Última expansão de "Witcher 3" oferece mais de 30 horas extras de jogo

Pablo Raphael

Do UOL, em São Paulo

O premiado RPG "The Witcher 3" recebeu na última semana a expansão "Sangue e Vinho", episódio final da saga do bruxo Geralt de Rívia. O conteúdo extra custa R$ 56 e faz parte do passe de temporada do game, que traz também a aventura "Corações de Pedra". Com mais de 30 horas de jogo, um novo cenário para explorar e gráficos melhores do que o jogo original, "Sangue e Vinho" vale cada centavo.

A nova aventura se passa na região de Toussant, um mapa que não faz parte do cenário original de "The Witcher 3" e é tão grande quanto a área central do jogo, mas esqueça os campos marcados pela guerra: O ducado de Toussant é mais vivo, colorido e densamente habitado do que as paisagens de "Wild Hunt". Sem entrar em maiores detalhes, a trama de "Sangue e Vinho" envolve vampiros e um grupo de cavaleiros, com o mesmo tom sombrio e ao mesmo tempo bem-humorado das aventuras anteriores de Geralt, com aquele jeitão de "conto de fadas distorcido" que é a especialidade da produtora polonesa CD Projekt.

Sobre a história, a única reclamação é a falta de personagens tão envolventes quanto os de "Wild Hunt", mas isso se deve mais ao pouco tempo de convívio com a nova trupe de Geralt - você não passa tanto tempo com eles quanto o que investiu ao lado de Yennefer, Ciri ou do Barão no jogo original.

Fora da trama principal, você terá várias missões paralelas e contratos para caçar monstros, com o mesmo capricho das aventuras de "Wild Hunt". As missões secundárias levam Geralt a explorar recantos distantes de Toussant e se envolver em situações inusitadas - como, por exemplo, consumir cogumelos alucinógenos e 'viajar' em um cenário surreal ou enfrentar um inimigo colossal ao lado de cavaleiros medievais.

Para jogadores veteranos

Para jogar "Sangue e Vinho", é recomendado que o jogador esteja ao menos no nível 35. Ainda assim, o combate vai ser mais duro e punitivo do que o esperado, principalmente quando Geralt está às voltas com inimigos novos, sejam monstros ou as criaturas selvagens de Toussant. Por sorte, o game traz também novas opções de mutagênicos, as "vantagens" que você equipa para alterar características do bruxo, acrescentando bônus para certas magias ou ataques, por exemplo.

Nessa expansão, é possível combinar diferentes mutagênicos para criar novos poderes e melhorias. Isso dá uma vida extra e acrescenta desafio para quem já fez de tudo no jogo original e se acostumou com uma construção eficiente de personagem. Agora, você pode experimentar coisas novas sem ter que começar tudo de novo. Por exemplo, é possível adicionar efeitos congelantes ao sinal de Aard: Você empurra os inimigos para longe ao mesmo tempo em que congela (e despedaça) alguns deles.

The Witcher 3: Wild Hunt
The Witcher 3: Wild
 
 
 
 
 
Hunt

Brincando "de casinha"

Outra adição bacana de "Sangue e Vinho" é o sistema de gerenciamento de propriedade. Na expansão, Geralt adquire um vinhedo e você precisa administrar o negócio. As tarefas vão desde dar um nome para o seu vinho, investir seu dinheiro em coisas como camas, decoração, porta-espadas e outras benfeitorias. Até mesmo personagens antigos podem aparecer por aqui, dando uma carga emocional maior para o micro-gerenciamento.

Esses elementos de gerenciamento mostram a atenção da CD Projekt aos detalhes e permitem apreciar o mundo de "The Witcher 3" em um ritmo diferente das andanças e combates de Geralt... ao mesmo tempo em que preparam o jogador para se despedir do bruxo de cabelos brancos.

RELEMBRE A AVENTURA ÉPICA DE "THE WITCHER 3: WILD HUNT"

  •  

De certa forma, o vinhedo é uma celebração da vida de Geralt como aventureiro: você pode participar de um torneio de luta, ter um artista pintando seu retrato e outras situações que colocam Geralt no papel de herói e não mais de "aberração caçadora de monstros". Com um tom de aposentadoria, esses elementos deixam a expansão com o inevitável tom de despedida do bruxo.

Assim como "Witcher 3: Wild Hunt", a expansão "Sangue e Vinho" está disponível para PC, PS4, Xbox One e traz dublagem e legendas em português, o que é essencial para o jogador menos familiarizado com o inglês compreender e se envolver na aventura de Geralt.

LEIA MAIS

UOL Cursos Online

Todos os cursos