Topo

Jogos

Nintendo

Russo é condenado por jogar "Pokémon GO" em igreja

Reprodução
Blogueiro Ruslan Sokolovsky jogando "Pokémon GO" em uma igreja ortodoxa russa Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

11/05/2017 08h57

O blogueiro russo Ruslan Sokolovsky foi condenado a 3 anos e meio de pena suspensa e prisão domiciliar por se filmar jogando "Pokémon GO" dentro de uma igreja como ato de protesto.

Sokolovsky, de 22 anos, foi julgado culpado por "incitar ódio, violar sentimentos religiosos, e posse ilegal de equipamento especial técnico - uma caneta especial com uma câmera.", segundo o julgamento da juíza Yekaterina Shoponyak.

O vídeo foi gravado em agosto de 2016, mostrando o blogueiro usando seu smartphone na chamada "Igreja do Sangue", construída no lugar onde supostamente o czar Nicolau II e sua família foram assassinados durante a Revolução Russa.

A ação enfureceu os cristãos ortodoxos, que pediram a prisão imediata do jovem. Desde outubro, Sokolovsky estava em um centro de detenção.

"Eu posso ser um idiota, mas não sou um extremista", escreveu o blogueiro em um depoimento de abril. "Há muito tempo atrás, pessoas eram presas em campos e por um período de tempo maior - não 3,5 anos, mas por décadas - porque eles fizeram piadas com comunismo e Stalin."

"Agora querem me aprisionar por 3 anos e meio porque eu fiz uma piada obscena sobre a Ortodoxia e o Patriarca Kirill [líder máximo da Igreja Ortodoxa Russa]", continuou. "Para mim, isto é selvageria e barbarismo. Eu não entendo como isto é possível. Apesar de tudo, como vemos, isto é de fato possível."

Após a sentença, Sokolovsky agradeceu a mídia por divulgar sua história. "Eu provavelmente teria sido mandado para prisão se não fosse pelo apoio de jornalistas".

O jovem estará em prisão domiciliar até 14 de agosto.

A condenação do blogueiro não é muito diferente do que aconteceu em 2012 com a banda Pussy Riot, cujas integrantes foram julgadas a cumprir 2 anos de prisão após fazer um show em uma igreja.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor