Topo

Jogos

Retrô

Veja 5 informações importantes sobre o novo Mega Drive da Tectoy

Montagem/UOL
Imagem: Montagem/UOL

Claudio Prandoni

Do UOL, em São Paulo

31/10/2016 08h02

O relançamento do Mega Drive no Brasil, marcado pela Tectoy para junho de 2017, traz de volta muitas lembranças queridas, mas também levanta muitas dúvidas.

Para ajudar você a entender melhor o novo aparelho e decidir se vale a pena investir seu dinheiro nele, que na pré-venda sai por R$ 400 e no lançamento vai custar R$ 450, preparamos um resumo dos pontos mais importantes:

  • Não tem HDMI

    O novo Mega Drive não vai ter saída HDMI, somente saída de vídeo composto. Segundo a Tectoy, o novo Mega Drive não terá saída HDMI pois isso deixaria o produto caro demais e não necessariamente resultaria em qualidade e som melhores. Além disso, a empresa aponta que a maioria dos televisores utilizados no Brasil ainda contam com entrada de vídeo composto.

  • Cartuchos antigos funcionam

    A grande maioria dos cartuchos já lançados de Mega Drive funcionarão neste novo aparelho. Não funcionarão cartuchos que utilizem algum tipo de tecnologia adicional, como Virtua Racing e Sonic & Knuckles com a tecnologia lock-on.

  • Controles antigos funcionam

    O aparelho virá com um controle de botões e joysticks antigos também funcionarão neste novo Mega Drive. Além disso, a Tectoy também vai vender controles adicionais.

  • Cartão SD e jogos na memória

    Como especulado por fãs, o console terá uma entrada para cartões SD e virá com cerca de 22 jogos na memória. A lista inclui clássicos, como Alex Kidd, Altered Beast e Sonic 3, e algumas boas surpresas, como Decap Attack, Kid Chameleon e Shadow Dancer.

  • Não é um emulador

    Diferente de outros relançamentos de consoles mundo afora, o novo Mega Drive da Tectoy não é um emulador. Ele conta com um circuito integrado que utiliza componentes similares aos do console original.