Topo

Jogos

Xbox

"Battlegrounds" chega em dezembro ao Xbox One com suporte a 4k

Claudio Prandoni

Do UOL, em São Paulo

31/10/2017 17h00

O hit "PlayerUnknown's Battlegrounds" ainda não tem data para ser lançado em sua versão completa, mas os donos de Xbox já sabem quando vão poder jogar o game: a partir de 12 de dezembro, quando ele entra no programa Xbox Game Preview.

"A ideia é oferecer a mesma experiência que a turma do PC já tem hoje em dia", comentou o criador do jogo, o simpático Brendan Greene, em entrevista ao UOL Jogos.

"Talvez no começo tenha algumas coisas a menos do que a versão de Steam, ainda não sabemos com certeza, mas no final os dois jogos vão ser idênticos".

VEJA TAMBÉM

Como você já deve imaginar, o jogo é uma das estrelas do catálogo de final de ano da Microsoft e vai utilizar o poder extra do Xbox One X, versão mais poderosa do videogame que chega aos EUA em 7 de novembro e está prevista de sair no Brasil ainda em 2017.

Greene explica que "a experiência vai ser mais bonita já que os gráficos vão estar bem melhores, com resolução 4k, tecnologias de cores HDR e outros detalhes".

No mundo do eSport

Com a chegada de "PUBG" ao console fica mais evidente outro dilema: como garantir o equilíbrio entre quem joga no controle contra quem joga no teclado e mouse. Em breve o Xbox One vai ganhar suporte a teclado e mouse e a questão ganha cada vez mais importância conforme se desenvolve a vocação do game como eSport.

"Ainda não sabemos exatamente como vamos equilibrar tudo, mas queremos deixar isso o mais justo possível", explica Greene.

"Muitas pessoas já estão jogando de forma competitiva, já temos alguns pro players aparecendo, mas queremos primeiro ter uma comunidade bem estabelecida, deixar os jogadores felizes e ver exatamente o que os organizadores buscam. Não queremos apressar nada, a gente viu muitos jogos falarem logo cedo sobre eSport e agora não estão mais aí".

Rodrigo Lara/Gamehall
Brendan Greene, criador do "PUBG", em visita à Brasil Game Show, em outubro Imagem: Rodrigo Lara/Gamehall

De fato, por ora Greene e a equipe de desenvolvimento focam em finalizar o jogo e aprontar mais conteúdo para 2018. Para a próxima temporada o produtor garante que "PUBG" terá novos conteúdos, como armas e veículos.

O jogo, porém, não deve chegar à China, o maior mercado de games do mundo. Nesta última segunda-feira (30) veio a público a informação de que a Associação de Áudio-Vídeo e Publicação Digital da China considerou o jogo violento demais, o que o afasta dos valores do socialismo vigentes no país e reduz bastante a possibilidade de o game ser aprovado para lançamento oficial por lá.

Sobre o assunto, Greene não entra em muitos detalhes, mas diz que ele e a equipe respeitam as autoridades chinesas e vão fazer o que for possível para que o lançamento aconteça.

ACOMPANHE UOL JOGOS NO YOUTUBE!