Topo

Jogos

Retrô

Pega na 6ª, devolve 2ª: os games mais concorridos das locadoras nos anos 90

Montagem com imagens de Evan-Amos/CC
Imagem: Montagem com imagens de Evan-Amos/CC

Do UOL, em São Paulo

24/04/2017 14h55

Quem já jogava videogame na década de 90 lembra com carinho das locadoras. Parada praticamente obrigatória às vésperas de finais de semana e feriados, era lá que os fãs de games descobriam novos títulos e embarcavam em novas e velhas aventuras.

Conversamos com Ivan Battesini, que foi dono da Progames, para saber quais eram os títulos mais cobiçados para Mega Drive e Super Nintendo durante a década de 90. A Progames chegou a ser a maior rede de locadoras de jogos e loja de venda de consoles, cartuchos e acessórios de videogames do Brasil, com 113 lojas.

Veja abaixo as listas de cada console:

Mega Drive

  • Reprodução

    Castle of Illusion

    Clássico da Sega para o videogame de 16-bits, foi um dos primeiros títulos de peso para o aparelho e honrou a fama com uma aventura de muita qualidade.

  • Reprodução

    Mortal Kombat 3

    Enquanto o rival "Street Fighter II" demorou para chegar, a série "Mortal Kombat" conquistou muitos fãs no Mega, tornando-a mais popular dentre os donos do aparelho.

  • Divulgação

    Sonic the Hedgehog 2

    Considerado até hoje como um dos melhores episódios da série, "Sonic 2" era febre nas locadoras - especialmente porque muitas pessoas já tinham a primeira aventura, que vinha junto com alguns modelos do videogame.

  • Reprodução

    Streets of Rage 2

    Depois de um começo forte, a série de pancadaria atingiu o auge com a continuação, superior todos os aspectos - o que não chegou a acontecer com o terceiro game, que mudou muito o estilo artístico e desagradou alguns fãs.

  • Divulgação

    Street Fighter II: Champion Edition

    Ryu, Chun-Li e companhia demoraram para chegar ao 16-bits da Sega, mas trouxeram uma novidade e tanto: a opção de controlar os quatro chefões e selecionar personagens idênticos, funções que só chegaram depois ao Super Nintendo.

  • Reprodução

    Phantasy Star IV

    Após brilhar na estreia no Master System e elevar o padrão da série no Mega Drive (e derrapar um pouco, mas tentar algumas ideias interessantes no terceiro episódio, é verdade), "Phantasy Star IV" apresentou uma jornada espacial épica que fez boa concorrência com "Final Fantasy".

  • Reprodução

    Golden Axe

    Junto com "Streets of Rage", outra série de pancadaria da Sega marcou época no bom e velho Mega. Bárbaros, guerreiras poderosas e anões enfrentaram monstros bizarros (e gnomos cheios de tesouros) na série "Golden Axe", sendo que o primeiro episódio reinou como o mais popular.

  • Reprodução

    Moonwalker

    Um dos aspectos mais folclóricos da Sega nos anos 90 e início dos anos 2000 era sua intensa parceria com o astro pop Michael Jackson. Um dos frutos mais notórios é o game de ação e aventura "Moonwalker", inspirado no filme de mesmo nome.

  • Reprodução

    Shinobi 3

    Um dos símbolos mais fortes da Sega durante a era 16-bits, a série "Shinobi" teve aventuras incríveis, todas dignas de aparecer nesta lista. Sobrou para "Shinobi 3" a honra de representar a marca aqui no top 10.

  • Reprodução

    Super Monaco GP 2

    Para fechar em grande estilo a lista de mais concorridos do Mega Drive, um dos jogos que mais enche de orgulho o público brasileiro. Fruto de uma ideia da Tectoy e produzido em parceria com o campeão Ayrton Senna e a Sega do Japão, o game de corrida reinou por muito tempo como um dos melhores títulos de F1 já feitos para videogames caseiros.

Fonte: Ivan Battesini

Super Nintendo

  • Reprodução

    Street Fighter II

    Para muitas pessoas, este jogo foi o motivo para comprar um Super Nintendo. Recriado quase à perfeição e plenamente adaptado ao controle com seis botões, "Street Fighter II" chegou bem antes ao console da Nintendo e fez muito sucesso nas locadoras.

  • Reprodução

    Mortal Kombat 3

    Mesmo com limitações no primeiro game da série lançado no SNES, "Mortal Kombat" achou seu (violento) rumo também na máquina da Nintendo e alcançou grande popularidade.

  • Reprodução

    Mega Man X

    A primeira aventura de X revitalizou em grande estilo o mascote da Capcom e rendeu diversas continuações em spin-offs em outras plataformas. De trilha sonora matadora, o primeiro episódio reinou supremo na preferência dos fãs do robô azul.

  • Reprodução

    Top Gear

    Um daqueles casos pitorescos de jogos que estouram no Brasil: "Top Gear" cativou muitas pessoas nos anos 90, em especial por sua trilha sonora, de autoria de Barry Leitch. O jogo serviu até de inspiração para o excelente "Horizon Chase", do estúdio gaúcho Aquiris.

  • Reprodução

    Chrono Trigger

    As viagens no tempo de Crono e sua turma conquistaram lugar especial nos corações de fãs de RPG pelo Brasil, causando muitas brigas pelo aluguel do cartucho (e uso dos poucos espaços de save).

  • Divulgação

    Teenage Mutant Ninja Turtles: Turtles in Time

    Um daqueles sucessos inexplicáveis entre crianças e adolescentes nos anos 80 e 90, as Tartarugas Ninja protagonizaram um punhado de jogos de excelente qualidade na época, em especial os feitos pela Konami. Um dos mais marcantes é "Turtles in Time", no qual os mascarados cascudos viajam pelo tempo enfrentando vilões diversos.

  • Reprodução

    F-Zero

    Título de estreia do SNES, o game de corrida futurista da Nintendo foi também dos primeiros a usar o impressionante efeito Mode7, que simulava cenários tridimensionais com gráficos 2D. Empolgou bastante e, claro, foi sucesso nas locadoras.

  • Reprodução

    Super Mario Kart

    Mais um a utilizar o tal efeito Mode7, o primeiro "Mario Kart" começou de forma humilde o fenômeno das disputas de carrinhos estrelados pela turma do mascote bigodudo.

  • Divulgação

    Super Castlevania IV

    Espécie de releitura do primeiro jogo da série, "Super Castlevania IV" 'turbinou' a exótica jornada de Simon Belmont com gráficos mais detalhados, novas habilidades e monstros ainda maiores.

  • Reprodução

    Super Metroid

    Considerado um dos melhores jogos da geração 16-bits, a aventura de Samus Aran mostra diversas das habilidades do Super Nintendo e da equipe de desenvolvimento da Nintendo em um aventura épica e envolvente. Até hoje, fãs clamam por mais jogos no estilo deste clássico.

Fonte: Ivan Battesini