Jogos

"Call of Duty: WWII": tudo o que sabemos sobre o game

Reprodução
Como o nome deixa claro, "Call of Duty: WWII" marcará o retorno da franquia ao passado e abordará a Segunda Guerra Mundial Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

26/04/2017 15h59

A Activision revelou "Call of Duty: WWII" nesta quarta-feira (26) e, claro, divulgou detalhes sobre o novo game da franquia. De cara, chama a atenção o caminho inverso que  o jogo tomará em relação aos últimos da série: ao invés do cenário futurista ou contemporâneo, o game se passará na Segunda Guerra Mundial. É uma espécie de "volta ás origens", uma vez que os primeiros "Call of Duty" se inspiraram no conflito.

Veja o trailer de "Call of Duty: WWII"

Mais do que isso, há outros pontos que merecem destaque, como as mudanças no modo multiplayer e em mecânicas tradicionais, como o sistema de energia dos personagens. O game, que será lançado em 3 de novembro para PC, PlayStation 4 e Xbox One, já aparece em pré-venda, com preço de R$ 200 para as três plataformas. Veja abaixo sete fatos sobre a novidade.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Retorno às origens

    Como já havia sido revelado, "Call of Duty" voltará a ter a Segunda Guerra Mundial como pano de fundo. Além de representar um retorno às origens, o game abordará o conflito pela primeira vez desde "World ar War", jogo lançado em 2009. O recorte feito por "Call of Duty: WWII" abordará a guerra a partir do desembarque dos aliados nas praias da Normandia, o chamado "Dia D" e terminará na invasão da Alemanha, o que oferece uma variedade interessante de cenários Europeus durante o conflito.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Um novato no fogo cruzado

    Como é comum em games da franquia, "Call of Duty: WWII" permitirá que o jogador controle mais de um personagem. Um deles, porém, parece ser o principal e se trata de um novato de 19 anos chamado Ronald "Red" Daniels que acaba sendo mais dependente dos seus companheiros de esquadrão do que o típico "exército de um homem só". É algo que contrasta com os soldados experientes e extremamente capazes dos últimos games.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Baseado em fatos reais?

    Além de "Red", especula-se que dois dos personagens jogáveis sejam inspirados em combatentes da vida real. Um deles, conhecido apenas por "Sussman" é um judeu norte-americano que acabou capturado pelos alemães. Na história real, existiu um soldado Charles I. Sussman que é listado como prisioneiro de guerra. Já Rousseau, uma mulher membro da resistência francesa, teria sua contraparte real em Jeannie Rousseau, uma agente de inteligência dos Aliados que atuou na França com a missão de atrapalhar o programa de foguetes V1 e V2 da Alemanha.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Sem cura automática

    Outro ponto que deverá representar uma mudança sensível - ao menos no modo campanha - para "Call of Duty: WWII" em relação aos demais games da série é o sistema de cura. Ao invés do soldado controlado voltar ao estado ideal de saúde com o passar do tempo após levar um tiro, no novo game essa cura dependerá do uso de kits médicos. Isso abre espaço para uma maior interação entre os membros do esquadrão, já que será necessário convocar um médico para se curar ou, ainda, conseguir suprimentos como munição.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Novidades no multiplayer

    O modo multiplayer é o aspecto mais longevo de um game como "Call of Duty" e em "WWII" ele terá novidades consideráveis. A começar pelo "Headquarters", uma espécie de área social similar ao que ocorre com a Torre em "Destiny". Além disso, o jogo terá um modo chamado "War", que recriará passagens famosas da guerra, como o que ocorre com as Operações em "Battlefield 1". Esse modo também permitirá que o jogador escolha divisões, o que deverá ser uma espécie de sistema de classes, além de enfatizar determinados objetivos durante as partidas, dando uma importância maior para o trabalho em equipe.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Modos cooperativos

    Além disso, o jogo também terá uma campanha cooperativa, contando uma história à parte da que é vista na campanha para um jogador. Além dela, o tradicional modo zumbi deverá ser outro caminho para quem quiser jogar com amigos de maneira cooperativa. Há poucos detalhes sobre esse modo além de uma imagem e de informações de que ele será "sombrio" e novidades em relação ao visto nos games até hoje.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Ao menos um ator famoso

    Nos últimos "Call of Duty" era comum termos atores famosos interpretando personagens do game, caso de Kevin Spacey e também de Kit Harington. No caso de "Call of Duty: WWII", ao menos por enquanto, a única presença do tipo confirmada é a de Josh Duhamel, que atuou na série de filmes "Transformers" como o coronel William Lennox.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Jogos

Topo