku Xadrez Online Web Jogos
Loja de jogos
SuperGames Ragnarok Priston Tale
NotíciasReportagensRevistas
Finalboss Fliperama Full Games Gamehall GamesBrasil IDG Now!
ServidoresTV UOLVideopodcast

RECEBA O BOLETIM
UOL JOGOS

Publicidade


Análises
Ridge Racer
PSP
"Corridas nada realistas nas quais as derrapadas significam a diferença entre vitória e derrota."


14/01/2005
da Redação

"Ridge Racer" participou da estréia do primeiro PlayStation. Agora a série ganha um "s" no final e ajuda a Sony a engrenar seu primeiro videogame portátil. Em uma homenagem bastante merecida, "Ridge Racers" faz um passeio pelo legado da série, que foi devidamente atualizado para o PSP.

Fãs de "Ridge Racer" terão muito para aproveitar no jogo. Além de reunir carros e pistas dos cinco jogos lançados anteriormente para consoles, a seleção musical oferece remixes de canções clássicas da série e é possível até destravar aberturas de outros games anteriores.

As provas estão divididas em corridas simples, Time Attack e campeonatos com múltiplas provas, o chamado "World Tour". "Ridge Racers" começa com poucas dessas opções disponíveis, mas com o tempo mais carros e pistas vão sendo oferecidos, desmascarando a verdadeira variedade do disquinho.

Queimando pneus

Quem já jogou "Ridge Racer" alguma vez na vida sabe o que esperar: corridas frenéticas e nada realistas nas quais derrapadas significam a diferença entre vitória e derrota. Aqui, as derrapadas ganham uma importância extra: ao executá-las você preenche um medidor de turbo ilustrado no game por três pequenos tanques. Como é possível fazer curvas a mais de 120km/h usando derrapagens, dominar essa técnica é vital.

Quem espera o realismo de um "Gran Turismo" ficará decepcionado. Não é incomum passar quase 10 segundos derrapando para esquerda e direita em linha reta, ou ter o carro andando de lado a 150km/h por vários metros. Alguns podem ver isso como um defeito, mas os verdadeiros fãs da adrenalina certamente ficarão gratos.

Visualmente, está versão de bolso está alguns polígonos e texturas à frente do quinto "Ridge Racer", que acompanhou o lançamento do PlayStation 2. Os destaques ficam para os efeitos especiais de faíscas nos carros rivais e o efeito-borrão ao usar turbos. Mesmo assim, "Ridge Racers" falha em capturar a mesma sensação de velocidade visto em "Burnout", por exemplo. A parte sonora, por outro lado, impressiona com efeitos sonoros extremamente claros e uma excelente e variada trilha sonora como já mencionado acima.

Usar o controle de disco analógico do PSP é complicado, e acaba se provando pouco superior em termos de precisão quando comparado com o direcional digital (as quatro setinhas), que oferece uma resposta mais confiável, e parece ser a melhor escolha.

Concorrentes distantes

A inteligência artificial dos outros carros é o ponto fraco de "Ridge Racers", especialmente pela lógica inaugurada pelo veterano "Enduro", para Atari: a impressão é que os carros rivais estão na pista somente para atrapalhar e não se comportam como oponentes virtuais. Sem falar que ao largar em último você só vê um carro na pista, os outros disparam como flechas deixando o jogador comendo poeira.

Com isso, "Ridge Racers" explora um clima de corrida de recuperação e o relógio passa a ser o grande vilão. Esse falta de inteligência, felizmente, pode ser resolvido na opção multiplayer sem fio para até oito jogadores. Nesse modo a habilidade de cada um e o sistema de turbo provam seus valores.

Disponível por hora somente no Japão, "Ridge Racers" é certamente o mais impressionante jogo de corrida produzido para um portátil e deverá permanecer com esse título, pelo menos, até o lançamento de "Gran Turismo 4 Mobile". Mas tendo em vista o potencial do PSP, alguns jogadores podem sentir que a Namco poderia ter ido mais longe. Vale notar que a produtora promete colocar mais opções secretas na edição americana, que deve ser lançada em março.

Uma última curiosidade para os saudosistas. Para amenizar o tempo de "loading" para a atração principal, "Ridge Racers" começa com o fliperama "Rally X", sucesso da Namco da década de 80.