Geek

Endiabrados: veja brinquedos que ganharam a fama de "satânicos"

Reprodução
Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

02/07/2017 10h40

A moda dos fidget spinners tem suscitado diversos tipos de manifestações, incluindo aí até um pastor paraguaio dizendo que se trata de um brinquedo satânico.

Ele diz isso por conta de uma das maneiras de se segurar o brinquedo ao utilizá-lo, em que os dedos acabam fazendo o "sinal do demônio".

De fato, não é a primeira vez que 'o brinquedo do momento' é considerado portador de mensagens subliminares ou algo do tipo. Relembre com a gente:

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    Xuxa

    Em 1989 foi assunto de vários jornais a história de uma boneca da Xuxa que estava supostamente aprisionada na catedral de Sorocaba após 'ganhar vida' e atacar uma criança da cidade. Talvez, a história tenha sido apenas uma brincadeira que foi longe demais, inspirada pelo filme "Brinquedo Assassino", estrelado pelo boneco malvado Chucky, que estreou um ano antes, em 88. Essa não foi a única vez em que algo ligado à Rainha dos Baixinhos foi associado a temas polêmicos: são populares os rumores de que algumas músicas da Xuxa, quando tocadas ao contrário, possuem mensagens subliminares bem sinistras.

  • Imagem: Reprodução/Acredite ou Não
    Reprodução/Acredite ou Não
    Imagem: Reprodução/Acredite ou Não

    Fofão

    Algum tempo depois do boneco do Fofão fazer muito sucesso pelo Brasil, espalhou-se a lenda de que ele escondia dentro de si uma adaga. Chegou-se até ao ponto de rolarem histórias dizendo que o boneco era amaldiçoado! O fato é que a cabeça do boneco possuía uma longa ponta em plástico preto para fixar no corpo. Porém, para os desavisados, parecia mesmo uma lâmina.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Baby

    No auge do sucesso do seriado Família Dinossauros aqui no Brasil, em meados dos anos 90, ficou muito popular também o boneco do filhote mais novo da família, o Baby. No vácuo de histórias como as de Xuxa e Fofão, surgiu também a história de que o boneco do Baby ganhava vida de noite e se mexia sozinho.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Dungeons & Dragons

    Conforme começou a se popularizar nos anos 80 lá nos Estados Unidos, o RPG de mesa "Dungeons & Dragons" começou a chamar atenção também de organizações religiosas. Algumas delas começaram a acusar o jogo de bruxaria e até satanismo por envolver entre suas histórias personagens que eram magos e até criaturas fantásticas, como dragões e demônios.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
AFP
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo