Topo

Geek

Cinco vezes em que o Batman ganhou super poderes

Reprodução
Imagem: Reprodução

Pablo Raphael

Do UOL, em São Paulo

07/08/2017 12h53

O Batman sempre é lembrado como o herói que não tem super poderes. Com seu intelecto, treinamento árduo, vontade de ferro e muita grana, Bruce Wayne é um gigante entre os super-heróis da DC, mesmo sem os poderes sobrenaturais, alienígenas e mágicos de alguns de seus colegas.

Mas vira e mexe, o Cavaleiro das Trevas ganha algum super-poder, sabia? Nunca é de forma definitiva e em alguns casos, rola mais em realidades alternativas, mas acontece. O caso mais recente é a série "Metal", recém-lançada nos EUA, que traz várias encarnações do Batman do mal. A primeira, Morte Escarlate, é um Batman maligno que roubou a velocidade do Flash.

UOL Jogos relembra, a seguir, as cinco melhores histórias em que o Batman ganhou super poderes. Confira!

ACOMPANHE UOL JOGOS NO YOUTUBE!

  • Reprodução

    1. Bat-esteróides

    Na história "Venon", publicada em "Legends of the Dark Knights" entre as edições 15 e 20 (em 1991) Batman passa a tomar esteróides para ficar ainda mais forte e se tornar um combatente do crime mais eficiente - o vigilante começa a duvidar de suas capacidades quando não consegue salvar uma garota do afogamento, por causa de sua limitação física.

    As pílulas, desenvolvidas para aumentar a força do Batman, acabaram deixando o Cavaleiro das Trevas mais violento e agressivo. Pior ainda, Batman ficou viciado nos esteróides e precisou se isolar na Batcaverna para se livrar do vício. Esses esteróides são os mesmos que, depois, ganharam uma versão injetável, chamada "Veneno", usada por Bane e outros super-criminosos.

  • Reprodução

    2. Bat-Lanterna Verde

    Mais de uma vez, o Homem Morcego foi o portador de um anel do poder. A mais memorável foi na realidade alternativa de "Batman: In Darkest Knight" (1994), onde Bruce Wayne é escolhido para ser o Lanterna Verde da Terra.

    Batman usou o anel do Lanterna Verde após a ressurreição de Hal Jordan em "Lanterna Verde: Rebirth" e em algumas outras ocasiões. Em "Lanterna Verde nº 9", de 2006, o Homem Morcego rejeitou de uma vez por todas o anel esmeralda, após perceber que nunca conseguiria deixar a morte dos pais para trás - e isso afetava seu uso do poderoso artefato.

  • Reprodução

    3. Bat-Místico

    Entre 2007 e 2008, Batman ganhou um traje místico de Talia, para conseguir enfrentar os assassinos ninjas de Ra's al Ghul em pé de igualdade. O novo Bat-traje é feito com a "suit of sorrows", artefato que amplia a força, resistÊncia e velocidade do herói - mas deixando Batman mais violento e mentalmente vulnerável.

    O traje acaba ficando guardado na Batcaverna, mas é roubado e entregue para Michael Lane, que, no futuro, se tornaria o Azrael.

  • Reprodução

    4. Bat-Injustiça

    Nos videogames da série "Injustice" e nos quadrinhos derivados, Batman e seus aliados tomam anabolizantes desenvolvidos por Lex Luthor para poderem encarar Supeman, Mulher-Marvilha e outros pesos-pesados. Em "Injustice: Gods Among Us Year Five", a pílula de super-força e resistência permite que Batman lute de forma épica contra o Superman, colocando o Escoteiro Azul em submissão e quase encerrando ali mesmo o conflito.

  • Reprodução

    5. Super Batman

    Em 2008, o Batman ganhou os poderes do Superman. Isso rolou na Hq "Superman/Batman", entre as edições de números 53 e 56, quando a dupla lutou contra a Banshee Prateada e um incidente mágico transferiu os poderes do Último Filho de Kritpon para o Cavaleiro das Trevas.

    Batman passou a usar os poderes do Superman para combater o crime não só em Gotham City, mas em todo o mundo. Com a dose monstruosa de super-poderes, Batman fica muito mais violento: ele quase matou Bane com um único soco. Ele machucou seriamente a Mulher Gato e Asa Noturna. A coisa ficou tão complicada que Superman, mesmo sem os poderes, junta a Liga da Justiça para tentar detê-lo em sua guerra contra o crime. Os heróis encontram o totem que deu início à bagunça e removem os poderes do Batman, que volta ao normal.