Jogos

Uncharted 4: A Thief's End

Luiz Hygino

do Gamehall

16/01/2015 13h02

  • Presença de Sam, irmão perdido de Nathan Drake, é a grande novidade de "Uncharted 4"

Três anos depois dos eventos de “Uncharted 3”, o caçador de tesouros mais famoso dos videogames parece ser outra pessoa. A vida tranquila ao lado da esposa Elena em nada lembra as constantes aventuras passadas de Nathan Drake, mas parece ser exatamente o que o aventureiro procurava. Apenas um argumento muito forte poderia levar Nathan de volta à vida de perigos e aventuras, algo que a produtora Naughty Dog parece ter encontrado: o sumido irmão mais velho de Drake, Sam.

“Para Nathan, é algo difícil. Sam é uma parte misteriosa de seu passado. Até agora, não tínhamos a menor ideia de que ele tinha um irmão. Os arrependimentos, as circunstâncias da separação dos dois são muito interessantes. A ausência de Sam na vida de Nathan, por tanto tempo, acabou funcionando como um combustível, nos últimos jogos. Há desconfiança no começo, mas os laços de família estão lá. Com a volta de Sam, eu gosto de pensar que Nathan é uma criança, de novo, do lado do irmão mais velho”, disse Nolan North, ator que empresta a voz a Nathan Drake desde o primeiro “Uncharted”.

Cinco anos mais velho que Nathan, Sam é uma espécie de versão mais irresponsável e tumultuada do já problemático Drake. Nas palavras do roteirista Josh Scherr, “Ele está longe de ser um santo, mas todos que andam com Nathan são assim. Mas Sam está mais disposto a cruzar algumas linhas que seu irmão”.

“Há algo que acontece quando você vê aquele irmão mais novo que é um pouco mais charmoso que você, um pouco mais bonito que você, um pouco mais talentoso que você, pode correr mais rápido, pular mais alto, que é melhor que você. Esse é o Nathan. Antes dele, Sam era o queridinho. Tudo que Sam faz, Nathan faz melhor, mas Sam não vai assumir isso, nunca”, diz Troy Baker, intérprete de Sam e amigo pessoal de Nolan North, o que segundo os atores, ajudou muito a estabelecer intimidade entre os personagens.

CONFIRA O TEASER TRAILER DA E3 DE "UNCHARTED 4"

  •  

Caçadores de tesouro do passado

Em “Uncharted 4: A Thief’s End”, Nathan precisa ajudar o irmão a encontrar um artefato do lendário Henry Avery, pirata que viveu no século XVII e que, reza a lenda, teria roubado quantia que estaria próxima a US$ 400 milhões atuais. A própria vida de Sam depende disso.

Para encontrar o tal artefato, Nathan e Sam vão para Libertalia, lendária ilha próxima a Madagascar que teria sido fundada por piratas, sob liderança do capitão James Mission, por volta do ano 1800, e que teria servido durante cerca de 25 anos como um paraíso para os ladrões do mar.

“O jogo não acontecerá somente na ilha, porque precisamos mesclar o ritmo e mostrar algumas outras coisas. Mas mesmo na ilha, existem lugares muito diferentes”, disse Neil Druckmann,  diretor criativo da Naughty Dog. Além do cenário tropical, apresentado na demonstração do jogo na PlayStation Experience, locações urbanas e com neve estarão no game.

A herança de Ellie e Joel

Os três primeiros títulos da franquia “Uncharted” chegaram ao PS3 em diferentes momentos, entregando poder diferente em um mesmo console. O primeiro “Uncharted”, por exemplo, foi um marco na evolução de jogabilidade e nos fantásticos gráficos que o videogame da Sony poderia oferecer. O curioso é que com “Uncharted 4”, a Naughty Dog chega muito mais preparada para um novo console.

“Ter feito a versão de ’The Last of Us’ para PS4 foi um grande preparativo. Foi fundamental. Aprendemos muito, porque foi uma tarefa muito maior do que imaginávamos. E foi perfeito para que nos preparássemos para ‘Uncharted 4’, disse o co-presidente da Naughty Dog, Evan Wells.

“’The Last of Us’ nos mostrou novos conceitos de como evoluir as coisas. Não é que estejamos entediados enquanto desenvolvedores, mas, como jogadores, queremos jogar algo que seja o melhor ‘Uncharted’ possível, pois o jogo tem potencial demais”, completou o diretor Bruce Straley.

A produção de “Uncharted 4” começou tão logo a terceira aventura de Nathan Drake chegou ao fim, com uma pequena equipe trabalhando em protótipos e conceitos. Quando a Naughty Dog lançou “The Last of Us”, metade da equipe do jogo foi realocada para o novo “Uncharted”, seguida pela outra metade, assim que o DLC “Left Behind” saiu.

“Foi ótimo trabalhar com essas etapas, porque em matéria de tecnologia, pudemos nos estabelecer com calma, adiantando também parte da arte do jogo. Dedicamos muito tempo à fundação, então quando todos chegaram ao projeto, já estávamos a toda velocidade”, explicou Evan Wells.

  • Versão de PS4 de "Last of Us" garantiu experiência valiosa para a equipe de "Uncharted"

Mais bonito do que nunca

Referência unânime quando o assunto é fidelidade visual, a série "Uncharted" continuará impressionando com "Uncharted 4". Os detalhes dos modelos do jogo vão até os pés de galinha no canto dos olhos de Nathan Drake, passando por fios grisalhos de barba e pela grande quantidade de veias aparentes em seus braços.

Cada ação de Drake, algumas com até 60 animações diferentes, terá reação diferente em suas roupas de no cenário que o cerca. O nível de detalhamento beira o absurdo, na promessa da Naughty Dog de que até os pêlos do peito de Nathan reagirão de forma diferente às lufadas de vento.

Experiente, mas cheio de cartas na manga

 O poder dos consoles de nova geração também deverá transformar a jogabilidade em “Uncharted 4”. Pelo que foi visto no único vídeo de gameplay até então revelado, novos itens, com nova funções, transformarão o modo como Drake se relaciona com o ambiente a sua volta.

“É a mesma coisa que você já esperaria de um jogo da série, mas numa escala muito maior. Teremos resolução de quebra-cabeças usando ferramentas, queremos integrar essas coisas. Deu pra ter uma ideia do que fazer com o pino de escalada e a corda, e agora temos também aquela escalada mais técnica, então combinando tudo isso você tem mais opções de exploração”, explicou um dos game designers do jogo, Ricky Chamber.

Os diferentes modos de exploração, aliás, deverão apresentar diferentes experiências e recompensas aos jogadores. Mais do que definir um jeito certo de jogar, ou um caminho correto a se percorrer, a Naughty Dog planeja simplesmente apresentar consequências baseadas nas decisões do jogador. Um destino pode ser alcançado através de uma escalada perigosa e de saltos entre rochas, acionando assim uma série de quick-time events desafiadores. Ou o jogador pode escolher um trajeto entre a mata, muito mais longo e possivelmente com presença inimiga.

“Não há um caminho certo. Você pode fazer uma curva e descobrir algo surpreendente, como um gancho pra corda, ou descobrir um caminho que pode ser explorado com o uso do pino. É uma mistura de ferramentas diferentes. Mas cada caminho vai ter a ação que você quer no jogo”, completou Cambier.

Quanto ao combate, “Uncharted 4” também deverá mostrar algumas novidades, especialmente nos duelos corpo-a-corpo, com novas animações, golpes e possibilidades, que usam e abusam da inteligência artificial aprimorada.

“Já no que diz respeito ao tiroteio, é o mesmo ‘Uncharted’ que todos adoram. É bem resolvido, rápido, e com a mecânica de muros, com cenário destrutível em todo o canto”, garantiu Kurt Margenau, designer do jogo. O modo multiplayer de sucesso também voltará.

ASSISTA A 15 MINUTOS DE AÇÃO EM "UNCHARTED 4"

  •  

O fim está próximo?

A aventura, seja por seu título ou por tantas pistas apresentadas até agora, poderá ser a última de Nathan Drake. No teaser apresentado na E3 do ano passado, as vozes de Drake e de Sully dizem a frase “uma última vez”.

“Acho que é preciso encarar o jogo pensando na grande história que foi escrita até aqui, que evoluiu com a franquia, e perguntar a si mesmo ‘Pra onde esse personagem vai?’ Não estou falando só de Drake, pense em ‘Last of Us’, por exemplo. Quando um personagem não vai mais pra lugar algum, é hora do personagem sair de cena, morrer, ou dar seu adeus, independente do que isso signifique”, finalizou Neil Druckmann

“Uncharted 4: A Thief's End” chega às lojas ainda neste ano, exclusivamente para o PS4.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Jogos

Topo