Geek

Apenas 6% dos brasileiros se consideram jogadores fanáticos, diz pesquisa

Reprodução
Aumento do número de jogadores casuais tem relação direta com o uso cada vez mais frequente de celulares como plataforma para se jogar Imagem: Reprodução

Barbara Gutierrez

Do UOL, em São Paulo

04/04/2017 09h58

Pesquisa Game Brasil 2017 traça hábitos dos gamers no país

Você se considera um jogador esporádico ou leva os games mais para o fanatismo? Segundo a PGB, apenas 6,1% do público gamer se considera 'hardcore', enquanto a maioria esmagadora (54,1%) se identifica como consumidor casual.

A apuração da Pesquisa Game Brasil já é realizada há alguns anos e oferece números sobre os hábitos do público nacional. Por exemplo, os dados a respeito dos consoles são, no mínimo, curiosos - o Xbox 360 é o console mais popular no país.

O mercado de games se encontra na oitava geração de plataformas, com o Xbox One, PS4 e Wii U há mais de três anos, mas a realidade do consumidor no Brasil é outra. Utilizado por 44,2% dos gamers, o Xbox 360 leva facilmente o título de maior número de aparelhos nas casas brasileiras, seguido do PlayStation 3 (29,2%) e do PlayStation 2 (26,5%).

Reprodução
O videogame preferido das mulheres também é o Xbox 360 (37%). Assim como a média geral, elas costumam jogar entre 1 e 3 horas por semana. Imagem: Reprodução

Em termos de preferência - levando em conta que o console mais popular possui a maior base instalada entre os gamers, enquanto o console preferido é algo relacionado ao desejo e os entrevistados não necessariamente possuem o aparelho - o PlayStation 4 assume a liderança com 30,7%, deixando o Xbox 360 em segundo lugar, com 28,6%, tirando a sua liderança de 2016.

Mas a maioria dos brasileiros escolheu os celulares como dispositivo favorito para a jogatina: 37,6% para ser mais exata, enquanto os consoles (28,8%) e o computador (26,4%) ficaram atrás deste número.

Tem mais: o gamer no país é multiplataforma – 74% dos entrevistados jogam em mais de um dispositivo. Seguindo os números de preferência acima, o smartphone é a plataforma mais popular dos jogadores (77,9%), seguido de computadores (66,4%) e consoles (49%).

As descobertas realizadas pela pesquisa foram obtidas através de cruzamentos e análises comparativas entre os resultados das respostas de quase três mil pessoas em todos os estados brasileiros entre os dias 1 e 16 de fevereiro de 2017 para analisar o ano de 2016 no mercado de jogos nacional.

A Pesquisa Game Brasil foi elaborada entre as empresas Sioux, Blend New Research e pelo núcleo de Estudos e Negócios em Marketing Digital da ESPM, além do apoio da empresa Homo Ludens.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
UOL Jogos
UOL Jogos
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
UOL Jogos
UOL Jogos
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
UOL Jogos
do UOL
do UOL
Topo