Jogos

6 vezes em que games de futebol foram melhores do que a realidade

Reprodução
Fugir do juiz para não levar cartão era atitude corriqueira em "FIFA International Soccer" Imagem: Reprodução

Rodrigo Lara

Do Gamehall

05/01/2017 09h55

Os games de futebol chegaram a um nível alto de realismo, tanto em licenciamento e reprodução de clubes e jogadores quanto em termos de dinâmica de jogo. Isso, porém, nem sempre foi assim e games mais antigos frequentemente geravam cenas insólitas e possibilidades que nada tinham a ver com a vida real - muito mais do que alguns bugs vistos nos jogos atuais.

Abaixo listamos algumas situações famosas que certamente fizeram e ainda fazem os jogadores darem boas gargalhadas.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Time de um homem só

    Futebol é um esporte coletivo, mas ter um jogador específico no seu time em alguns "Winning Eleven" (destaque para "Winning Eleven 6") era quase garantia de vitória: o lateral esquerdo Roberto Carlos. Misturando uma combinação de atributos altos em chute, velocidade e movimentos defensivos com a jogabilidade do game que permitia driblar adversários simplesmente ganhando deles na velocidade, o jogador frequentemente era escalado para "jogar nas 11": virava atacante, lateral, meio-campista ou zagueiro. Quer dizer, nas dez, uma vez que ele era pequeno e não se dava bem no gol.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Sacanagem, goleirão!

    "FIFA International Soccer", popularmente conhecido por "FIFA 94", elevou e muito o nível dos games de futebol quando foi lançado para Mega Drive, em dezembro de 1993. Trazia uma jogabilidade interessante e mais realista - para a época, claro -, além de uma boa quantidade de seleções. Um dos seus principais defeitos, porém, era a inteligência artificial dos goleiros. E isso permitia alguns lances curiosos, como emendar uma bicicleta do meio de campo e ver a bola rolar lentamente para dentro do gol enquanto o goleiro dá um salto monumental para o vazio.

  • Pega-pega com o juiz

    Ainda em "FIFA International Soccer", havia uma maneira de não tomar cartões independentemente da gravidade da falta cometida. E não se tratava de usar algum cheat ou outro tipo de trapaça, mas de fazer isso no melhor estilo 'Trapalhões': bastava fugir do juiz. É uma cena clássica, com o homem de preto correndo atrás do jogador indisciplinado enquanto esse atravessava o gramado diversas vezes e por tempo indeterminado. Esse bug, por sua vez, até tem alguma relação com a realidade, uma vez que a orientação para os árbitros é a de que os jogadores advertidos com cartões precisam estar olhando para estarem cientes da advertência...

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Apito ou latido?

    Cães invadindo os gramados não é exatamente uma cena impossível ou nunca vista em uma partida de futebol. Em nenhum desses casos, porém, o cachorro invasor entrou em campo para apitar o jogo. Em "International Superstar Soccer Deluxe", para Super Nintendo, era possível utilizar um código que transformava o árbitro e os bandeirinhas em cachorros. A cena era curiosa, mas não tinha nenhum efeito prático.

  • Goleiro mágico

    Daria para listar aqui a possibilidade de recuar a bola para o goleiro, sair com ele driblando os adversários e marcar um gol, mas isso incrivelmente já aconteceu em uma partida do West Ham no início do ano passado. Sendo assim, vale citar uma forma pouco convencional de marcar um gol com o goleiro em "International Superstar Soccer Deluxe": basta recuar a bola para ele e, sem que ele a domine, fazer com que ele corra até a trave adversária e chute o vento: pronto, um gol "fantasma" para o seu time.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Levando na esportiva

    Nas últimas edições de "FIFA" é possível, no meio da partida, levantar a bola, fazer algumas embaixadinhas e continuar o jogo normalmente, sem qualquer problema. Não é preciso dizer que isso jamais aconteceria em um jogo de verdade: a chance de uma briga generalizada, como a vista na final do Campeonato Paulista de 1999 entre Corinthians e Palmeiras, quando Edílson resolveu brincar e causou uma confusão daquelas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Jogos

Topo