Topo

Jogos

Dragon Ball

Em uma só tacada, "Dragon Ball Super" agrada fãs e desafetos de Broly

Reprodução
Por ciúmes de sua irmã, Kale se transformou novamente em uma forma poderosa e descontrolada de Super Saiyajin em "Dragon Ball Super" Imagem: Reprodução

Rodrigo Lara

Do Gamehall

24/07/2017 10h47

O 100º episódio de "Dragon Ball Super" saiu melhor do que a encomenda e conseguiu algo raro: agradar tanto quem é fã quanto quem detesta o personagem Broly.

Recheado de referências ao Lendário Super Saiyajin - que apareceu pela primeira vez no longa "O Poder Invencível", de 1993 - esse capítulo também enterrou de vez qualquer chance do vilão ser "canonizado" dentro da cronologia da série. 

As referências a Broly surgiram pela primeira vez há algumas semanas, quando Kale, uma saiyajin do Universo 6 se transformou em uma versão de Super Saiyajin bastante poderosa, mas completamente insana. Era de se esperar que essa transformação fosse utilizada no Torneio do Poder, mas a forma com que ela ocorreu causou uma certa surpresa aos espectadores.

Se você ainda não assistiu o novo episódio de "Dragon Ball Super" fica o aviso: o texto abaixo da imagem de Kuririn e Vegeta contém spoilers. Leia por conta e risco.

Reprodução
O texto a seguir contém revelações sobre o enredo de "Dragon Ball Super". Se não quiser se assustar como o Kuririn e o Vegeta, é melhor dar meia-volta Imagem: Reprodução

Goku, o desafeto

Tudo começa quando Caulifla arrasta sua irmã, Kale, para enfrentarem Goku durante o torneio. Diante do saiyajin do Universo 7, Caulifla "pede" para que ele a ensine a se transformar em Super Saiyajin Blue. Diante da negativa do protagonista do anime, a luta começa - com Caulifla utilizando a forma de Super Saiyajin 2. Ao tentar ajudar a irmã, Kale é repreendida por Goku e recebe um olhar de reprovação de Caulifla, o que é a deixa para que sua frustração a leve novamente à sua forma poderosa.

O que se viu daí em diante é uma Kale descontrolada, repetindo à exaustão o nome de Son Goku - de maneira similar à ocorrida com Broly, que insiste em falar o nome Kakaroto enquanto destrói tudo ao seu redor.

Apesar de concentrar sua fúria em Goku - e, aparentemente, rivalizar em poder com a forma Super Saiyajin Blue -, Kale também ataca qualquer um que aparecer no seu caminho, com golpes que lembram bastante os de Broly. 

Ela só é parada quando Jiren, tido com o personagem mais poderoso da Tropa do Orgulho, a ataca e consegue reverter sua transformação. O estrago - que incluiu alguns lutadores arremessados para fora da arena - já havia sido feito, porém.

Reprodução
Combate entre Kale e Goku tem diversas cenas que remete aos longas nos quais Broly aparece, como essa na qual Kale segura Goku pelo rosto Imagem: Reprodução

Broly continua exclusivo dos filmes

Mesmo com essa referência, a sequência de diálogos em torno da transformação de Kale enterraram de vez qualquer chance de Broly ser "canonizado" na verdadeira linha de eventos de "Dragon Ball". Primeiramente, nenhum dos personagens envolvidos nos filmes - praticamente todos que integram a equipe do Universo 7 - associou o visual da personagem ao de alguém que eles haviam enfrentado anteriormente.

O único a fazer qualquer comentário do tipo é Vegeta, que pede para Goku tomar cuidado com a adversária porque essa pode ser "a verdadeira forma de um Super Saiyajin". Ainda assim, o que mais se notou é o completo desconhecimento sobre o que ocorrida. 

Reprodução
Ao mostrar desconhecimento sobre a forma de Kale, Vegeta e os outros personagens do Universo 7 fizeram o que se esperava: negaram a existência de Broly no cânone da série Imagem: Reprodução

Com Kale derrotada - ainda que temporariamente, já que ela ficou desacordada, mas permanece na arena -, a luta agora se concentrará no combate entre os guerreiros do Universo 7 - mais notadamente os Andróides N.º 17 e N.º 18, além de Goku - com os integrantes a Tropa do Orgulho. 

Enquanto não estreia na TV fechada por aqui, "Dragon Ball Super" pode ser acompanhado no Brasil pelo serviço de streaming Crunchyroll, com novos episódios disponíveis na plataforma nos finais de noite de sábado.