"Monster Hunter: World" só não é "Monster Hunter 5" no nome, diz produtor

Divulgação/Capcom
Presença constante na série desde o primeiro "Monster Hunter", Rathalos é um dos oponentes em "World" Imagem: Divulgação/Capcom

Théo Azevedo

Do UOL, em Los Angeles

16/06/2017 17h21

"'Monster Hunter: World' é um jogo da série principal, e não um spin-off," garante o produtor Ryozo Tsujimoto. "Não colocamos um número no título porque achamos que ver um '5' ali poderia ser intimidador para jogadores novos, que nunca experimentaram a franquia antes."

Em entrevista ao UOL Jogos, Tsujimoto explicou qual é o conceito por trás do recém-anunciado game de PlayStation 4, Xbox One e PC: "com todas as melhores tecnologias disponíveis, queremos ver que tipo de 'Monster Hunter' podemos criar - um game com ecossistemas que vivem e respiram."

Extremamente adorada no Japão, a série "Monster Hunter" nasceu no PlayStation 2 em 2004. Mas foi no portátil PSP que ela realmente ganhou tração, em uma crescente de popularidade que continuou com o Nintendo 3DS.

"Sempre que decidimos iniciar o desenvolvimento de um novo 'Monster Hunter', pensamos em qual hardware é o melhor para transformar o conceito que imaginamos em realidade," conta o produtor. "No caso de 'World', voltar para os consoles de mesa simplesmente foi a melhor escolha."

Não por acaso, perguntas sobre "Monster Hunter XX", o novo game da série no Japão para Nintendo Switch e 3DS que ainda não foi confirmado para outros países, não foram respondidas; "World" é o novo foco da franquia no Ocidente.

Divulgação/Capcom
A Capcom mostrou dois novos monstros que debutarão em "Monster Hunter: World"; este é um deles Imagem: Divulgação/Capcom

"Durante o trailer de anúncio, ao invés de cenas de combate, preferimos mostrar as coisas que são novas para a série, como a necessidade de se esconder dos monstros antes da caçada," explica o diretor do game, Kaname Fujioka.

"Em 'World', não há telas de carregamento entre as áreas de um mapa. Isso quer dizer que você não pode simplesmente passar da área 3 para a 4 para fugir de um monstro - você precisa ser capaz de utilizar o cenário a seu favor com inteligência para estar realmente seguro."

Tanto Tsujimoto quanto Fuijoka garantem que o que foi mostrado na E3 2017 é apenas um gostinho de tudo o que "World" oferecerá quando for lançado no início de 2018.

"Apresentamos o game com a área 'Ancient Forest', que é uma floresta nos moldes tradicionais, com árvores e lagos. É natural que os monstros que habitam um cenário assim sejam parecidos com criaturas que conhecemos do mundo real," explica Tsujimoto. "Mas na medida em que formos mostrando cenários mais fantásticos, as criaturas que apresentaremos também irão ficar mais diferenciadas."

"Além disso, como criaturas como o Rathalos foram recriadas em alta definição, mesmo as reaparições de monstros clássicos serão bem impactantes para quem já jogou games anteriores da série."

Assista ao trailer de revelação de "Monster Hunter: World"

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Jogos

Topo