PC

"NieR: Automata" é ótima mistura de história complexa e combate mirabolante

Victor Ferreira

Do Gamehall, em São Paulo

28/03/2017 12h00

A Square Enix lançou uma sequência de “NieR”.

Isso, por si só, é quase inacreditável.

Embora seja considerado um “clássico cult” com uma base de fãs dedicada, o jogo original para PS3 e Xbox 360 nunca foi um sucesso ao ponto de se pensar em uma sequência - isso sem contar que narrativa do primeiro “NieR” era bem concisa e sem muitas pontas soltas.

Ainda assim, a publisher japonesa decidiu investir na ideia, juntando a estranha mente de Yoko Taro (responsável por “NieR” e a série “Drakengard”) com o estúdio Platinum Games (de “Bayonetta” e “Metal Gear Rising: Revengeance”).

E, no fim das contas, a combinação acabou funcionando perfeitamente.

Divulgação
O combate, embora simples, requer precisão e atenção por parte do jogador Imagem: Divulgação

Enquanto “NieR” foi elogiado por sua narrativa, a jogabilidade nunca foi vista como um de seus pontos fortes (embora ainda seja um passo à frente de “Drakengard”). Agora, graças ao talento dos desenvolvedores da Platinum, as mecânicas de combate funcionam perfeitamente, conseguindo misturar elementos de RPGs de ação em mundo aberto, plataforma em 2D, jogos de nave como “Ikaruga” e “Radiant Silvergun”, tudo com perfeita sincronia e naturalidade.

Arte/UOL Jogos
Game foi avaliado no PlayStation 4 Imagem: Arte/UOL Jogos

O que só dá mais espaço para Yoko Taro fazer o que sabe de melhor: histórias bizarras e intrigantes.

“NieR: Automata” acontece milhares de anos no futuro, retratando uma guerra aparentemente sem fim entre robôs e androides (sim, há uma diferença... ou será que não).

No início, o game é centrado nas unidades 2B e 9S, dois androides que são enviados para a Terra como parte de uma missão de reconhecimento e que acabam se envolvendo em um confronto direto com a rede de máquinas inimigas.

Como em outros trabalhos de Taro, porém, a narrativa se torna bem mais complexa do que aparenta conforme o jogador vai explorando o jogo.

Divulgação
Estes dois não são o que parecem Imagem: Divulgação

É difícil falar nos pontos fortes e reviravoltas da trama sem estragar a experiência, mas pouco a pouco todos os elementos apresentados no jogo vão sendo desconstruídos, da evolução do relacionamento entre a fria 2B e o energético 9S até o conflito e a própria natureza das duas facções.

Cada novo grande “final” da história mostra uma nova faceta dentro do mundo de “NieR: Automata”, seja ao apresentar novos personagens jogáveis, conceitos de gameplay diferentes ou mesmo novas cenas - ou cenas vistas por outro ângulo - que recontextualizam tudo o que você havia visto antes.

Até mesmo as missões paralelas, que em geral não passam da estrutura básica de “vá para este lugar e mate estes monstros” ou “vá para este lugar e encontre esta coisa” ainda funcionam por ao menos apresentar histórias interessantes e recompensas úteis.

Mesmo algo simples como melhorias para as armas trazem algo de interessante ao contar as histórias por trás delas - o que é algo que acontece desde o primeiro “Drakengard”, para ser justo, mas ainda traz um incentivo a mais para buscar estes upgrades.

Também é importante notar que, com exceção de alguns personagens e referências especiais, a narrativa não precisa de um entendimento muito grande do primeiro “NieR”, podendo ser jogado tranquilamente por novatos.

“NieR: Automata” é uma experiência curiosa, e mesmo com alguns bugs e problemas de taxa de quadros aqui e ali ainda vale a pena para quem quiser um game um tanto esotérico, mas ainda simples o suficiente para ser jogado por qualquer fã de jogos de ação em mundo aberto.

O jogo está disponível para PC e PlayStation 4.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

gwent-anuncia-entrada-nos-esports-com-diversos-torneios
do UOL
esg-tour-mykonos-2017-tem-seus-grupos-revelados
do UOL
do UOL
UOL Jogos
UOL Jogos
os-5-anos-de-csgo-e-os-momentos-significativos-do-competitivo-brasileiro
optic-acaba-com-o-misterio-e-anuncia-sua-lineup-de-csgo
teaser-do-novo-operador-de-r6-lesion-e-divulgado-nesta-segunda-21
hltv-atualiza-seu-ranking-com-sk-e-immortals-no-top-4
do UOL
junkertown-sera-o-proximo-mapa-de-escolta-de-overwatch
cinco-anos-de-csgo-relembre-algumas-lines-tao-antigas-quanto-o-game
UOL Jogos
do UOL
paralisia-facial-afastou-brokenshard-do-league-of-legends
do UOL
do UOL
eu-disse-pro-marf-entrar--ele-e-melhor-que-eu-de-cassiopeia--comenta-brucer
faze-clan-anuncia-olofmeister-oficialmente
team-one-faz-historia-ao-vencer-a-red-e-garantir-vaga-na-final-do-cblol
do-brasil-para-a-alemanha-brk-e-fontt-falam-sobre-as-finais-da-pro-league
pain-devera-treinar-contra-times-latinos-afirma-loop
o-comeco-da-danca-das-cadeiras-e-o-futuro-dos-times-de-rainbow-six-siege
a-tradicao-supera-a-intrepidez-pain-vence-intz-e-garante-vaga-no-mineirinho
envyus-confirma-sua-participacao-na-esg-tour-mykonos-2017
os-leaks-de-r6-e-nova-operadora-confirmada-conheca-a-ying-e-seu-teaser
brokenshard-fica-de-fora-das-semifinais-do-cblol
a-prova-de-tilt-a-preparacao-psicologica-para-as-semifinais-do-cblol
team-one-garante-vaga-em-torneio-internacional-ao-conquistar-titulo-da-esea
epl-divulga-lineup-da-immortals-intacta-apenas-com-adicao-de-horvy
do UOL
UOL Jogos
riot-lanca-colecionaveis-das-guardias-estelares
br6-nesk-fala-sobre-jogo-de-domingo-e-sobre-final-contra-a-black-dragons
proxima-atualizacao-de-gwent-tera-novas-funcionalidades-sociais
olof-pode-estar-muito-perto-de-assinar-com-o-faze-clan
divisao-no-elenco-da-immortals-parece-iminente
vash-e-suspenso-por-cinco-jogos-por-reincidencia-de-toxicidade
apos-campanha-complicada-operation-kino-anuncia-o-fim-da-equipe-de-r6
metagaming-do-pistolete-muda-aos-poucos-apos-updates-da-valve
visdom-deixa-a-cnb-depois-de-quatro-derrotas-pela-equipe
do UOL
horvy-se-reaproxima-da-immortals
rafifa---brasileiro-no-psg-representa-o-brasil-em-mundial-de-fifa
riot-anuncia-campeonato-paulista-de-lol
final-com-gosto-de-revanche-black-dragons-e-brk-se-enfrentam-no-br6
lddm-muda-novamente-e-knight-capitao-do-time-comenta-o-assunto
cloud9-anuncia-dois-reforcos-importantes-em-sua-lineup-de-csgo
do UOL
Topo