Topo

Games não mostram efeitos negativos do uso de drogas, diz estudo

Reprodução
Em "Max Payne 3", o protagonista é retratado como um viciado em álcool e analgésicos Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

29/01/2018 12h57

Um estudo conduzido pelo Archstone Recovery Center, nos EUA, mostrou que apesar de ser bastante retratado em várias séries populares, o uso de drogas nos videogames -- em especial seus efeitos negativos -- tem sido retratada de forma bem simplista.

A pesquisa reuniu dados de alguns dos jogos mais populares das últimas décadas que traziam algum tipo de droga em sua narrativa ou como uma mecânica de jogo, sendo que a maioria deles mostrava substâncias encontradas no mundo real.

Veja também:

"Embora eles possam ser jogos, a maioria das drogas que aparecem neles é decididamente real", diz o estudo. "Entre os games com referências a drogas que examinamos, 61% mostravam substâncias reais. Cocaína, heroína e maconha foram as mais comuns, mas analgésicos, LSD e cogumelos (os de verdade, não os inofensivos que Mario e Luigi gostam de devorar) também fizeram aparições."

Em contraste, 38% dos jogos vistos mostravam drogas fictícias, como o soro do Espantalho em "Batman: Arkham City" e os diferentes coquetéis de substâncias que podem ser encontrados pelo jogador na série "Fallout".

Dos jogos estudados pelo Archstone, 40% mostravam o uso de drogas como um efeito de desorientação, como as sequências de alucinação de "Max Payne" ou do próprio "Arkham City". Na maioria dos casos, porém, jogos mostram o uso de drogas como um "power-up", melhorando certas habilidades por um curto período de tempo, como visto em 32% deles, ou como uma forma de recuperar vida, em 28% deles - incluindo "Max Payne", em que o protagonista utiliza analgésicos para curar seus ferimentos de combate.

Reprodução
Em "GTA V", o personagem Michael sofre uma viagem alucinógena após ser drogado Imagem: Reprodução

"Em alguns games, mais de uma droga é mostrada. A combinação mais comum delas? Múltiplos estimulantes", explica o estudo. "Quase um quarto dos jogos que vimos trazia mais de um estimulante. Usados para se manter acordado, ganhar energia, ou 'dar um barato', estimulantes são extremamente viciantes." 

"Exemplos comuns incluem cocaína, crack, e metanfetaminas."

No geral, porém, se drogas deste tipo são utilizadas pelo personagem controlável, seus efeitos adversos não aparecem durante o jogo. Uma exceção a isto é justamente um dos jogos que traz substâncias fictícias, "Fallout", em que o jogador pode ganhar benefícios temporários de inteligência, força ou percepção dependendo do que ingerir, mas que o uso contínuo pode acabar levando ao vício.

Reprodução
Na série "Fallout", o protagonista pode ficar dependente de drogas caso utilize mais de uma dose em um curto período de tempo Imagem: Reprodução

É importante notar que, apesar do levantamento, o Archstone Recovery Center não tem como objetivo censurar estes games (ou games futuros), e sim analisar como a mídia mostra o uso de substâncias.

"Sejam retratadas com realismo violento ou de forma ridícula, ao que parece drogas em videogames estão aqui para ficar."

"Alguns jogos foram criticados suas tentativas toscas de incorporar substâncias ilícitas", comenta o estudo. "Nem todos os jogadores gostam quando seus games assumem o papel de tutor escolar repetindo uma mensagem anti-drogas. Além disso, críticos notaram a hipocrisia de retratar drogas de forma extremamente negativa enquanto, por outro lado, incentivam o jogador a usar violência contra os traficantes no jogo."

Além disso, o chefe do Archstone e líder da pesquisa, Logan Freedman, deixou claro que jogos deste tipo são, na maioria dos casos, voltado para um público mais maduro, como indicado por órgãos especializados como o ESRB nos EUA e a Classificação Indicativa no Brasil.

"Eles foram feitos para adultos. Isso aparece na caixa"

Reprodução/Archstone Recovery Center
Representação dos efeitos drogas nos games de acordo com o estudo do Archstone Recovery Center Imagem: Reprodução/Archstone Recovery Center

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Jogos