Jogos

10 jogos que mudaram o mundo

Reprodução
Imagem: Reprodução

Pedro Henrique Lutti Lippe

Do UOL, em São Paulo

28/10/2017 04h00

Jogos inesquecíveis são lançados todos os anos. Mas só alguns poucos são tão impactantes que mudam o curso da indústria dos games, apresentando novas tendências que alteram para sempre a maneira como aproveitamos este tipo de conteúdo.

Esta lista não é a dos melhores games da história, mas sim dos mais importantes.

Esquecemos de algum? Nos avise nos comentários!

  • Imagem: Montagem/UOL
    Montagem/UOL
    Imagem: Montagem/UOL

    Pong (1972)

    Considerado o 'pai' dos videogames, "Pong" chegou primeiro aos fliperamas americanos, e mais tarde aos lares dos primeiros gamers. A mecânica simples e viciante da competição atraiu um número antes impensável de jogadores, e transformou a indústria dos jogos eletrônicos em um negócio viável.

  • Imagem: Montagem/UOL
    Montagem/UOL
    Imagem: Montagem/UOL

    Space Invaders (1978)

    O objetivo em "Space Invaders" era bem claro: proteja a Terra dos invasores alienígenas. Não demorou para o que o revolucionário fliperama alcançasse o sucesso, e trocasse os bares por restaurantes e lojas de departamento. Foi este o jogo que tirou a indústria do nicho e a transformou em algo que todos podiam aproveitar.

  • Imagem: Montagem/UOL
    Montagem/UOL
    Imagem: Montagem/UOL

    Super Mario Bros. (1985)

    Sem dizer uma única palavra, "Super Mario Bros." ensinou aos jogadores de todo o mundo que eles podiam correr para a direita e fazer a tela acompanhar seus movimentos. Inovador em um nível que poucos games já alcançaram na história da indústria, o clássico do Nintendinho estabeleceu padrões de mecânica e narrativa que são replicados até os dias atuais.

  • Imagem: Montagem/UOL
    Montagem/UOL
    Imagem: Montagem/UOL

    Tetris (1989)

    Décadas após sua concepção, "Tetris" ainda é o quebra-cabeça eletrônico essencial. Encaixar os blocos para fazê-los desaparecer é imediatamente recompensante. E no Game Boy, podendo ser levado para qualquer lugar, o jogo conquistou públicos de todas as idades e provou que videogames podiam ser divertidos até mesmo na palma da mão.

  • Imagem: Montagem/UOL
    Montagem/UOL
    Imagem: Montagem/UOL

    Doom (1993)

    O shooter em primeira pessoa "Doom" não tinha gráficos 3D de verdade - ele utilizava truques de perspectiva e visuais bidimensionais para 'enganar' o jogador. Mas isso só incrementa sua engenhosidade. O game estabeleceu os fundamentos que regem games como "Call of Duty" e "Battlefield" até hoje.

  • Imagem: Montagem/UOL
    Montagem/UOL
    Imagem: Montagem/UOL

    Super Mario 64 (1996)

    Assim como tinha feito "Super Mario Bros." no universo 2D, "Super Mario 64" ensinou a jogadores e desenvolvedores o que era possível fazer com um game tridimensional. A primeira aventura 3D do herói bigodudo da Nintendo mostrou a todos o prazer de explorar um mundo virtual como o nosso.

  • Imagem: Montagem/UOL
    Montagem/UOL
    Imagem: Montagem/UOL

    Grand Theft Auto III (2001)

    E se existisse um game em que você pode explorar uma cidade inteira, fazer o que quiser, quando quiser, enquanto habitantes deste mundo virtual caminham por aí como se tivessem uma rotina? A hipótese já existia muito antes de "Grand Theft Auto III", mas foi a Rockstar que tentou e conseguiu transformar esse sonho em realidade.

  • Imagem: Montagem/UOL
    Montagem/UOL
    Imagem: Montagem/UOL

    World of Warcraft (2004)

    Fenômeno cultural inigualável, "World of Warcraft" não era apenas mais um mundo virtual: através dele, jogadores podiam viver uma segunda vida paralela em uma dimensão de fantasia, com monstros gigantes e cidades medievais, ao lado de outras pessoas de verdade.

  • Imagem: Montagem/UOL
    Montagem/UOL
    Imagem: Montagem/UOL

    Wii Sports (2006)

    Para rebater a bola na quadra de tênis virtual, balance o braço. Soque seu adversário com o controle em mãos como se ele estivesse bem na sua frente. Calcule bem seu movimento com o taco de golfe. A proposta de "Wii Sports" falava diretamente com públicos de todas as idades, de 1 a 99 anos, e transformou o videogame mais inovador de todos os tempos em um sucesso estrondoso.

  • Imagem: Montagem/UOL
    Montagem/UOL
    Imagem: Montagem/UOL

    Pokémon GO (2016)

    Enquanto cientistas não encontram uma maneira de trazer Pokémon de carne e osso para o mundo real, desenvolvedores inventaram uma alternativa bem convincente. "Pokémon GO" transformou o mundo real em um cenário de videogame, obrigando os jogadores a levantarem do sofá para capturar monstrinhos e batalhar ao lado deles.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Jogos

Topo