Topo

Vale a pena investir em um notebook gamer?

Reprodução
Samsung Odyssey - Dragão Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

22/01/2018 04h00

O mundo dos PC gamers pode ser intimidador para muita gente, seja pelo alto preço de vários de seus componentes (como placas gráficas, processadores, etc...), por saber quais peças escolher, pelo risco de danificar alguma coisa ao montar sua própria máquina, entre outras questões.

Mas, como o computador é fonte de um vasto catálogo jogos, que supera o dos consoles, qualquer entusiasta de games deve ao menos considerar ter uma máquina minimamente potente para rodar certos títulos.

Para quem teme problemas de montagem ou não tem dinheiro para gastar com um desktop, há uma alternativa: o notebook gamer, que tem como vantagem extra ser portátil.

Veja também:

Antes, eles tinham pouca potência para rodar jogos modernos ou eram considerados muito caros, porque requeriam componentes avançados. Mas agora existem modelos "intermediários", que, graças a placas gráficas como a GeForce GTX 1050, diminuíram o abismo em relação ao desktop.

UOL Jogos teve a oportunidade de testar quatro modelos de notebooks diferentes (alguns mais poderosos que outros), e é possível conferir os pontos positivos e negativos destes produtos abaixo:

Samsung Odyssey

Reprodução
Imagem: Reprodução

Componentes: Processador Intel i7 / GPU: placa gráfica GeForce GTX 1050 / Memória RAM: 8 GB / Armazenamento: 1 TB HDD

Preço sugerido: Entre R$ 3.700 e R$ 4.500

Aposta da Samsung no mercado gamer, o Odyssey é um notebook que não é dos mais caros e consegue rodar jogos lançados nos últimos anos, como "Resident Evil 7", "Assassin’s Creed Origins" e "Doom", com relativamente tranquilidade --embora em configurações médias e tomando certos “atalhos” ao não reproduzi-los em resolução 1080 p.

Sendo assim, jogos que não requerem tanto poderio gráfico ou de computação, como "Counter-Strike", "League of Legends" e "DOTA 2" funcionam a todo vapor e sem grandes problemas por parte do hardware.

O Odyssey tem um design simples, e seu estilo fino e leve são ideais para quem quiser levá-lo a qualquer lugar.

O notebook conta com um sistema de resfriamento e ventilação inteligente, de acordo com a Samsung, mas uma das maiores preocupações notadas durante os testes foi justamente a alta temperatura que o notebook atingiu, com a GPU alcançando 77ºC. Chega a ser desconfortável ao toque depois de um longa sessão de jogatina.

Por isso, apesar do preço e desempenho do Odyssey, há uma certo receio de recomendá-lo, já que é difícil saber se ele terá uma longevidade significativa pelo calor gerado (e recebido) por seus componentes.

Acer Aspire VX5

Reprodução
Imagem: Reprodução

Componentes: Processador: Intel i7 / GPU: placa gráfica GeForce GTX 1050 Ti / Memória RAM: 16 GB / Armazenamento: 1 TB HDD

Preço sugerido: R$ 4.500 - R$ 6.000

O notebook com melhor custo-benefício dos testados, o Aspire VX5 tem essencialmente as mesmas dimensões do Samsung Odyssey, mas traz uma placa gráfica melhor e o dobro da memória RAM a um preço não muito diferente do seu rival.

Embora esteja disponível por R$ 6.000 na loja oficial da Acer, pode ser encontrado a preços mais baratos em outras lojas de varejo, com valor similar ao do Odyssey.

A placa gráfica GeForce GTX 1050 Ti consegue lidar bem com jogos mais modernos do que a simples GTX 1050, e os 16 GB de memória RAM ajudam não só com o desempenho de games, mas com diversas outras aplicações que você pode fazer com o notebook.

Além disso, o Aspire também conta com um sistema de ventilação bem mais silencioso do que o Odyssey, e sua superfície não pareceu ficar tão quente ao toque como o laptop da Samsung.

A maior crítica ao notebook da Acer é estética. Ele tem estranhas faixas vermelhas na tampa da tela, e os exaustores laterais que parecem ser feitos de plástico barato. Mas, em geral, o Aspire VX5 é uma excelente opção para quem prefere um notebook gamer a um preço mais acessível.

Dell Inspiron 15 Gaming

Reprodução
Imagem: Reprodução

Componentes: Processador Intel i7 / placa gráfica GPU GeForce GTX 1050 Ti / Memória RAM: 8 GB / Armazenamento: 1 TB HDD

Preço sugerido: R$ 4.360 - R$ 4.800 

Este modelo é apenas um das várias versões disponíveis do Inspiron 15 Gaming, popular série de notebooks da Dell voltada para games.

Esta versão, em particular, traz a placa gráfica do Acer Aspire VX5, mas com apenas 8 GB de RAM e um HD com 1 terabyte de armazenamento. E, honestamente, por mais que seja um laptop decente e capaz de rodar jogos na mesma faixa de performance do que os PCs acima, não é o modelo ideal entre os disponíveis pela própria fabricante, mas é o único na mesma faixa de preço dos outros.

Como é possível ver no site da Dell, há duas outras versões com mais RAM e armazenamento via SSD -- e, se tem uma coisa que passamos a apreciar neste teste é o quão rápido é um SSD em comparação a um HDD de notebook para pré-alocar e guardar os games.

É também importante notar que o Inspiron é significativamente maior que os outros notebooks testados, tanto em largura quanto espessura, além de ser um pouco mais pesado.

Apesar destes pesares, o Dell Inspiron 15 Gaming é um bom notebook gamer, especialmente para quem gosta dos PCs da marca.

Avell Titanium G1513 MX7 - Especial

Reprodução
Imagem: Reprodução

Componentes: Processador: Intel i7-7700 / placa gráfica: GeForce GTX 1050 Ti / Memória RAM: 16 GB / Armazenamento: 1TB HDD + 256 GB SSD M.2

Preço sugerido: R$ 6.000 - R$ 6.600

O Avel Titanium G1513 MX7 foi o notebook testado que o UOL Jogos mais gostou. Não bastasse seus bons componentes, ele também traz um teclado mecânico, uma opção significativamente melhor às disponíveis no Odyssey, Aspire e Inspiron 15 Gaming.

Além disso, tem um tamanho semelhante ao do Odyssey e Aspire, mas com um design bem mais discreto e melhor ventilação do que estes dois.

O lado negativo disto? O preço sugerido.

Enquanto os outros notebooks podem ser considerados itens mais caros do que um laptop comum, o Titanium G1513 ainda se destaca como um item "luxuoso", mesmo se comparado a outros laptops mais potentes da própria Avell.

Por este preço, inclusive, começaria a valer mais a pena ao usuário estudar a montagem - seja feita por você, um amigo com mais conhecimento ou até uma loja - de um PC desktop de pequeno a médio porte, já que os valores não seriam tão diferentes, e o computador de mesa ainda teria uma vantagem de poder significativo.

Em um mundo ideal, o Titanium G1513 MX7 seria a melhor escolha, mas o preço incompatível com a realidade de quase todos os jogadores brasileiros o torna uma excelente opção para quem tem bolsos mais fundos e quer um laptop de respeito.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Jogos