Jogos

Não começou no "II": conheça o "Street Fighter" que quase ninguém jogou

Reprodução
Ryu e Ken trocaram seus primeiros sopapos no game de 1987, que teve sucesso comercial, mas apresentava diversas falhas Imagem: Reprodução

Rodrigo Lara

Do Gamehall

08/02/2017 13h00

Boa parte dos frequentadores de "flipers" no início dos anos 1990 poderia jurar que, por mais estranho que parecesse, "Street Fighter" teve início com "Street Fighter II: The World Warriors". Será que os japoneses da Capcom não sabiam contar?

É verdade que alguns anos depois veríamos o quanto a cronologia da série poderia ser confusa - a série "Alpha" e o fato de "Street Fighter III" na verdade se passar depois de "Street Fighter IV" e "Street Fighter V" estão aí pra mostrar isso -, mas o fato é que, sim, o pessoal da Capcom sabia contar e existiu um game chamado "Street Fighter".  Ele só não era bom (apesar do sucesso comercial, o jogo foi mal avaliado à época), nem conhecido por aqui.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    A estreia

    O jogo que estreou aquela que provavelmente é a mais importante franquia de games de luta foi lançado em 1987, inicialmente para arcades. No ano seguinte, o primeiro console caseiro a ter o game foi o TurboGrafx-16 (PC Engine no Japão), mas ele ganhou uma série de versões ao longo dos anos e aterrisou em consoles como o Nintendo Wii, PlayStation 2 e Xbox.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Já tinha a cara de "Street Fighter"

    Apesar de rudimentar, com os jogadores podendo apenas controlar Ryu (Ken estava disponível apenas em partidas competitivas), as bases de tudo que foi visto nos capítulos seguintes da série estavam ali. O controle direcional com oito posições, os seis botões para ataques de diferentes intensidades (havia uma versão do arcade com dois botões, um para chute e outro para soco, que variavam a intensidade do golpe de acordo com a força exercida pelo jogador ao pressioná-los) e os golpes especiais feitos com sequências de comandos já faziam parte do game.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Modo arcade e golpes "secretos"

    A base do game era o que, posteriormente, seria conhecido por modo arcade. Para chegar ao fim, o jogador enfrentaria oito adversário e depois dois "chefes", Adon e Sagat. Ryu, por sua vez, contava com três golpes especiais, cujos movimentos para serem executados são os mesmos usados até hoje. Havia dois problemas: o comando era mostrado em nenhum lugar do arcade (os jogadores tinham que adivinhar o que fazer para soltar um Hadouken, um Shoryuken ou um Tatsumaki Senpuukyaku) e os controles, duros e imprecisos, não facilitavam a tarefa.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Personagens recorrentes

    Além de Ryu e Ken, diversos personagens do primeiro "Street Fighter" retornaram em games da série. Birdie, Gen e Adon retornaram na série "Alpha". Sagat manteve presença no jogo seguinte da série, assim como Mike (que acabou virando Balrog, ou Mike Bison, como era conhecido na versão japonesa de "Street Fighter II"). Eagle, por sua vez, foi reaparecer em "Capcom vs. SNK". Já Retsu, Geki, Lee e Joe nunca mais foram vistos.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    O embrião da SNK

    O time de pessoas envolvidas com a produção de "Street Fighter" contava com nomes que fariam carreiras de sucesso na indústria de games. A produção e direção ficou a cargo de Takashi Nishiyama e Hiroshi Matsumoto, que pouco tempo depois foram trabalhar na SNK, criando franquias como "Fatal Fury" e "The King of Fighters". Anos depois, ambos criaram a Dimps e voltaram a trabalhar com a Capcom em "Street Fighter IV". Outro nome famoso a trabalhar com o game foi o então novato Keiji Inafune, que ficou responsável por desenhar e ilustrar os retratos dos personagens do jogo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Jogos

Topo