PlayStation

Por que comprar um PS4 desbloqueado é uma cilada?

Montagem/UOL
Com o alto preço dos jogos, ter um videogame "desbloqueado" pode ser tentador, mas isso pode trazer mais problemas do que soluções Imagem: Montagem/UOL

Rodrigo Lara

Do UOL, em São Paulo

28/07/2017 04h00

A resposta mais simples e direta para a pergunta do título é: "Porque pirataria é crime".

Ainda assim, há quem se sinta tentado pela possibilidade de comprar um PlayStation 4 "desbloqueado" e com diversos games pré-instalados no disco rígido - um tipo de oferta relativamente comum em sites de venda -, especialmente se considerarmos o alto preço cobrado por jogos no Brasil, muitas vezes superior a R$ 200.

Além de infringir a lei e os termos de serviço da Sony (o que pode resultar em banimento da PSN), ao comprar um aparelho do tipo há uma boa dose de limitações, um típico caso do "barato que sai caro".

Há mais de um esquema para fazer o tal "desbloqueio": alguns deles, como relatado aqui, envolve utilizar um minicomputador Raspberry Pi e clonar um PS4 já abastecido com jogos - isso funciona com o modelo "fat" do aparelho e inclui perfis de usuário que não podem ser apagados. Há também a possibilidade de compartilhar jogos entre diversos aparelhos, além do número máximo de dois permitido pela Sony.

Há limitações

Os vendedores de PS4 desbloqueado não são unânimes ao responder dúvidas de potenciais compradores. Enquanto uns garantem que é possível jogar online com o console porque ele "já é vendido atualizado", outros dizem que conectar o videogame à PlayStation Network faz com que os jogos presentes no HD do aparelho sejam bloqueados e ele "volte a ser original" (sic).

O ambiente online também é território proibido para quem possui um PS4 com contas compartilhadas além do limite, já que há uma verificação dos jogos sempre que se acessa a PSN com o console.

Em ambos os casos, o prejuízo pode ser considerável. Isso porque, como é de se imaginar, essas versões desbloqueadas do aparelho são vendidas por um preço consideravelmente mais alto do que um PS4 padrão. Enquanto o console em suas especificações originais é encontrado por algo em torno de R$ 1.300 em grandes varejistas, a versão abastecida com jogos pode atingir valores superiores a R$ 3 mil, dependendo da quantidade de games. 

Reprodução
Ofertas de aparelhos "desbloqueados" são fáceis de serem encontradas em sites como o Mercado Livre; há opções tanto para o PS4 convencional quanto para o Pro, mas elas tendem a ser um mau negócio a médio prazo Imagem: Reprodução

Outro ponto passível de crítica é o fato de que o dono do aparelho ficará "travado" na lista de games que acompanham o console. Com a incerteza de poder ou não conectar à rede online do videogame, o simples ato de comprar games na PlayStation Store ou, ainda, em versão física (que, normalmente, exigem uma atualização) representa um risco de prejuízo.

Mesmo com essas limitações, alguns anúncios no Mercado Livre apontam um número alto de compradores, chegando a mais de 700 em alguns casos.

Vendedores não recomendam

UOL Jogos entrou em contato com vendedores de consoles que conhecem ambos os procedimentos, tanto o que envolve a instalação do chip no PS4 quanto o que se aproveita do compartilhamento de contas. Eles foram unânimes em dizer que o método não compensa justamente pela impossibilidade de conectar online (o que poderá resultar no banimento da conta original que comprou, de fato, os games que foram replicados posteriormente) e, no caso do método mais invasivo, pela necessidade de remover o chip e reinstalar toda vez que for adicionar um novo game. 

Ou seja: quem pretende comprar um videogame "destravado" acaba, no final das contas, adquirindo um aparelho que se torna "travado" ao longo do tempo. 

Se você se interessou pela possibilidade de ter um PS4 com diversos jogos sem precisar comprá-los separadamente, a má notícia é que o suposto negócio vantajoso em um primeiro momento tende a trazer limitações e problemas a médio prazo. Ou seja: fuja destas "ofertas".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
UOL Jogos
do UOL
UOL Jogos
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
UOL Jogos
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo