Topo

Geek

"Sem os games não estaria onde estou hoje", diz Mark Zuckerberg

Divulgação/Facebook
Fã de games e de realidade virtual, Mark Zuckerberg disse que os jogos o apresentaram ao mundo dos computadores e da programação aos dez anos de idade Imagem: Divulgação/Facebook

Do UOL, em São Paulo

28/04/2016 12h49

Para Mark Zuckerberg, jogar videogames foi um fator decisivo para sua carreira de sucesso. A revelação surgiu após o empresário ter sido questionado via Facebook se ele permitiria que seus filhos jogassem "Minecraft" em realidade virtual.

Em seu perfil na rede social, o CEO do Facebook publicou um vídeo na noite de ontem (27) alusivo ao lançamento dessa versão do game e se mostrando empolgado com a novidade. Um seguidor, então, fez o seguinte questionamento: "Mark Zuckerberg!! Você recomendaria que seus filhos jogassem esse tipo de jogo? Eu te admiro, mas esse tipo de game significa perigo para nosso futuro!".

Ao responder seu seguidor, Zuckerberg expôs que, se não fossem os games, ele não estaria onde está. "Eu certamente deixaria meus filhos jogarem. Foi assim que eu fui apresentado aos computadores e programação quando tinha dez anos de idade. Sem jogos, eu não estaria onde estou hoje."

Ele já havia dito algo similar durante uma sessão de perguntas e respostas realizada no escritório de sua empresa, na Califórnia, na metade de 2015. Na ocasião, o empresário chegou a afirmar que criou vários jogos para si próprio, "e eles eram terríveis", brincou.

Vale lembrar que, há dois anos, o Facebook comprou a Oculus VR, responsável pelo aparelho Oculus Rift. O próprio Zuckerberg reafirmou seu interesse pela tecnologia e se mostrou empolgado com seu avanço durante um congresso voltado ao mercado de dispositivos móveis realizado em Barcelona, no mês de fevereiro. Na ocasião, ele disse que essa seria "a plataforma mais social de todas".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor