"Super Mario Run" pode consumir dados de internet em poucos dias

Do UOL, em São Paulo

Primeiro grande jogo da Nintendo para celular envolvendo uma de suas marcas icônicas - "Pokémon GO" foi produzido por outra empresa, a Niantic Labs - "Super Mario Run" tornou-se rapidamente um dos aplicativos mais populares da App Store, chegando a 10 milhões de downloads em seu dia de lançamento.

A popularidade repentina do jogo foi tão grande que os servidores da Nintendo estão sofrendo para lidar com todas as informações. Por causa disso, testes indicam que o game pode acabar rapidamente com o plano de dados de jogadores que não estiverem conectados a uma rede WiFi.

Sites como o pocketnow indicam que, para rodar de forma aceitável, o game gasta cerca de 40 a 60 megabytes de dados por hora. Isso quer dizer que, caso o jogador tenha um plano de 5 GB, ele seria totalmente consumido por "Super Mario Run" (e apenas por "Super Mario Run") em cerca de duas semanas.

Este consumo, de acordo com reportagem de UOL Jogos, é similar a de jogos online populares no PC, incluindo "League of Legends", "DOTA 2" e "World of Warcraft".

  • Counter-Strike: Global Offensive - 100 a 130 MB
  • Destiny - 150 a 300 MB, dependendo da atividade
  • Diablo III: Reaper of Souls - 8 MB
  • Dota 2 - 50 MB
  • FIFA 16 - 20 MB
  • Guild Wars 2 - 20 a 30 MB
  • H1Z1 - 44 MB
  • HearthStone - 1 a 2 MB
  • Heroes of the Storm - 50 MB
  • League of Legends - 30 a 50 MB
  • Overwatch (beta) - 52 MB
  • Rainbow Six: Siege - 34,5 MB
  • Smite - 45 a 50 MB
  • Street Fighter V - 21,4 MB
  • The Division - 80 a 100 MB
  • World of Tanks - 6 MB
  • World of Warcraft - 30 a 40 MB

Em comparação, "Pokémon GO", no auge de sua popularidade, chegava a apenas 10 MB por hora.

Como o game só pode ser jogado com uma conexão online constante, o melhor a fazer por enquanto é jogar o game conectado a uma rede sem fio.

Sempre conectado

A Nintendo revelou que "Super Mario Run" só poderia ser jogado com uma conexão com a internet poucos dias antes de seu lançamento, por meio de uma entrevista com o presidente da Nintendo of America, Reggie Fils-Aime.

"Vemos nosso software como algo de muita importância", disse ao site Mashable. "E também queremos oferecer aos consumidores que estão comprando o jogo uma forma em que o software é seguro, e que eles poderão jogar em um ambiente estável."

O executivo indicou que a motivação principal por trás desta medida era proteção contra pirataria. Isso também explica porque a Nintendo decidiu lançar o jogo inicialmente apenas para plataformas iOS, com versão para Android prevista apenas para 2017.

Veja 5 dicas para aproveitar melhor o jogo

Big N no celular

A Nintendo anunciou planos de criar jogos para celular em 2015, junto com a revelação de que estava trabalhando em uma nova plataforma, que se viria a ser o Switch.

O primeiro game da empresa, "Miitomo", lançado em julho no Brasil, e serve como uma espécie de rede social utilizando os avatares da Nintendo, conhecidos como "Miis".

"Super Mario Run" é apenas o primeiro grande projeto da Nintendo envolvendo algumas de suas grandes franquias. O game pode ser baixado gratuitamente, mas para jogar a versão completa o usuário deve gastar US$ 10.

A empresa também planeja games de "Fire Emblem" e "Animal Crossing" no futuro.

 

LEIA MAIS

UOL Cursos Online

Todos os cursos