Topo

Recordista do clássico "Donkey Kong" perde título por trapaça, mas recorre

Reprodução
Donkey Kong Imagem: Reprodução

Do GameHall

16/04/2018 16h55

Billy Mitchell, jogador norte-americano que detinha recordes de pontuação dos clássicos de arcade “Donkey Kong” e “Pac-Man”, teve seus títulos retirados do Livro dos Recordes Guinness e foi banido do cenário competitivo na última semana.

Após investigações da organização Twin Galaxies na semana passada, foi descoberto que o antigo campeão utilizou emuladores MAME, não máquinas de arcades originais, para estabelecer os recordes, infringindo as regras oficiais. As pontuações estavam registradas há mais de uma década e a polêmica chocou a comunidade gamer em todo o mundo.

VEJA TAMBÉM

Mitchell contestou os resultados da investigação e prestou um depoimento à "Old School Gamer Magazine", no qual refutou ter trapaceado ao estabelecer seus recordes.

“Fui convidado para abordar coisas que estão recentemente na imprensa. O fato é que agora há uma verdadeira diligência profissional sendo feita para investigar coisas que aconteceram há 35 anos. De uma maneira profissional, não em uma mentalidade de choque projetada para criar cliques, mostraremos que tudo o que foi feito, tudo foi feito profissionalmente, de acordo com as regras, de acordo com o placar, e com a integridade em que foi criada. Não pelo regime atual de 2014 em diante, que quer voltar 35 anos", afirmou.

"Tudo será transparente. Tudo estará disponível. Eu gostaria de ter em minhas mãos agora, eu gostaria de poder entregar a vocês. Mas isso leva um tempo considerável. Testemunhas, documentos, tudo será disponibilizado para vocês. Nada será retido. Vocês têm o meu compromisso com isso. Estamos nisso desde 1982, e não vai parar agora”, completou Mitchell.

A desqualificação de Mitchell foi confirmada pelo Guinness World Records neste último fim de semana.

“Os títulos do Guinness World Records relacionados às maiores pontuações de Mitchell em Donkey Kong foram desclassificados, já que a Twin Galaxies é a nossa fonte de verificação para essas conquistas”, disse um representante da empresa ao site "Kotaku".

O fato de Mitchell ter se tornado o primeiro jogador a quebrar a marca de um milhão de pontos em “Donkey Kong” foi um dos principais focos do documentário “The King of Kong” de 2007. A pontuação de Billy Mitchel em “Donkey Kong” era de 1.062.800 pontos. O documentário mostra a rivalidade entre Mitchell e Steve Wiebe pelo recorde do jogo e já trazia uma suspeita de integridade do jogador, que se recusou a bater a melhor marca de Wiebe ao vivo, mas mandou uma fita VHS para comprovar sua pontuação maior.

“Eu não sou mais o campeão, mas obter reconhecimento por ser o primeiro a chegar ao um milhão é um grande consolo”, disse Wiebe em entrevista ao site Variety. “Era com isso que eu estava realmente chateado há 11 anos."

Nem Mitchell, nem Wiebe são os maiores recordistas de “Donkey Kong” atualmente. O dono da melhor marca atual é de Robbie Lakeman, que conseguiu 1.247.700 pontos em 23 de março de 2018.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Jogos