É possível jogar muito e gastar pouco? Essas 9 dicas mostram que sim

Rodrigo Lara

Do Gamehall

  • Reprodução

    Seja no console ou no PC, é possível economizar e sempre ter algo novo para jogar

    Seja no console ou no PC, é possível economizar e sempre ter algo novo para jogar

Ser fã de games no Brasil tende a sair caro, seja na hora de comprar um console, montar um PC ou, principalmente, adquirir novos jogos com frequência. Neste último caso, porém, há alguns hábitos que mostram que, sim, é possível jogar bastante sem gastar muito.

Para a ideia dar certo, contudo, é preciso uma boa dose de disciplina do jogador, envolvendo um certo planejamento financeiro e, principalmente, a capacidade de resistir a tentações. Confira abaixo algumas dicas que mostram que carteira saudável e videogame abastecido podem andar juntos. 

Reprodução
Reprodução

Assinar serviços online que dão games grátis

Jogos famosos ou não, PlayStation Plus (R$ 129,99 ao ano) e Xbox Live Gold (R$ 149 ao ano) têm, mensalmente, uma lista de games gratuitos para assinantes. Nesse ponto, vantagem clara para os donos de Xbox One, que além dos games destinados ao console, também têm acesso aos jogos gratuitos para Xbox 360 por meio da retrocompatibilidade. Em ambos os casos, porém, o preço é menor do que o cobrado por um lançamento. No caso do Xbox One, ainda há o EA Access, serviço que por R$ 59 ao ano dá acesso a uma biblioteca de games grátis, além de ter descontos e outras vantagens exclusivas para os seus assinantes.
Reprodução
Reprodução

Resistir aos lançamentos

Não vamos mentir: é legal ter acesso a um game no dia do lançamento, especialmente se é um jogo com grande potencial ou, ainda, com um modo multiplayer robusto. Quem resiste à tentação de comprar games em pré-venda ou, ainda, logo após eles serem lançados, tende a economizar bastante. Não raro, poucos meses após o lançamento é possível encontrar jogos com descontos consideráveis e jogadores mais pacientes tendem a se dar bem com isso.
Divulgação
Divulgação

Fique atento às promoções

Sony, Microsoft e Steam fazem promoções com frequência. No caso da Microsoft, semanalmente temos o Deals With Gold, que apresenta uma lista de games com descontos generosos. A Sony também promove saldões na PlayStation Network e, não raro, é possível comprar games pela metade do preço. Nesse ponto, porém, ninguém ganha do Steam e suas liquidações no melhor estilo "o patrão ficou louco". Em todos os casos, são ótimas oportunidades para renovar sua biblioteca.
Reprodução
Reprodução

Tire o pó do seu console antigo

Não é raro que os jogadores tenham um console de geração passada guardado em algum canto. Se esse for o seu caso, já pensou se você realmente jogou tudo que gostaria nele? Provavelmente a resposta é "não" e, nesse caso, vale a pena ir atrás daquele jogão que você deixou passar batido e, provavelmente, descobrir que você pode comprá-lo por uma pechincha.
Divulgação/Square Enix
Divulgação/Square Enix

Edições especiais costumam ser vantajosas

As famosas edições "Jogo do Ano" e similares são aliadas de quem quer economizar. Isso porque elas costumam trazer, além do jogo, conteúdos de expansões e outros itens por um preço que, muitas vezes, é inferior ao cobrado pelos itens separadamente. Ou seja: elas são um ótimo meio de comprar um game com conteúdo adicional por um preço que, geralmente, é inferior ao cobrado na época de lançamento.
Rodrigo Lara/Gamehall
Rodrigo Lara/Gamehall

Mídia física ou digital? Escolha a mais barata

Mesmo com a distribuição digital consolidada nos consoles, há quem prefira os jogos em disco, seja por saudosismo, para fins de coleção ou para poder vender o game depois de terminá-lo. Ainda que o último caso envolva um ato de economia, gastar pouco com games envolve não ter preconceito com o formato dos jogos e analisar qual é a forma mais vantajosa de aquisição. O desconto em um game em mídia digital, por exemplo, pode justificar sua compra mesmo que ele não possa ser vendido depois. Comprar jogos em mídia física de grandes varejistas, por sua vez, abre a oportunidade de parcelamento. Analise caso a caso e escolha a melhor opção para você.
Reprodução
Reprodução

Procurar grupos para trocas de jogos

É comum que haja grupos para compra, venda e troca de games em redes sociais como o Facebook. Participar de algo do tipo é uma boa forma de economizar e tende a agradar quem prefere ter uma biblioteca de games rotativa, sendo que diversas trocas podem ser feitas sem custo nenhum - exceto o do envio do jogo, caso haja necessidade de utilizar o correio. Como toda negociação online, porém, é necessário ter cautela para não cair em golpes e acabar perdendo um game.
Reprodução
Reprodução

Compre games usados

Outro bom caminho para pagar mais barato na hora de comprar jogos são as lojas que vendem games usados. É possível encontrar diversos revendedores do tipo em shopping centers ou centros comerciais. Esses estabelecimentos também costumam comprar games usados ou, ainda, permitir que eles sejam utilizados como parte do pagamento por um jogo novo.
Reprodução
Reprodução

Pesquise por bundles

Sites como o Humble Bundle costumam colocar, semanalmente, pacotes de jogos para PC à venda. O melhor é que o jogador pode pagar o quanto quiser pelo pacote básico ou, então, pagar valores pré-determinados para adquirir pacotes mais recheados. Esses conjuntos de games são temáticos, então vale ficar de olho para ver se aquele game que você tanto queria não é a bola da vez da promoção.

UOL Cursos Online

Todos os cursos