Topo

"F*da-se o Oscar" e mais: confira os melhores momentos do The Game Awards

Reprodução
A noite foi bem louca Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

08/12/2017 12h31

Realizada na madrugada desta sexta (8), The Game Awards 2017 foi provavelmente a melhor e mais memorável edição do que é considerada a maior premiação de games do mundo.

Números musicais, homenagens para lendas da indústria, novos jogos anunciados, desenvolvedores de games malucos no palco... o show teve de tudo um pouco.

Por isso, UOL Jogos separou alguns dos momentos mais especiais.

Veja também:

  • Carol Shaw, a primeira desenvolvedora de games do mundo, é homenageada

    Carol Shaw quebrou barreiras importantes nos idos dos anos 1970, ao se tornar a primeira desenvolvedora de games do mundo. Não só isso, ela foi responsável por um dos maiores clássicos do Atari: "River Raid".

    Por isso, nesta edição do Game Awards, Carol subiu ao palco para receber um prêmio por suas contribuições para a indústria, não só por criar grandes títulos mas por abrir caminho para que mulheres também fossem reconhecidas na indústria de games.

    Você pode saber mais sobre a história de Carol Shaw .

  • "Death Stranding" lança mais um trailer bizarro"

    O público pediu, e o designer Hideo Kojima lançou mais um trailer bizarro para seu mais novo projeto, "Death Stranding".

    Apesar de ser bem mais longo e detalhando do que os anteriores, o trailer só trouxe ainda mais perguntas aos fãs: o que são as criaturas invisíveis? Qual é a dos dispositivos que os personagens tem nas suas costas? Por que o Norman Reedus tem um bebê dentro dele? A este ponto, só Kojima deve saber as respostas, e o público ainda vai ter muito tempo para saber mais de "Death Stranding", já que o jogo ainda não tem previsão de lançamento oficial.

  • "Foda-se o Oscar!"

    Talvez o momento mais memorável da noite pertença ao desenvolvedor Josef Fares ("Brothers: A Tale of Two Sons"), que durante uma entrevista com o anfitrião Geoff Keighley mandou uma simples mensagem: "Foda-se o Oscar!"

    Fares, que culpou o jetlag por seu estado emocional, fez um discurso semi-coerente falando sobre seu orgulho e felicidade de ser parte da indústria de games, chegando a dizer que "se todo mundo dizer que meu jogo é uma merda eu direi 'não, não é', porque eu acredito tanto nele".

    O discurso de Fares foi tão marcante que foi até difícil lembrar que seu novo game, "A Way Out", recebeu uma data de lançamento, saindo em 23 de março para PC, PS4 e Xbox One.

    O melhor é que, em um memorando vazado da Electronic Arts, havia a seguinte descrição sobre o desenvolvedor: "Josef como uma personalidade é bem positivo, ele tem uma paixão muito forte, mas temos que tomar cuidado para controvérsias".

    O vídeo completo pode ser conferido aqui (em inglês).

  • "Soul Calibur" está de volta!

    Cinco anos após o lançamento de "Soul Calibur V", e após o fim de "Soulcalibur: The Lost Swords", finalmente a Bandai Namco e o produtor Katsuhiro Harada anunciaram uma nova sequência da popular série de luta com armas.

    O melhor é que não vamos esperar muito para ver o jogo em ação, já que "Soul Calibur VI" tem previsão de lançamento para 2018.

  • "Bayonetta 3" é anunciado

    Durante o Game Awards, a Nintendo revelou que os jogos de ação "Bayonetta" e "Bayonetta 2" receberam versões para o Nintendo Switch.

    Mais importante, porém, foi o anúncio feito logo depois: "Bayonetta 3" está em produção, e será exclusivo do novo console da Nintendo.

  • "PlayerUnknown's Battlegrounds" leva batalha para o deserto

    Grande fenômeno de 2017, o jogo multiplayer online "PlayerUnknown's Battlegrounds" vai ganhar seu primeiro novo mapa, Miramar, que levará a ação competitiva para um território desértico.

    O novo mapa será lançado junto com a versão 1.0 de "PUBG", prevista para 20 de dezembro.

  • "The Legend of Zelda: Breath of the Wild" é eleito Jogo do Ano

    2017 foi um ano como poucos para a indústria de games, trazendo vários títulos que podem facilmente aparecer na lista de melhores jogos de todos os tempos no futuro.

    Mesmo assim, entre todos estes games, havia um claro favorito, que não só conseguiu revitalizar e mudar a cara de uma franquia, como mostrar o que mais os games tem a oferecer: "The Legend of Zelda: Breath of the Wild" é um triunfo como pouco na história da Nintendo, e por isso recebeu prêmio de Jogo do Ano, batendo outros títulos incríveis como "Persona 5", "Horizon: Zero Dawn", "Super Mario Odyssey" e "PUBG".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Jogos