Topo

Jogos

PlayStation

Nostalgia atualizada! "Spyro Reignited Trilogy" agrada fãs novos e antigos

Marcio Pacheco

Do GameHall

14/11/2018 04h00

Há mais 20 anos, a Insomniac Games, empresa que produziu o game de "Spider-Man" desse ano, chamou a atenção no PlayStation com o simpático "Spyro the Dragon". O dragãozinho virou uma das mascotes da plataforma ao lado de Crash Bandicoot, que foi revitalizado em 2017 com um remake pros consoles atuais.

Em 2018, foi a vez de Spyro receber esse tratamento, com a coletânea "Spyro Reignited Trilogy", lançada no dia 13 de novembro para PlayStation 4 (por R$ 143,50) e Xbox One (R$ 150,00). Além do primeiro jogo da franquia, o pacote conta com "Spyro 2: Ripto's Rage" e "Spyro: Dragon of the Year".

Os três games foram modernizados pela produtora Toys for Bob, responsável pela série Skylanders. Ela reimaginou os mais de 100 níveis presentes na trilogia original e realizou uma atualização necessária dos controles, que agora têm suporte completo aos direcionais analógicos e uma câmera mais suave.

Mas o principal destaque de "Spyro Reignited Trilogy" é o visual moderno que os games receberam. A Toys for Bob usou o motor gráfico "Unreal Engine 4" para recriar tudo do game, que parece em casa nos consoles atuais.

Reprodução
Trilogia retorna com visual colorido e muita diversão Imagem: Reprodução

Os cenários e personagens da trilogia já eram coloridos e carismáticos lá na época do primeiro Playstation, e isso não se perdeu no remake, que detalhou os designs trouxe ainda mais cores aos games.

Ficando ainda na parte técnica, a trilha sonora do jogo foi remixada para modernidade, mas os mais nostálgicos têm a opção de escolher os sons dos games originais. A trilha da trilogia de PlayStation foi composta por Stewart Copeland, ex-baterista da banda The Police.

Para quem não conhece a série, os games têm como protagonista Spyro e sua amiga Sparx, uma libélula. Os dois se aventuram em vários reinos no Mundo dos Dragões e têm como missão, no primeiro título, resgatar outros dragões que foram congelados por um feitiço do ogro Gnasty Gnorc.

O segundo game da trilogia introduziu novos personagens, como o guepardo Hunter, além de apresentar um novo vilão, um pequeno dinossauro feiticeiro chamado Ripto.

Apesar das novidades no elenco, o jogo manteve uma estrutura semelhante à do primeiro jogo. Na jogabilidade, Spyro ganhou algumas habilidades novas, como nadar debaixo da água, subir escadas e usar power-ups.

Já o terceiro jogo do pacote tem como principal antagonista um dinossauro, conhecido como a Feiticeira, que tem como aprendiz a coelha Bianca. A dupla é responsável por roubar os ovos do mundo dos dragões.

O remake da trilogia manteve os elementos e as mecânicas que transformaram o dragãozinho num enorme sucesso no final dos anos 90. Fique tranquilo que as baforadas de fogo, corridas e chifradas estão de volta em toda a sua glória, mantendo os controles clássicos em um ambiente 3D.

Mas cuidado com os inimigos. Se eles forem muito grandes a chifrada (que também serve para abrir algumas caixas de tesouros) não será suficiente, assim como o ataque de fogo pode ser bloqueado por escudos ou placas de metais usadas no corpo de certos oponentes. Essas variações exigem uma estratégia mais elaborada, forçando o jogador a adotar abordagens alternativas, como atacar os monstros pelas costas, onde eles estão mais vulneráveis.

Divulgação
Spyro e seu companheiro Sparx enfrentam variados inimigos Imagem: Divulgação

Como é de se esperar de um dragão, Spyro é capaz de planar depois de pular para alcançar novas áreas, podendo inclusive sair voando pelo níveis. Além do dragão, o jogador tem que cuidar da libélula Sparx, que precisa ser bem alimentada, porque é ela que garante os pontos de vida de Spyro e dá proteção ao protagonista. 

Ao levar danos, ou cair na água, você fará com que Sparx perca sua cor e desapareça, deixando Spyro vulnerável, por isso é importante manter a libélula bem alimentada, comendo borboletas geradas ao derrotar pequenos animais como coelhos, ovelhas e galinhas.

Os vários reinos dos três primeiros jogos da franquia foram refeitos e estão repletos de dragões, gemas e ovos, que são os coletáveis necessários para chegar aos 100% de progresso em cada fase. Para avançar na história, você precisa cumprir uma série de objetivos dados pelo balconista, que variam de reino para reino.

Divulgação
Pacote renova os visuais dos games clássicos, mantendo mecânicas consagradas Imagem: Divulgação

A trilogia permite que você ligue um mapa no menu de opções, que ajuda bastante na exploração das diferentes regiões. 

Além das modernizações nos gráficos, som e controles, o pacote está completamente localizado em português. As dublagens são ótimas e todo conteúdo em texto está na nossa língua, inclusive os menus - em alguns momentos você pode até achar que está assistindo a um desenho animado.

"Spyro Reignited Trilogy" reúne uma enorme quantidade de conteúdo dividido nos três games do pacote, que resgatam a nostalgia de quem jogou os títulos originais do dragãozinho roxo. A coletânea foi tratada com muito carinho pela Toys for Bob, que modernizou a trilogia de um jeito que agrada tanto a fãs da franquia quanto a novatos.

O público alvo de Spyro é mais infantil, mas Spyro Reignite Trilogy também agrada jogadores veteranos que buscam um game para passar horas descontraídas na frente da TV, sem se preocupar com tiros, explosões ou histórias complexas.

Nota: 9