Jogos

Jogos para celulares: "Temple Run 2" não inova, mas diversão é a mesma

Akira Suzuki

Do UOL, em São Paulo

25/01/2013 19h07

Um dos jogos para celulares mais baixado de todos os tempo, com 170 milhões de downloads, "Temple Run" inaugurou um estilo de jogo, em que um aventureiro corre para o fundo da tela e deve desviar de obstáculos. Games como "Pyramid Run", "Zombie Run" e "Pitfall" copiaram a fórmula.

Agora, a Imangi Studios lança a segunda edição do game, para Android e aparelhos da Apple - e o melhor: de graça.

A mecânica de jogo é praticamente a mesma - ou seja, com sérios riscos de se viciar. Tudo que o jogador tem que fazer é pular, deslizar e virar quando a situação pedir. No começo é fácil, mas as coisas vão ficando cada vez mais frenéticas com o passar das fases.

Ao infinito

  • Reprodução

    Em "Temple Run 2", um aventureiro deve fugir freneticamente de um enorme macaco

Além de o gráfico ter melhorado bastante, as fases estão mais naturais: há leves curvas para que o caminho não fique assim tão monótono. Além disso, acrescenta fases de deslizar em cordas e de descida com carrinho de mineiro.

Lançado em 16 de janeiro no iPhone e iPad, "Temple Run 2" ficou no topo da App Store logo de cara - e assim permanece. No Android o game foi lançado nesta sexta e já está na faixa entre 1 e 5 milhões de downloads da Google Play.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo