Topo

Quer comprar um videogame usado? Veja 6 dicas para evitar dor de cabeça

Reprodução
Imagem: Reprodução

Rodrigo Lara

Colaboração para UOL Jogos

19/04/2018 04h00

Estamos caminhando para a segunda metade da geração de PlayStation 4 e Xbox One - inclusive com a existência de versões aprimoradas dos dois aparelhos -, o que significa encontrar aparelhos usados de ambos os modelos sendo vendidos por cerca de R$ 1.000.

Considerando canais oficiais de venda, como grandes varejistas, esse valor significa uma economia de mais de 500 reais em relação a um aparelho novo. E, com um bônus: a chance do pacote incluir jogos é grande, o que deixa o negócio ainda mais atrativo.

É preciso, no entanto, ficar atento para evitar que aquilo que parece uma ótima oportunidade, na verdade, se torne um mico. Para saber quais pontos merecem sua atenção em uma compra do tipo, o UOL Jogos procurou Alex Montenegro, dono da Gameteczone, uma das maiores assistências técnicas de videogames do país, e elaborou a lista abaixo. Confira!

  • Saiba bem o que você está comprando

    Opte você por consoles da família PlayStation, Xbox ou outros,é de extrema importância conhecer bem o produto que você quer comprar. "É importante conhecer como funciona todas as funções do console que está interessado ou contar com a ajuda um amigo que esteja bem familiarizado", afirma Montenegro. Isso implica não apenas em ler bastante sobre o aparelho, mas também conversar com donos para saber os prós e contras dos modelos.

  • Tente ver o produto pessoalmente

    Por mais que seja cada vez mais comum comprar aparelhos usados de sites de venda como o Mercado Livre, o ideal é ver o videogame antes de fechar negócio. Marcas mais severas, como riscos profundos ou ainda partes trincadas, podem indicar que o dono anterior não foi muito cuidadoso e também alertar possíveis defeitos futuros decorrentes desse mau uso.

  • Observe além do videogame

    Se, ao menos em uma inspeção visual, o videogame aparenta estar em bom estado, é preciso checar outros detalhes. Componentes de borracha de controles podem desgastar com o tempo a ponto de tornar o seu uso inviável. O mesmo vale para outros periféricos e também para fios de energia. Caso você note que algo incluso no pacote precise ser substituído, vale "chorar" por um desconto.

  • Faça de tudo para testar

    Lembra que falamos aqui em cima que é importante ver o aparelho antes de levá-lo para casa? Pois bem: o melhor dos mundos inclui testar na prática o seu funcionamento por algum tempo.. "O console pode apresentar falha das funções básicas ou barulho anormal durante um breve funcionamento, mas tem problemas que são detectados depois de uma ou algumas horas de uso", aponta Montenegro. Entre esses defeitos estão possíveis travamentos, falhas de som e imagem e problemas relacionados a outras funções que o console oferece, como a conexão de rede via wi-fi e leitura de discos.

  • Procure defeitos de nascença

    Alguns modelos de videogame ficaram famosos pelos seus defeitos. É o caso das primeiras versões de PlayStation 3 e Xbox 360 ou, ainda, dos primeiros lotes de PlayStation 4 e Xbox One. "Unidades da primeira versão de PS4 chegaram a apresentar problemas de processador ou do sensor do botão Eject. Já os Xbox One apresentaram problemas no HD e no drive de disco", diz Montenegro. Ambos os aparelhos já passaram por revisões de hardware, mas uma boa dica para quem vai comprar um usado e quer ficar longe de unidades problemáticas é pedir que o vendedor mande o número da versão do aparelho. De posse da informação, basta procurar na internet informações sobre possíveis problemas "de nascença".

  • Não existe almoço grátis

    Sabe aquele anúncio super atrativo, com um valor cobrado muito abaixo da concorrência? Há boas chances de se tratar de uma furada. Aqui, vale a regra usada para qualquer negociação: se o negócio parece bom demais, desconfie. Além de preços muito baixos, vale ligar o sinal de alerta para ofertas que tentam chamar a atenção com "jogos na memória". Em geral, esses games são associados a uma conta que, nem sempre, ficará acessível ao comprador com o passar do tempo.

Mais Jogos