Topo

Nos EUA, streamer morre após jogar 22 horas sem parar

Reprodução/The Sun
Brian "Poshybrid" Vigneault estava fazendo transmissão especial de caridade Imagem: Reprodução/The Sun

Do UOL, em São Paulo

21/02/2017 17h46

O streamer de Twitch Brian "Poshybrid" Vigneault, de 35 anos, faleceu no último domingo (19) após fazer uma transmissão de 22 horas para caridade.

Vigneault, conhecido principalmente pela comunidade de "World of Tanks", planejava fazer uma maratona de 24 horas transmitindo suas sessões de jogatina para angariar doação para a Fundação Make-A-Wish, focada em crianças com doenças graves.

Durante a madrugada de domingo (19), Vigneault levantou para fumar e nunca mais voltou. Inicialmente, seus fãs acharam que ele havia caído no sono, até um amigo mandar uma mensagem pela rede social Discord.

Quem respondeu o amigo acabou sendo um detetive do departamento de polícia de VIrginia Beach, que dizia estar investigando a morte de Vigneault.

Mais tarde, o departamento confirmou à imprensa que estava fazendo uma investigação sobre a morte do homem, e a causa da morte ainda não foi definida.

De acordo com informações do site PVP Live, o streamer tinha hábito de fazer transmissões de mais de 20 horas por dia, com pouco tempo para descansar. Isso, somado com seu vício em cigarros poderia ter contribuído para um infarto, embora isto seja apenas especulação da comunidade.

O clã do streamer em "World of Tanks", FAME, lamentou sua morte oficialmente no Facebook.

"Não podemos encontrar as palavras para descrever o quão triste é este momento para todos nós, e com certeza este jogo não será o mesmo sem a lenda", diz o post.

O canal de Vigneault virou um memorial em homenagem ao streamer.

Mais Jogos