Topo

Geek

Veja 10 momentos épicos da série original de "Cavaleiros do Zodíaco"

Reprodução
Imagem: Reprodução

Rodrigo Lara

Do UOL, em São Paulo

07/10/2016 16h19

"Cavaleiros do Zodíaco" pode não ter sido o primeiro anime a chegar no Brasil, mas, certamente, foi o de maior sucesso. Entre incontáveis reprises, irritantes recomeços em momentos-chave da trama e um nível de violência capaz de deixar muitas mães e pais de cabelo em pé, a saga de "Seiya e os outros" marcou crianças e adolescentes desde seu primeiro episódio, em 1° de setembro de 1994.

Escolher os 10 momentos mais épicos da série não é tarefa fácil. Para tal, consideramos somente os 114 episódios do anime original - a ótima saga de Hades e spin-offs como The Lost Canvas mereceriam listas à parte. Vale lembrar que o anime voltará a ser exibido em uma TV aberta no próximo dia 24 de outubro, pela Rede Brasil. Vamos então a eles.

  • Reprodução

    Uma luta entre (futuros) amigos

    Episódios 4 e 5

    O anime já começa acelerado com a Guerra Galáctica sendo iniciada no segundo episódio. Enquanto as primeiras lutas do torneio servem apenas para demonstrar a força dos protagonistas - e colocar os demais cavaleiros de bronze em segundo plano logo de cara -, o combate entre Seiya de Pégaso e Shiryu de Dragão se mostra mortal. São dois episódios dedicados à luta, que envolve muito sangue, armaduras destruídas e personagens quase mortos.

  • Reprodução

    O ataque da Medusa

    Episódios 27 e 28

    Ainda que não seja uma história que siga diretamente os fatos do mangá, a luta de Shiryu, Shun e Seiya contra a dupla Spartan e Argol de Perseu é ponto muito importante para a trajetória do cavaleiro de Dragão. Ao ver seus companheiros e seu braço esquerdo transformados em pedra pelo escudo de Argol, Shiryu decide se cegar para não ser afetado pelo poder do adversário e derrotá-lo. A cena, que causou aflição nos espectadores, criou uma limitação para o cavaleiro, só superada durante a Saga do Santuário.

  • Reprodução

    Seiya de Sagitário?

    Episódios 36, 37 e 38

    O que parece ser apenas mais uma passagem da fixação de Shina por Seiya acaba se desenvolvendo em algo bem maior quando o cavaleiro de ouro Aiolia de Leão se intromete na luta. Shina ainda tenta defender seu amado Seiya, porém fica à beira da morte. Sem ter como atacar ou se defender de Aiolia, Seiya é salvo pela armadura de Sagitário e consegue equilibrar a luta contra o adversário. A disputa só acaba quando Saori aparece e revela a Aiolia que é Athena, ganhando a lealdade do cavaleiro de Leão.

  • Reprodução

    Pupilo contra mestre

    Episódio 67

    Em sua escalada pelas 12 Casas do Santuário, os cavaleiros de bronze chegam à Casa de Aquário. Nela, Hyoga encontra Camus de Aquário. No mangá, foi Camus quem treinou Hyoga na Sibéria - tarefa que no anime ficou a cargo do Cavaleiro de Cristal. Ainda assim, no anime há uma forte relação entre os dois, sendo que Hyoga o chama de mestre. Mesmo sem demonstrar convicção em parar os cavaleiros de bronze, Camus batalha contra Hyoga com toda sua força, morrendo após ser superado pelo aprendiz - que também cai, mortalmente ferido.

  • Reprodução

    Duelo de irmãos

    Episódios 91, 92, 93 e 94

    Mesmo não aparecendo no mangá, a Saga de Asgard possui bons momentos. Um deles é a luta dos irmãos Shun e Ikki contra os gêmeos Shido e Bado. De início, apenas Shun e Shido se enfrentam, mas quando Shun está prestes a derrotar Shido, Bado tenta atacar o cavaleiro de Andrômeda, que é protegido por Shina. Shun, porém, não é páreo para Bado, mas é salvo pelo irmão Ikki, que após uma luta difícil, derrota o Guerreiro Deus de Alcor.

  • Reprodução

    A queda do guerreiro lendário

    Episódios 95, 96 e 97

    A aventura dos cavaleiros de bronze em Asgard estava próxima do fim, mas ainda faltava encarar um último adversário. Tratava-se de Siegfried de Dubhe, o defensor mais forte de Hilda. Com uma força descomunal, Siegfried derrotou os cavaleiros um a um, até que Shiryu descobriu seu ponto fraco. Mesmo sem derrotar o adversário, a informação foi vital para que Seiya vencesse Siegfried. Após a derrota, o Guerreiro Deus de Alfa fica sabendo da manipulação de Hilda por Sorento de Sirene, um General Marina de Poseidon. Na tentativa de derrotar o inimigo, ele realiza um ataque suicida e acaba morrendo.

  • Reprodução

    O despertar da Excalibur

    Episódios 104, 105 e 106

    Já na Saga de Poseidon, os cavaleiros de bronze correm contra o tempo para salvar Saori. Na tentativa de destruir o pilar que sustentava o Oceano Índico, Shiryu se depara com Krishna de Chrysaor e é ferido diversas vezes pela lança dourada do adversário. À beira da morte, ele vê o espírito de Shura de Capricórnio, que diz ter passado o poder da espada lendária Excalibur para o braço do cavaleiro de Dragão quando eles se enfrentaram na Casa de Capricórnio. Shiryu aprende a usar a habilidade e ela se mostra fundamental para que ele possa sair com vida do combate.

  • Reprodução

    Ex-companheiros do gelo

    Episódios 108 e 109

    O passado volta a assombrar Hyoga novamente quando ele descobre que o General Marina responsável por guardar o pilar do Oceano Ártico é Isaac de Kraken. Os dois se conheceram durante o treinamento na Sibéria e, após Hyoga tentar visitar o corpo de sua mãe e quase morrer no processo, Isaac salvou o companheiro, mas ficou cego de um olho e foi dado como morto. Visivelmente com ódio de Hyoga, Isaac quase mata o cavaleiro de Cisne - sobrou até para um corajoso, porém impotente Kiki no processo. Decidido a proteger Athena e seus companheiros, porém, Hyoga acaba derrotando seu antigo amigo.

  • Reprodução

    O manipulador

    Episódios 110, 112, 113 e 114

    Essa sequência de episódios é recheada de revelações. Quando Ikki encontra o General Marina de Dragão Marinho, percebe que ele possui um cosmo familiar. Trata-se de Kanon, irmão gêmeo do cavaleiro Saga de Gêmeos, que havia tentado convencer o irmão a matar Athena. Acabou sendo preso por isso e, acidentalmente, libertou a alma de Poseidon, manipulando o deus e também seus Generais Marinas. Quando Kanon revela a trama a Ikki, Sorento acaba ouvindo e ataca Kanon. A batalha, porém, acaba em um "empate", com Kanon sendo desprezado tanto por Ikki quanto por Sorento.

  • Reprodução

    De bronze a ouro

    Episódios 111, 112, 113 e 114

    A batalha final dos cavaleiros contra Poseidon é dura. O Deus dos Mares se mostra o pior adversário já enfrentado pelos heróis. Prestes a morrer, Seiya é salvo pela armadura de ouro de Sagitário. Shiryu e Hyoga tentam acompanhar o cavaleiro de Pégaso na luta, mas pouco conseguem ajudar, até que as armaduras de Aquário e Libra aparecem e são vestidas pela primeira vez pelos heróis. A batalha é difícil, porém ao unir seus poderes, os cavaleiros conseguem evitar que Athena morra e ela consegue selar novamente Poseidon.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor