Topo

Geek

As 9 coisas mais bizarras que youtubers já fizeram por audiência

Reprodução
Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

20/07/2017 04h00

Conquistar audiência é algo fundamental para quem pretende sobreviver fazendo vídeos no YouTube. A questão é: até onde ir para conseguir visualizações e seguidores?

Na pegada do "quem tem limite é município", alguns youtubers extrapolam o bom senso - e, muitas vezes, a segurança - na hora de ter idéias para a produção de vídeos que possam atrair audiência. Abaixo listamos oito casos que passaram e muito da conta. Confira!

  • Experimentos com amoebas

    Se uma amoeba, aquele brinquedo gosmento, já é um item bizarro, imagina misturar 1.000 delas. Foi o que o youtuber rezendeevil resolver fazer. O vídeo em questão rendeu mais de sete milhões de visualizações, o que levou o youtuber a criar outros vídeos explorando esse assunto, como um no qual ele se cobre com um cobertor de amoebas e outro no qual ele e os amigos comem o brinquedo.

  • Destruir um prêmio do YouTube

    Muitos youtubers sonham em chegar à marca de 100 mil inscritos. E esse foi o caso de Aruan Felix, que foi premiado pelo YouTube com uma placa comemorativa. A questão é que Felix resolveu cortar o presente ao meio para "mostrar o que tem dentro". Seus seguidores não reagiram bem à brincadeira, e o resultado é que o vídeo, com mais de 24 milhões de visualizações, acumulou mais de 2 milhões de "dislikes".

  • Fingir traição

    Outro tipo de vídeo bastante popular no YouTube envolve fingir uma traição para enganar a namorada ou o namorado e gravar a reação da parceira(o) em vídeo. O resultado são ataques de raiva e uma exposição completamente desnecessária.

  • Banhos "exóticos"

    O youtuber CemreCandar resolveu encher uma banheira com Nutella e, claro, mergulhar na grande quantidade de creme de avelã com chocolate. Engana-se, porém, quem acha que ele parou por aí: entre seus vídeos, está um no qual ele enche uma banheira com molho de pimenta e, claro, mergulha nela.

  • Desafios alimentares

    Há diversos tipos de desafios envolvendo alimentos no YouTube. Alguns deles envolvem comer uma boa dose de canela ou, ainda, mastigar várias espécies de pimentas. O problema é que isso pode ser algo perigoso a ponto de, em casos extremos, causar a morte de quem ingere grandes quantidades dessas substâncias.

  • Pegadinha com "interesseiras"

    A receita é simples: parar um carrão na rua, fingir ser de outra cidade para, supostamente, se dar bem com meninas "interesseiras". Há diversos vídeos do tipo no YouTube, e os resultados do "experimento social" variam bastante, mas há algo em comum entre eles: trata-se de uma brincadeira de mau gosto bastante machista.

  • Esmagar ou despedaçar eletrônicos caros

    O que acontece com um videogame após ser moído por um liquidificador? Ou com um celular que é esmagado por uma prensa hidráulica? Destruir objetos é algo que faz sucesso no YouTube, a ponto de uma marca de liquidificadores criar uma série de vídeos especificamente para destruir sonhos de consumo de muita gente.

  • Desafios dolorosos

    A falta de noção às vezes envolve (muita) dor. Vídeos no estilo "Jackass" se proliferam pelo YouTube e, em alguns casos, os envolvidos na gravação chegam a realizar atos bizarros, como pregar a própria língua em um pedaço de madeira.

  • Reprodução

    Usar um livro para parar uma bala

    Em junho deste ano, um casal de youtubers teve a ideia de gravar um vídeo no qual a menina, Monalisa Perez, de 19 anos, atiraria com uma pistola Desert Eagle .50 contra o namorado, Pedro Ruiz III, de 22 anos. O desafio era usar um livro grosso para parar a bala. Deu (muito) errado: o livro, obviamente, não parou a bala, e o rapaz acabou morto. Leia mais