Jogos

25 curiosidades que você talvez não saiba sobre a série "Mortal Kombat"

Montagem/UOL
Imagem: Montagem/UOL

Claudio Prandoni

Do UOL, em São Paulo

30/06/2017 16h33

Em outubro de 2017 a série "Mortal Kombat" celebra 25 anos de existência.

Uma das franquias mais importantes do mundo dos games nos anos 90 e relevante até hoje, com novos jogos e referências mil no universo da cultura pop, "MK" é marcante também pela quantidade de segredos e pequenos 'causos', seja durante o desenvolvimento ou nos títulos em si.

Em homenagem a este importante aniversário de um quarto de século e a todas as importantes conquistas de "Mortal Kombat", listamos 25 curiosidades das mais divertidas e inusitadas sobre a série.

  • "Vou equalizar sua cara!"

    Aqui no Brasil a dublagem em português de "Mortal Kombat X" teve a presença de uma celebridade: a cantora Pitty fez a voz de Cassie Cage. O resultado dividiu opiniões e causou certa polêmica entre os fãs da série.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Em outros jogos

    Além de receber figuras de outros universos, a série "MK" também já fez o papel de convidada especial. No primeiro "Injustice" o ninja amarelo Scorpion aparece como lutador extra, mesmo caso de Sub-Zero em "Injustice 2". Já em "NBA Jam Tournament Edition", vemos as aparições de Raiden, Reptile, Scorpion e Sub-Zero como personagens jogáveis - além de membros da equipe de produção, como Ed Boon e John Tobias. "Unreal Championship 2: The Liandri Conflict" tem Raiden como personagem jogável, "MLB Slugfest Loaded" tem Sub-Zero e Scorpion, "The Grid" tem os dois ninjas e também Noob Saibot e "NFL Blitz" traz Raiden e Shinnok.

  • Convidados especiais

    Desde a aparição de Kratos, de "God of War", nas versões para PS3 e Vita do reboot de "Mortal Kombat", a série virou palco para aparições de algumas das figuras mais sinistras do cinema: Alien, Freddy Krueger, Jason Voorhees, Leatherface e Predador.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Corrida, puzzle e mais

    Enquanto "MK Deadly Alliance" apresentou o Konquest, um modo de jogo que lembra um RPG, com uma história para acompanhar, a franquia também já hospedou outros minigames mais simples e curiosos. Já "Deception" tinha uma espécie de xadrez e também o Puzzle, com disputas de quebra-cabeça ao estilo "Tetris". Por fim, "Armageddon" apresentou o Motor Kombat, um bizarro clone de "Mario Kart" - só que temático de "Mortal Kombat", claro.

  • Imagem: Montagem sobre imagens de reprodução
    Montagem sobre imagens de reprodução
    Imagem: Montagem sobre imagens de reprodução

    Jogos que não são de luta

    Em meados dos anos 90, com o sucesso estrondoso da série, a equipe de produção se lançou a outros experimentos. O primeiro foi "MK Mythologies: Sub-Zero", uma aventura 2D estrelada pelo ninja de gelo. Depois veio o medíocre "Special Forces", protagonizado por Jax, e anos depois o excelente "Shaolin Monks", um beat'em up 3D com Liu Kang e Kung Lao.

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    Filme foi um sucesso

    O primeiro filme da série, lançado em 1995, não é exatamente lembrado com carinho por todos os fãs, mas ele foi um grande sucesso para a época. Ele custou 15 milhões dólares e rendeu 130 milhões de dólares nas bilheterias do mundo. Ah, e ainda deixou de legado o hit Techno Syndrome, sucesso garantido em qualquer academia ou balada retrô.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Fatality do Coringa

    Em "Mortal Kombat vs. DC Universe" foi criado um golpe de finalização para o Coringa que foi censurado pela própria equipe de desenvolvimento. Como se tratava de um jogo com os personagens da DC, não era possível mostrar a violência bem gráfica típica de "MK". Isso, porém, não ficou: no reboot de "Mortal Kombat" o feiticeiro Shang Tsung ganhou um Fatality em que ele vira um palhaço e faz o golpe idêntico ao do Coringa - mas desta vez com a câmera mostrando o resultado do tiro à queima roupa desferido pelo palhaço!

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Nome do Noob Saibot

    Essa já é clássica, mas talvez muitos fãs mais novos não saibam: o nome do ninja Noob Saibot presta homenagem aos dois criadores de "Mortal Kombat", chamados Ed Boon e John Tobias (spoiler: pegue os sobrenomes deles e leia ao contrário).

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    Skarlett

    Dentre as muitas lendas dos primeiros "MK", uma falava sobre Skarlett, uma ninja vermelha que, nos mesmos moldes de Scorpion, Sub-Zero, Reptile e afins, seria uma versão rubra de Kitana e Mileena. De fato, isso foi apenas lenda até... o reboot de "Mortal Kombat", quando ela finalmente apareceu em carne e osso (e muito sangue!) como personagem extra.

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    Apelidos

    Durante o desenvolvimento de cada jogo, personagens inéditos costumavam ganhar apelidos para facilitar a identificação antes de serem batizados definitivamente. Os robôs Cyrax e Sektor definitivamente tinham os mais criativos: o vermelho era Ketchup enquanto o amarelinho, óbvio, era o Mostarda.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Jogos

Topo