Geek

10 filmes de heróis que preferimos esquecer

Reprodução
Ah, é... Imagem: Reprodução

Victor Ferreira

Do Gamehall, em São Paulo

27/06/2017 13h00

Você pode não ter percebido, mas nos últimos anos filmes de super-heróis ficaram meio populares entre o público.

Embora superproduções (haha...) cinematográficas existem desde os anos 1970 com o primeiro "Superman", de 2000 para cá estes filmes passaram a dominar as bilheterias de todo o mundo.

Isso não quer dizer, porém, que não houveram alguns tropeços terríveis neste caminho.

Por isso, UOL Jogos separou alguns dos piores filmes de super-heróis de todos os tempos -  não simplesmente produções medíocres (olá "Homem de Ferro 2" e "Demolidor") ou até tão ruins que ficam divertidos (alguém aqui lembra do Nick Fury do David Hasselhoff? Ou o Quarteto Fantástico do Roger Corman?), e sim os que causam calafrios em qualquer fã de quadrinhos ou cinema.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    "Batman & Robin" (1997)

    OK, vamos tirar isso do caminho.

    Muito já foi dito nestes quase 20 anos de "Batman & Robin", o filme que matou o interesse no Homem-Morcego até Christopher Nolan assumir as rédeas, de bat-mamilos a bat-cartões de crédito e tantas outras piadas sem graça que infestam a produção de Joel Schumacher, que tentou sem sucesso (para dizer o mínimo) recriar o estilo irreverente da série dos anos 1960.

    Ainda assim é preciso admitir que quando nem Arnold Schwarzenegger, um homem que fez sua carreira por meio de frases de efeito, consegue fazer trocadilhos de qualidade, algo está muito errado...

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    "Superman IV: Em Busca da Paz" (1987)

    Último filme do icônico Christopher Reeve como o Homem de Aço, "Superman IV" é um desastre como poucos vistos até então. Foram-se os dias de Richard Donner e "você vai acreditar que um homem pode voar", trocados pela famigerada Cannon Films - responsável por "clássicos" como "Comando Delta" e "Cobra" - na produção.

    Sem orçamento, com história fraca (concebida por Reeve, de todas as pessoas), e um vilão extremamente meia boca na forma do Homem Nuclear - imagine um lutador de luta livre de segunda que só serviria para apanhar do Hulk Hogan no WWF - e você tem a receita para um dos piores filmes de todos os tempos.

    (Aliás, a imagem acima? É pra ser na Lua)

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    "Supergirl" (1984)

    Ainda assim, por pior que "Superman IV" seja, ele ainda não chega aos baixos de "Supergirl", produção de 1984 estrelada por Helen Slater e os extremamente embaraçados Peter O'Toole e Faye Dunaway.

    No filme, a jovem kriptoniana Kara Zor-El vem à Terra para recuperar um poderoso artefato das mãos da feiticeira Selena, interpretada por Dunaway. Na maior parte do tempo, porém, as duas competem pela atenção de um cara - tudo bem, ele é interpretado por Hart Boechner, mas ainda assim!

    "Supergirl" foi o primeiro filme estrelado por uma super-heroína, e infelizmente não trouxe um bom precedente para o futuro.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    "Spawn: O Soldado do Inferno" (1997)

    Avatar da era sombria e pesada dos anos 90 nos quadrinhos, o anti-herói Spawn ganhou seu próprio filme em 1997.

    ... Ele não é muito bom.

    Embora a narrativa seja relativamente fiel às histórias originais de Todd McFarlane - o que pode ser bom ou ruim, dependendo da sua perspectiva -, o filme de Spawn sofre com ritmo arrastado, escuridão (não sombrio, é difícil ver o que está acontecendo mesmo), e alguns dos piores efeitos digitais de todos os tempos.

    Ah, e como não esquecer John Leguizamo completamente descontrolado no papel do Palhaço. É certamente a coisa mais memorável do filme, e isso não algo bom.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    "Capitão América" (1990)

    Muito antes de Chris Evans e "O Primeiro Vingador", o Capitão América recebeu uma adaptação cinematográfica pelas mãos de Albert Pyun, mais conhecido por aqui pelo... clássico? filme de Jean Claude Van Damme, "Cyborg: O Dragão do Futuro".

    Tal qual "Superman IV", o filme não tinha praticamente orçamento nenhum - é só ver a máscara bizarra do Caveira Vermelha -, e esta versão Capitão América é talvez um dos heróis mais patéticos e inúteis do cinema.

    A única grande curiosidade desta produção é que o papel de Steve Rogers ficou com Matt Salinger, filho do lendário escritor J.D. Salinger (de "O Apanhador no Campo de Centeio").

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    "X-Men Origens: Wolverine" (2009)

    "Logan" é provavelmente um dos melhores filmes baseados em quadrinhos de todos os tempos, mas para chegar a este patamar Hugh Jackman e Wolverine (e o público) tiveram que sofrer com dois filmes terríveis, e o primeiro deles é de longe o pior.

    Além da história fraca e genérica, "X-Men Origens: Wolverine" tem cenas de ação sem graça, para garantir um público maior, e quase estragou o personagem de Deadpool, sendo que apenas um milagre (e um teste de filmagem vazado) garantiram que seu filme tenha sido produzido, quase uma década depois

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    "A Liga Extraordinária" (2003)

    Um filme tão ruim que levou Sean Connery à aposentadoria, "A Liga Extraordinária" é uma adaptação bem pobre da ótima HQ de Alan Moore e Kevin O'Neill, que reúne famosos ícones literários do século XIX.

    Ignorando ou diminuindo a importância vários dos aspectos mais adultos e complexos que tornaram a história original interessante - das patologias sexuais do Homem Invisível e Mr. Hyde até o extremismo e misoginia do Capitão Nemo -, "A Liga Extraordinária" acaba sendo um filme de ação genérico, e é bem óbvio que Connery não está particularmente animado de participar da produção

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    "Aço" (1997)

    Por um breve período no fim dos anos 90, Hollywood tentou tornar o astro do basquete Shaquille O'Neal em um astro do cinema, com resultados previsíveis.

    Além do bizarro "Kazaam", em que ele interpreta um gênio na garrafa (ou caixa de som, no caso), Shaq também tentou a sorte com "Aço", baseado em um dos super-heróis que assumiu o manto do Superman após sua morte nos quadrinhos.

    A interpretação de Shaq é um espetáculo à parte, mas o filme em si é honestamente bem entediante, com o grande vilão sendo interpretado pelo intimidador... Judd Nelson, que fez o delinquente de "Clube dos Cinco".

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    "Mulher-Gato" (2004)

    Provando que nada é tão ruim que não possa piorar, poucos anos depois de "Batman & Robin" a Warner trouxe ao mundo "Mulher-Gato"

    Apesar de ser (em teoria) baseado nos quadrinhos do Batman, chamar este filme de adaptação é ir um pouco longe demais, já que não envolve Selina Kyle, Gotham City ou praticamente nenhuma alusão ou referência ao Homem-Morcego.

    Isso até poderia passar se o filme fosse ao menos decente, mas nada - das atuações, direção, efeitos especiais ou qualquer coisa do tipo - se salvam.

    O filme foi tão execrado que Halle Berry aceitou de boa vontade o Prêmio Framboesa de Ouro de Pior Atriz que ganhou pelo filme.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    "Howard, o Super-Herói" (1986)

    Para quem acredita que a pior coisa que traz o nome de George Lucas foram as prequels de "Star Wars", apresento-lhes "Howard, o Super-Herói".

    Com produção executiva de Lucas, o filme é baseado no irreverente pato antropomórfico criado nos anos 1970 criado por Steve Gerber para a Marvel Comics, mas muito de seu humor foi perdido nas telonas.

    Ao invés disso, o filme é repleto de trocadilhos terríveis patos, além de implicações... perturbadoras envolvendo Howard e a humana Beverly, interpretada por Lea Thompson.

    (Para ser justo, isso também acontece nos quadrinhos. A pata com peitos, porém...)

    Melhor de tudo: esta é oficialmente a primeira grande produção cinematográfica de um personagem da Marvel. Sim, antes do Homem-Aranha ou mesmo o Incrível Hulk (que teve seu famoso seriado não muitos anos antes), Howard the Duck agraciou as telonas ao redor do mundo.

    Ainda assim, o personagem acabou ganhando uma espécie de redenção nos anos recentes, chegando até a aparecer nos filmes dos Guardiões da Galáxia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

UOL Cinema - Imagens
Cinema
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
UOL Jogos
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Da Redação
do UOL
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo