Topo

Catálogo do Netflix traz boas opções para fãs de games; veja 10 dicas

Arte/UOL
Acervo do serviço de streaming tem documentários e desenhos animados sobre games Imagem: Arte/UOL

Claudio Prandoni

Do UOL, em São Paulo

08/09/2015 16h29

Nem sempre um fã de videogame está a fim de jogar algo: às vezes, a vontade é só de se jogar no sofá e curtir um filme ou seriado - que, claro, pode ser relacionado ao mundo dos jogos eletrônicos.

Com um belo catálogo, o serviço de streaming Netflix, por exemplo, oferece boa variedade de obras sobre games.

Separamos abaixo alguns dos nossos favoritos ou mais interessantes e convidamos você a dar suas dicas também no espaço para comentários, mais abaixo:

  • Divulgação

    Video Games: The Movie

    Curioso para saber a história dos videogames? Este documentário americano dá uma visão geral competente e divertida sobre o assunto, apresentando inclusive entrevistas com diversas figuras importantes da indústria. O documentário não chega a ser super detalhado, mas serve como ótimo ponto de partida. Bônus: conversamos com o diretor do documentário em vídeo. Leia mais

  • Divulgação

    Video Game High School

    Este aqui entra mais pela curiosidade e, por que não, bizarrice: a história acontece em uma espécie de faculdade para por players. Imagine a novelinha "Malhação", mas com aulas, piadas e situações temáticas de videogames. Às vezes até funciona e é engraçado - mas só às vezes.

  • Divulgação

    Indie Game: The Movie

    O popular documentário acompanha a produção de três jogos - "Braid", "Fez" e "Super Meat Boy" - mostrando as dificuldades enfrentadas pelos produtores durante suas próprias jornadas. Ainda que o vídeo seja de três anos atrás e trate de uma realidade já um pouco diferente, é um registro histórico precioso de um momento marcante da indústria. Leia resenha completa do filme. Leia mais

  • Divulgação

    Atari: Game Over

    Produzido pela Microsoft, este documentário vai atrás de uma lenda urbana: os cartuchos de "E.T.", para Atari, supostamente enterrados em um deserto no Novo México, nos EUA. Participações especiais surpreendentes e 'causos' bem pitorescos da indústria de games dos anos 80 enriquecem bastante o pacote. Leia nossa crítica sobre o documentário. Leia mais

  • Divulgação

    Sonic

    Duas séries diferentes estreladas pelo mascote da Sega aparecem no serviço de streaming: "Sonic the Hedgehog" é baseada nos gibis americanos e mostra Sonic e amigos enfrentando Dr. Robotnik e suas criações, bem parecido como acontece nos jogos. Já "Sonic Underground" apresenta uma versão bem diferente do herói, em que ele faz parte de uma banda de rock junto com seus irmãos (!), Sonia e Manic. No mínimo, vale pela curiosidade.

  • Divulgação

    Pokémon

    Junte-se à celebração: fãs dos monstrinhos da Nintendo ficarem felizes com a entrada das duas primeiras temporadas do anime no serviço de streaming. Mas não é só isso. Por lá você encontra também uma temporada mais avançada, baseada nos jogos "Black" e "White" e ao menos três filmes longa-metragem, todos bem recentes.

  • Divulgação

    Wakfu

    Com uma comunidade fiel de jogadores e um universo surpreendentemente rico, "Wakfu" tem um belíssimo desenho animado que se passa 12 anos depois dos evento do game. No serviço de streaming estão disponíveis as duas temporadas completas do desenho, que é quase todo produzido na Europa.

  • Divulgação

    Inazuma Eleven

    O RPG de futebol da Level-5 aparece com um anime e um filme longa-metragem no Netflix. Pena que o anime não está completo: são 52 episódios, mas há dezenas de outros não lançados por aqui. Para quem ficar curioso pela franquia, fica a dica: o mangá também foi lançado oficialmente no Brasil, pela editora JBC, com o nome "Super Onze" - que também serve para pesquisar o anime no Netflix.

  • Divulgação

    Pac-Man

    Fica mais pela curiosidade: o famoso come-come aparece em duas temporadas do desenho animado em computação gráfica "Ghostly Adventures" - franquia que tem também dois jogos, sendo o segudo uma aventura 3D bem competente.

  • Reprodução

    Sword Art Online

    Numa época em que vivemos a promessa da realidade virtual, o anime "Sword Art Online" parece prenunciar um futuro bizarro: milhares de pessoas ficam presas em um MMO de fantasia medieval em que morrer no game significa a morte na vida real. Vale o aviso: a primeira metade da primeira temporada é o ponto mais alto de toda a série. Depois até vale acompanhar pela curiosidade e algumas boas ideias envolvendo o mundo dos games, mas nada além disso.

Mais Jogos