Topo

Produtora de "Taikodom" está desenvolvendo jogo para PS3

Douglas Vieira

Do Gamehall

10/05/2012 15h08

Além do PC, a Hoplon, produtora brasileira que criou do MMO "Taikodom" vislumbra um novo desafio no horizonte: desenvolver um game para PlayStation 3.

“Desenvolver para o PlayStation 3 é um sonho, o ponto em que todos os desenvolvedores gostariam de chegar”, explicou Tarquinio Teles, presidente da Hoplon. Por enquanto, a produtora não divulgou maiores detalhes sobre a nova investida.

Em busca de novos rumos, a Hoplon não pretende ficar só no desenvolvimento de jogos para PS3. De acordo com o gerente de publicação Guilherme Loureiro, “a empresa também quer investir em jogos sociais, games para crianças e para mulheres”.

Tendo em vista que a Hoplon começou com jogos de computadores, o que dizer sobre distribuir games futuros no Steam? E sobre o Xbox Live?

“Pensamos em distribuir jogos no Steam. Faremos o que estiver ao nosso alcance e for melhor para o jogador”, explicou Tarquinio ao ser questionado por UOL Jogos, concluindo com a informação de que a rede do Xbox 360 não está nos seus planos.

Taikodom
Taikodom
#dev_albumEmbed015('tagalbum','43274+AND+16715')

INVESTIMENTO ESPACIAL

  • Desde o início do desenvolvimento de “Taikodom” já foram investidos R$ 40 milhões, valor dividido entre gastos com o jogo, infraestrutura da empresa e na própria equipe, que atualmente conta com 115 funcionários.
    “Os investidores já entraram no processo sabendo que seria uma brincadeira cara”, comentou Teles, que ainda disse que sente uma “inveja positiva” do suporte que as empresas corenas recebem para desenvolver seus games.

Universo em expansão

Além de iniciar o desenvolvimento do jogo para PS3, a Hoplon planeja manter seu universo nos MMOs em expansão. A grande novidade para "Taikodom" é o lançamento de uma atualização que levará o game ao restodo mundo, graças à parceria recentemente firmada com a GamersFirst.

Essa atualização chega em agosto e vai adicionar confrontos entre times, que vão se enfrentar não apenas para deixar o nome da sua companhia (ou guilda, como preferir) mais conhecido, mas também para conquistar territórios no jogo e prêmios reais (possivelmente teclados, mouses e coisas do gênero).

A Hoplon também tem planos de deixar o game com um visual mais “dark”, para atrair a atenção dos jogadores adultos e criar uma aura mais voltada para o sistema de guerra que estará disponível futuramente.

Por falar em futuro, há planos de lançar um aplicativo para celulares Android, onde líderes de companhias poderão monitorar o que está acontecendo com o grupo, bem como uma rede social para encontrar pessoas e reportar aquele “mala” que está atrapalhando a sua diversão. Até mesmo a distribuição de “Taikodom” na App Store está em pauta.

“Queremos ver o público brasileiro contente com ‘Taikodom’. Quando isso acontecer, aí vou poder ficar com a sensação de missão cumprida”, disse Tarquinio Teles, presidente da Hoplon.

Nova parceria

Além de “Taikodom”, a Hoplon passará a ter em seu catálogo, jogos da GamersFirst. O primeiro deles é “Fallen Earth”, RPG online pós-apocalíptico que terá servidores e suporte no Brasil, marcando um novo passo na trajetória do grupo catarinense como distribuidor.

Com uma fase de teste programada para o segundo semestre e sem localização inicial para o português, “Fallen Earth” leva o jogador para um mundo em que pode escolher entre seis facções diferentes: Chota, Enforcer, Lightbearer, Tech, Tra veler e Vista. Cada uma possui características distintas, e um ou mais grupos são inimigos declarados (Lightbearer e Traveler não se dão bem, por exemplo).

O jogo também conta com outras características típicas de outros RPGs online, como combates entre jogadores, criação de itens e sistema de clãs.

VEJA "TAIKODOM" EM AÇÃO

  •  

Mais Jogos