Jogos

Resident Evil 6

André Forte

do Gamehall

28/08/2012 16h58

  • O encontro inevitável: Chris e Leon se confrontam em uma cena de tensão.

Ele estava ali, agachado em um canto da mansão, devorando alguma coisa com uma voracidade sem igual. Ele para por um instante e olha para você. Seu rosto com vestígios de vermes transmitia a ideia  de seu instinto: "mais comida". Não é preciso dizer nada. Você já sabe que deve se livrar desse e todos os outos zumbis que encontrar nesta noite.

Foi assim que "Resident Evil" surgiu. Uma cena icônica que será lembrada pela eternidade. De lá para cá, a série passou por  reformulações, tanto na narrativa quanto na mecânica. Nenhuma delas, porém, foi tão ousada quanto a proposta que a Capcom tem reservada para "Resident Evil 6", que é misturar quatro maneiras diferente de jogar. Uma para cada dupla do jogo.

PONTO DE VERIFICAÇÃO?

Legendado em português, "Resident Evil 6" vai facilitar bastante o entendimento da trama pelos brasileiros que não dominam o inglês. Durante o teste realizado por UOL Jogos, notamos palavras pouco incomuns em jogos de tiro, como 'Ponto de verificação' no lugar de 'Checkpoint' e rifle como tradução da boa e velha 'Shotgun'.

Sim, "Resident Evil 6" vai manter o esquema de jogo similar ao game anterior da série, além de resgatar a forma de apresentar histórias simultâneas como aconteceu em "Resident Evil 2".

São três histórias protagonizadas por personagens diferentes: Leon S. Kennedy (de "Resident Evil 2" e "4"), Chris Redfield (do primeiro e quinto jogo) e o novato Jake Muler, são os heróis da nova trama.

Cada um desses heróis estará acompanhado por uma parceira diferente. Mas não para por aí: ao completar as três campanhas, o jogador recebe ainda uma nova história protagonizada pela misteriosa Ada Wong, de "Resident Evil 2" e "4".

"É um bom volume: estimamos que cada uma destas histórias representa 70% a 80% do volume do "Resident Evil 5" completo. Então, com três histórias separadas, há muita coisa para jogar.", explicou o produtor Yoshiaki Hirabayashi ao blog oficial do PlayStation no Brasil.

"Se você completa as três aventuras, vai ter visto tudo que é possível em termos de história", explicou o produtor.

UOL VISITA A CAPCOM PARA JOGAR "RESIDENT EVIL 6"

  •  

Quatro formas de jogar

Além da trama separada, cada dupla desafiará o jogador a dominar estilos de jogo diferentes. O que ambos têm em comum é a possibilidade de dividir a ação com um amigo em modo cooperativo online e um grande foco na ação.

A diversidade também atingiu os cenários. Além da cidade de Tall Oaks, onde Leon e Helena tentam escapar da invasão dos zumbis, boa parte do jogo se passrá em Lanshiang, uma cidade fictícia na China.

Lá, Chris Redfield e outros operativos da BSAA enfrentam uma infestação sem precedentes de bioarmas - como são conhecidos os mutantes monstruosos de "Resident Evil" - nascidas de uma nova ameaça bio-terrorista, o C-virus. Jake e Leon, entretanto, também terão as suas tramas finalizadas no local.

DIFERENTES MECÂNICAS E PERSONAGENS DE "RE 6"

LEON KENNEDY
Tem mecânica parecida com a de "Resident Evil 4", a qual é o herói principal, mas agora a ação é um pouco mais cadenciada em certos momentos e os cenários são mais escuros, lembrando o horror de sobrevivência dos primeiros jogos. Sua parceira é a novata Helena Harper.
JAKE MULER
Seu estilo é totalmente diferente: a ação é ininterrupta e o personagem é muito mais rápido do que os demais, o que abre margem para combinações mirabolantes de ataques corpo-a-corpo. Tem Sherry Birkin, de "RE 2" como parceira.
CHRIS REDFIELD
O estilo de ação é praticamente o mesmo de "Resident 5", com a (boa) novidade de poder correr e atirar ao mesmo tempo. Comparações com "Gears of War" também não são exageradas, já que os dois heróis podem se utilizar o cenário como cobertura.Tem como parceiro o soldado Piers Nevans.
ADA WONG
A aventura 'secreta' de Ada Wong é a que mais remete aos jogos clássicos da série, já que com a moça o jogador deverá recolher itens, empurrar objetos e resolver quebra-cabeças à moda dos três primeiros jogos. Sua campanha é solo.

CAÇADOR DE AGENTES

Divulgação
Novidade em "RE6", o modo online 'Agent Hunt' permite que até dois jogadores assumam o controle de zumbis, J'avo e outras criaturas invadindo as campanhas de outras pessoas. Isso só acontece, porém, em determinados trechos das histórias de Leon, Chris e Jake, e não no jogo todo e pode ser desabilitado pelo jogador ao iniciar uma aventura.

Zumbis voltam ao estrelato

De fora da festa nos dois últimos jogos para dar lugar a inimigos mais humanizados, os zumbis voltaram a ganhar destaque em "Resident Evil 6" e os responsáveis foram os fãs da franquia.

"Tentamos responder a todos os pedidos e colocá-los no jogo", disse. "Nós modificamos um pouco, então eles não são os mesmos zumbis que você está esperando", alertou o produtor executivo Hiroyuki Kobayashi ao site Siliconera.

"Quando você os vê pela primeira vez, os zumbis se movem lentamente. Mas, se um deles te alcança ou chega perto, ele tentará atingi-lo com uma arrancada e vai tentar agarrar você. Nós tentamos fazer isso o mais instantâneo possível. Alguns até irão pular em você", explicou.

Além dos mortos-vivos, "RE 6" marca a estreia dos J'avo. Com um nome que significa 'demônio' em sérvio, essa criatura é capaz de entender palavras, trabalhar em grupos e até usar armas.

ZUMBIS SÃO O DESTAQUE DO MODO "AGENT HUNT"

  •  

Mais conectado

Assim como em seu antecessor, "Resident Evil 6" possui um sistema de dinheiro, que pode ser coletado quebrando elementos do cenário ou abatendo inimigos. Com essa 'grana', dá pra aprimorar suas armas e adquirir novas habilidades para os personagens.

Outra característica de "Resident Evil 5", a troca de itens entre os personagens também está de volta, assim como as providenciais injeções emergenciais de vitalidade para salvar um parceiro da morte.

Essa conectividade, porém, não será restrita dentro do jogo. A rede online "Resident Evil.Net promete ampliar a experiência com dados estatísticos e progresso do jogador, que poderá compará-los com os de outras pessoas.

Outro recurso interessante é a troca de pontuação de jogo em itens e roupas para o modo 'Mercenaries'.

Gratuito, o serviço terá um aplicativo compatível com smartphones Android ou dispositivos com iOS da Apple ou Windows Phone. Por fim, será possível compartilhar as novidades também pelo Twitter e Facebook.

PAGANDO BEM...

Divulgação
Outro modo que volta à série, o 'Mercenaries' desafia o jogador a eliminar o máximo de inimigos em uma corrida contra o tempo. No comando de soldados mercenários, esse modo não tem ligação com a trama principal e seus mapas também são diferentes dos demais cenários di jogo.

Apostando alto

A Capcom não esconde que "Resident Evil 6" é a sua menina dos olhos no ano. A produtora informou recentemente que o  desenvolvimento já está concluído e garantiu que ele não sofrerá atraso.

Em produção há cerca de 3 anos e meio, "RE 6" contou com uma equipe total de produção de pouco mais de 600 pessoas, sendo 150 funcionários da Capcom e os demais de empresas terceirizadas.

Outra marca não enaltecida pela Capcom, mas que 'vazou' quando o jogo passou pela classificação etária no Reino Unido é a quantidade de cenas não interativas: 4 horas e quinze minutos.

Como comparação, a mesma entidade informou que "Resident Evil 5" continha 65 minutos e 17 segundos de cenas desse tipo, enquanto seu antecessor, "Resident Evil 4" teve 127 minutos.

São números expressivos, o que comprova o comprometimento da Capcom em fazer desse o maior "Resident Evil" já lançado até então. Até o momento, as demonstrações causaram diferentes reações dos jornalistas e jogadores, mas a produtora promete melhorias até que o jogo seja finalmente vendido nas lojas.

De qualquer forma, fãs mais fervorosos de "Resident" certamente não vão se incomodar em experimentar tudo o que as quatro tramas do sexto episódio tem a lhe oferecer.

Com legendas em português, "Resident Evil 6" chega em 2 de outubro para PS3 e Xbox 360. O game também terá uma versão para PC, mas esta segue sem data definida.

ADA WONG PROTAGONIZA TRAMA EXTRA DE "RE 6"

  •  

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo