Jogos

Nintendo

Brasileiro e 'pirata', game online de "Pokémon" já tem meio milhão de fãs

Reprodução
Imagem: Reprodução

Pedro Henrique Lutti Lippe

Do UOL, em São Paulo

18/12/2017 11h49

E se existisse um RPG online de "Pokémon"? Cansados de esperar pela Nintendo, que hesita em transformar este velho sonho em realidade, um grupo de fãs brasileiros da série tomou a missão para si e criou "PokeXGames" - um game 'pirata' que já tem mais de 500 mil jogadores.

Sem qualquer licença oficial dos donos da marca "Pokémon", o jogo existe na ilegalidade. Os criadores do projeto não responderam a sucessivas tentativas de contato do UOL Jogos.

A Pokémon Company preferiu não se pronunciar sobre o assunto.

VEJA TAMBÉM:

"Eu prefiro 'PokeXGames' do que os jogos oficiais por ele ser online," explica Marlom Silva, 15, que joga ao lado de amigos do colégio. "Eu consigo capturar Pokémon e trocar com quem eu quero, e dá pra se divertir mesmo não pagando nada."

Sim: apesar de ser criado por fãs e gratuito para baixar, "PokeXGames" oferece diversos bônus que podem ser comprados com dinheiro de verdade. Como em "Candy Crush", ou no próprio "Pokémon GO", o site oficial vende uma moeda especial chamada 'Diamond', que pode ser convertida em itens e outros benefícios dentro do jogo. Os criadores do game se referem às transações como "doações".

Reprodução
Batalhas contra Pokémon selvagens costumam ficar bem caóticas Imagem: Reprodução

Na prática, "PokeXGames" é uma versão modificada de "Tibia" - um RPG online alemão de 1997 que até hoje é sucesso entre brasileiros. Os gráficos são os mesmos, e rodam em praticamente qualquer PC moderno, mas o sistema de jogo foi reformulado para incluir batalhas em tempo real entre os monstrinhos.

Jogadores podem batalhar contra e capturar monstrinhos selvagens, fortalecer as próprias criaturas e participar de torneios contra outros treinadores.

Eventos organizados pelos produtores em ocasiões festivas, como o Dia das Bruxas, trazem itens e 'quests' temporárias.

Em um teste, UOL Jogos encontrou sérios problemas de latência e uma interface lenta e confusa - problemas que não parecem incomodar os fãs, que não são contemplados por uma alternativa oficial ao que "PokeXGames" oferece.

É um projeto engenhoso que misteriosamente nunca foi desligado pela Nintendo ou pela Pokémon Company - até mesmo 'fangames' inteiramente gratuitos costumam virar alvos para as empresas. E, nas sombras, ele cresceu e cultivou uma comunidade forte de fãs.

"Por causa de 'PokeXGames', eu assisto ao desenho e compro os cards de 'Pokémon'. Sei que o jogo não é oficial, mas ele me faz gastar mais dinheiro com os produtos oficiais do que eu gastaria se o game não existisse," explica Marlom.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
UOL Jogos
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
UOL Jogos
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo