Topo

Videogame brasileiro: 7 motivos que explicam o fracasso do Zeebo

Divulgação
Zeebo, videogame fruto de parceria entre Tectoy e Qualcomm lançado em 2009 Imagem: Divulgação

Théo Azevedo

Do UOL, em São Paulo

28/05/2017 09h38

Oito anos atrás – em 25 de maio de 2009, para ser mais exato – chegava às prateleiras o Zeebo, videogame brasileiro fruto de uma parceria entre Tectoy e Qualcomm.

No papel o conceito era promissor: um videogame com versões de jogos populares no Brasil, como “FIFA” e “Resident Evil”, e, principalmente, à prova de pirataria: sem entrada para cartuchos, os games eram baixados via rede 3G.

Porém, a (curta) trajetória do videogame foi recheada de obstáculos e imprevistos, que selaram a sorte do Zeebo.

O UOL Jogos relembra os maiores problemas enfrentados pelo aparelho brasileiro, que hoje não passa de artigo de colecionador:

Mais Jogos