Topo

Jogos

PlayStation


"Rise of Iron" teve mais lucro na primeira semana do que "Destiny" original

Divulgação
Expansão mais recente de "Destiny", "Rise of Iron" adiciona diversos conteúdos à aventura espacial Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

2016-10-31T15:19:32

31/10/2016 15h19

A mais recente expansão de "Destiny", "Rise of Iron", rendeu à produtora Bungie US$ 59,1 milhões em sua primeira semana. O valor considera apenas as vendas digitais - o pacote em mídia física "Destiny: The Collection" está excluído desta conta - e é proveniente de um levantamento feito pela consultoria Superdata.

É um número considerável, ainda mais se levarmos em conta que na ocasião de lançamento do "Destiny" original, a soma das cópias digitais e físicas renderam US$ 47,5 milhões. Ainda cabe dizer que a comparação aqui envolve um jogo vendido a "preço cheio" e uma expansão consideravelmente mais barata, o que enaltece ainda mais o desempenho do conteúdo adicional.

Essa notícia, porém, não deverá ser agradável para quem critica o atual modelo de negócio das produtoras, em especial a frequência cada vez maior de conteúdos adicionais lançados. Casos como o de "Destiny" e de "Call of Duty: Black Ops 3", que desde abril tem 80% do seu faturamento resultante de transações digitais, tendem a incentivar as produtoras a manter a prática por mais tempo.

"Destiny: Rise of Iron" está disponível para PlayStation 4 e Xbox One.