Topo

Ele conquistou um grande desafio de "Destiny" antes de morrer de câncer

Reprodução
Personagem de Mike Mariano alcança Farol pela primeira vez Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

06/03/2017 12h32

Mike Mariana era um grande fã de "Destiny", tendo jogado o shooter da Bungie desde a fase beta do jogo.

Infelizmente, pouco após o lançamento oficial de "Destiny", Mike foi diagnosticado com câncer de reto. Mesmo com sua saúde em deterioração,  ele continuou a aproveitar o game por mais de 2.800 horas e com três personagens diferentes.

Ainda assim, Mike não conseguia completar um de seus maiores objetivos dentro do jogo: chegar ao Farol, local que só pode ser acessado após vencer 9 partidas seguidas no modo competitivo "Desafios de Osíris".

Por isso, Elliot e Tim - dois amigos que Mike conheceu por meio de um clã de "Destiny" - decidiram ajudar a realizar o desejo do companheiro.

Reprodução
Mike Mariana com um de seus filhos Imagem: Reprodução

"A maioria de nós seguiu para outros jogos. Mike ficou com 'Destiny'", disse Tim ao site Kotaku. "Não tinha ouvido dele por uns tempos então decidi entrar em contato um dia, e ele me contou que foi diagnosticado com câncer de reto. Disse que o único jogo que conseguia jogar era 'Destiny'. Todos os outros jogos o deixavam mal por efeitos da quimio."

"Quando ouvi isso, baixei 'Destiny' de novo para jogar com ele".

Mesmo com a ajuda, ainda era impossível alcançar as 9 vitórias do Desafio, e a saúde de Mike começou a ser um fator. Por isso, a dupla de amigos entrou em contato com Benjamin Lupo, mais conhecido como "DrLupo", um streamer de Twitch com experiência nos Desafios de Osíris.

"Quando [Mike] tenta jogar games a este ponto ele fica enjoado e não consegue continuar", dizia a mensagem que Elliot mandou para DrLupo. "Alcançar uma vitória perfeita tem sido um objetivo de longa data de Mike. Nem eu ou outros membros do clã somos bons o suficiente para fazer isso por ele."

Após confirmar a veracidade da história, Lupo ajudou Mike a conseguir alcançar o farol.

"Eu fiz o que precisava ser feito: ajudar Mike a esquecer sua dor por uma hora", escreveu o streamer na rede social Reddit. "Levá-lo até o Farol pela primeira vez. E se divertir muito enquanto fazíamos isso."

"E enquanto isso, ele e seus amigos nos deixaram saber um pouco mais sobre suas vidas e me lembraram que eu não transmito para mim, e sim que transmito para pessoas que criaram uma comunidade incrível ao redor de 'Destiny'."

Após quatro anos lidando com o câncer, Michael Mariana faleceu na semana passada, deixando dois filhos. Um fundo de doações em homenagem a ele foi criado pela família, e arrecadou US$ 7.796 no momento da publicação desta nota.

Mais Jogos