Topo

Estúdio priorizará que "Dying Light 2" rode em 60 fps em vez de 4K

Divulgação
Dying Light (2015) Imagem: Divulgação

Do GameHall

02/07/2018 16h36

De acordo com a produtora Techland, o foco no desenvolvimento de "Dying Light 2" será fazer com que ele rode primeiramente em 60 quadros por segundo, mesmo que para isso tenha que sacrificar a resolução 4K.

"O mais importante para nós é a fluidez da movimentação, porque é um jogo de parkour," disse o chefe de design, Tymon Smektala, em entrevista ao Wccftech.

"Você realmente tem que estar imerso em como você se move pela cidade, então 60 fps é mais importante para nós do que 4k."

VEJA TAMBÉM

Claro que isso não quer dizer que o jogo não terá suporte para rodar em 4K, pois Smektala complementa dizendo que a equipe possui alguns "magos" na área técnica e de otimização, sugerindo que "talvez consigamos entregar tanto 4K quanto 60 fps".

Além disso, o estúdio espera poder utilizar o poder adicional fornecido pelo PS4 Pro e Xbox One X, a medida que o jogo for ganhando forma.

Anunciado na E3 2018, "Dying Light 2" fará uso de um novo motor gráfico chamado C-Engine, o qual permite entregar "visuais de alta fidelidade". No game, os jogadores fazem uso de técnicas de parkour para se mover pela cidade, que foi infestada por zumbis.

O jogo encontra-se em desenvolvimento para PC, PS4 e Xbox One.

Mais Jogos