Topo

Geek

Três revelações que marcaram o episódio de "Game of Thrones" desta semana

Divulgação/HBO
Imagem: Divulgação/HBO

Do UOL, em São Paulo

14/08/2017 12h43

O quinto episódio da sétima temporada de "Game of Thrones", "Eastwatch", não foi tão acalorado quanto "Spoils of War", o episódio anterior. Mas foi marcado por encontros, reencontros e grandes revelações. E fez muito fã gritar de emoção.

Curiosamente, essas revelações vieram não nas grandes cenas, mas naqueles pequenos momentos em que a narrativa parecia ficar mais calma. E todos eles parecem preparar o terreno para os próximos dois episódios... e para a conclusão da saga em 2018.

Para você não perder nenhum detalhe do que rolou em "Game of Thrones", confira as três grandes revelações de "Eastwatch" - e suas implicações no futuro!

E, claro, CUIDADO COM SPOILERS SE VOCÊ AINDA NÃO ASSISTIU AO EPISÓDIO!

  • Reprodução

    1. Gilly descobre a verdade sobre Jon Snow

    A conversa entre Sam e Gilly na Cidadela acontece logo depois do encontro entre Jon e Drogon - que tirou o fôlego de todos os fãs da série - e traz uma revelação muito mais importante do que o sangue Targaryen nas veias do Rei do Norte.

    Gilly está lendo um livro cheio de curiosidades anotadas por um meistre e Sam não está prestando muita atenção. "Aqui diz que [o Alto Septão] anulou um casamento de Rhaegar e casou ele secretamente com outra mulher em Dorne".

    Rhaegar é o filho do Rei Louco e pai de Jon Snow, como os fãs mais atentos já suspeitavam. Mas o casamento dele com Lyanna Stark é a grande surpresa. Isso significa que Jon não é um bastardo e sim, um Targaryen de verdade - e sobrinho legítimo de Daenerys!

  • Reprodução

    2. A carta de Sansa

    Arya segue Mindinho e vê ele receber uma carta misteriosa em Winterfell. Com suas habilidades ninja, a mais jovem das Stark invade os aposentos de Mindinho e encontra a carta escondida. Se trata de uma carta lá do começo da série, escrita por Sansa para o irmão Robb.

    Na carta, Sansa fala sobre a morte do Rei Robert e a prisão do pai, Ned Stark, por traição. Ela pede que Robb vá para Porto Real e jure lealdade ao seu noivo, o Rei Joffrey, para prevenir a guerra e a morte de Ned. A carta foi escrita sob pressão de Cersei, mas também por uma Sansa bem mais ingênua.

    Arya não sabe do contexto em que a carta foi escrita e enviada e ela ouviu Mindinho dizer que Lady Stark agradecia o serviço do homem que encontrou o documento. O detalhe é que Mindinho sabia que estava sendo seguido por Arya e que ela encontraria a carta. Ao que parece, o manipulador quer colocar as irmãs uma contra a outra. O que ele vai ganhar com isso?

  • Divulgação

    3. Cersei está grávida e isso é um mau sinal

    A melhor vilã de "Game of Thrones", Cersei Lannister, pode ter sofrido uma grande derrota no episódio passado, mas em "Eastwatch", nem tudo são más notícias: elaa está esperando um novo filho de seu irmão, Jaime (não vamos julgar, ok) e isso renova a ligação entre os dois... mas pode ser a maldição da rainha Lannister.

    Cersei é assombrada por uma profecia, dita à ela por uma bruxa, muito tempo atrás, em Rochedo Casterly. A profecia dizia que Cersei teria três filhos, todos loiros e com coroas douradas. Depois disso, o "Valonqar" a mataria com as mãos ao redor de seu pescoço.

    Do jeito que as coisas caminham e de acordo com a profecia, é quase certo que o novo bebê Lannister não chegue a nascer. Resta saber se o Valonqar é Tyrion, como Cersei sempre imaginou, ou o próprio Jaime, que, mesmo apaixonado pela irmã, é um personagem complexo e que vem questionando a loucura de Cersei, ainda mais diante do poderio dos dragões de Daenerys. Será que o Regicida vai matar a própria irmã e amante?