Jogos

6 novidades surpreendentes de "Resident Evil 7"

Pablo Raphael

Do UOL, em São Paulo

20/12/2016 17h25

"Resident Evil 7" sai em janeiro para PC, PlayStation 4 e Xbox One, prometendo grandes mudanças na série de 'survival horror' da Capcom, a começar pelo ponto de vista em primeira pessoa e a ausência de personagens conhecidos da série.

UOL Jogos teve a oportunidade de jogar as primeiras horas do game e constatou que "RE7" preserva muitas das qualidades dos jogos anteriores, mas se destaca também por novas mecânicas e mudanças importantes. Confira 6 novidades surpreendentes de "Resident Evil 7":

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    1. VISÃO EM PRIMEIRA PESSOA

    Pela primeira vez na série principal de "Resident Evil", o jogo é mostrado do ponto de vista do personagem principal. Mas, diferente de jogos de tiro de "RE", você controla é um cara mais ou menos comum, Ethan, que vai parar na fazenda da família Baker em busca da esposa desaparecida.

    Ethan não é um agente da S.T.A.R.S. ou outro combatente pronto para lidar com ameaças bioterroristas. Embora se vire bem com armas de fogo, você percebe que ele sente medo e que não está acostumado com combate.

    Como o jogo foi feito também para se jogar em realidade virtual (por enquanto, apenas no PlayStation VR), todos os objetos foram modelados de forma muito detalhada, o que aumenta ainda mais a imersão no mundo do game, mesmo para quem jogar de maneira tradicional, na tela da TV.

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    2. SEM ZUMBIS FRAQUINHOS

    "Resident Evil 7" não ressucita os zumbis fracotes do passado, aqueles cadáveres que se arrastavam atrás do jogador e serviam apenas para gastar a (pouca) munição disponível. Há ameaças como nuvens de insetos enormes e criaturas sinistras em alguns trechos específicos do jogo, mas muitas vezes as áreas são dominadas apenas por um inimigo, um chefão persistente que persegue o jogador até o momento do confronto final.

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    3. LUTAS COM CHEFÕES MAIS ELABORADAS

    Ter menos inimigos não é um problema em "Resident Evil 7", pois os encontros com chefões rendem momentos de pura tensão. Cada um dos membros da família Baker possui poderes e personalidades próprias - e todos são perturbadores. O pai parece uma espécie de morto-vivo com uma capacidade enorme de regeneração - e se diverte muito sendo cruel e monstruoso. Margerite vive cercada de insetos, vagando com uma lanterna por sua parte da propriedade e assim por diante.

    As lutas com os chefes acontecem em áreas muito bem planejadas, como uma garagem com um carro - que pode ser ligado e pilotado durante a briga - ou uma espécie de abatedouro cheio de corpos pendurados, que servem como escudo ou mesmo para empurrar o adversário por um instante.

    Em comum, os primeiros chefões são meio 'esponjas de balas', capazes de suportar muito dano antes de caírem. Para vencer, é preciso entender seus padrões de ataque e como usar o cenário a seu favor durante a luta.

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    4. NEMESIS REVERSO: A VOVÓ BAKER

    Entre os membros da família Baker com quem você se encontra nas horas iniciais de "Resident Evil 7", a vovó chama a atenção pela serenidade macabra. Ela está ali na mesa da sala de jantar, só te olhando, até a hora em que não está mais. Então, ela aparece em um corredor em outro ponto da casa, ou num cantinho inesperado, sempre te olhando e murmurando, sentada em sua cadeira. A vovó é como o Nemesis, sempre presente e na sua cola, mas não parece representar perigo nenhum... por enquanto.

    Ainda não sabemos do que a vovó é capaz: ela é uma morta-viva? Ela é um monstro como o resto da família? Ou ela só é muito velhinha?

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    5. MOEDAS E APRIMORAMENTOS

    Uma novidade importante em "Resident Evil 7" são as moedas antigas que você encontra jogadas pela propriedade da família Baker. Além de serem itens colecionáveis, as moedas são usadas para adquirir aprimoramentos para Ethan. Melhorar a barra de saúde custa 3 moedas, por exemplo, enquanto aumentar o dano dos ataques exige cinco moedas e assim por diante.

    Também é possível produzir munição especial para as armas, combinando fluidos encontrados pelos cantos da propriedade com pólvora. O detalhe é que são os mesmos fluidos usados para produzir medicação - você não consegue mais usar só as ervas para se curar. Com uma quantidade limitada de itens para combinar e espaço reduzido no inventário, o microgerenciamento se torna bastante importante em "RE7".

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    6. SEM PAUSA PARA MEXER NO INVENTÁRIO

    Mexer no inventário, checar condições de saúde, combinar itens para fazer remédios ou munição especial, checar o mapa. Há várias tarefas que são executadas fora da tela principal de "Resident Evil 7", mas é bom você aprender os atalhos e ser ligeiro no que faz, pois o jogo não para enquanto você está navegando pela mochila de Ethan. As animações de recarga da escopeta ou de uso de medicação também são propositalmente demoradas. É bom se afastar dos inimigos antes de apertar os botões de cura ou carregamento!

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Jogos

Topo