Topo

Falha de segurança e app falso: o começo enrolado de "Fortnite" no Android

Epic Games/Reprodução
Fortnite no Android está longe de ter um início tranquilo Imagem: Epic Games/Reprodução

Rodrigo Lara

Colaboração para o UOL Jogos

19/09/2018 04h00

O game mais jogado da atualidade, "Fortnite" fez aquilo que pouca gente achava possível: assumiu a posição de um então absoluto "Player Unknown's Battlegrounds" ao simplificar a fórmula de jogo de tiro "todos contra todos", ou, como preferir, o tão falado "battle royale".

O que o jogo da Epic não conseguiu, no entanto, foi ter um lançamento tranquilo de sua versão para Android.

VEJA TAMBÉM 

Vale ressaltar que o app ainda está disponível em versão beta para aparelhos com sistema operacional do Google - e, ainda assim, apenas alguns smartphones podem rodar o jogo.

Aqui temos o primeiro ponto "anormal": em vez de baixar o beta da Play Store, como costumeiramente ocorre com aplicativos para celulares Android, o instalador do beta de "Fortnite" só pode ser baixado pelo site da Epic.

A primeira consequência disso é a necessidade de ativar a opção no menu do celular que permite a instalação de apps de fontes desconhecidas. Só assim é possível jogar Fortnite nos celulares Android - no iPhone, o jogo está disponível na App Store.

É claro que isso abriu espaço para a criação de versões falsas do app, na tentativa de enganar jogadores mais ansiosos e nada cuidadosos.

O problema é que alguns dos apps falsos chegam a utilizar imagens com um visual muito parecido com o do "Fortnite" real para convencer os jogadores a baixá-los. Um exemplo é esse aqui abaixo:

Reprodução
Tela de abertura de versão falsa de Fortnite Imagem: Reprodução

De olho na fonte

Caso você tenha confirmado que o seu celular é compatível com o game, a única forma segura de baixar e instalar é seguir o que está indicado no site da Epic.

Uma vez na página da produtora, basta seguir as instruções em português, se inscrever no beta e utilizar o e-mail que será enviado em seguida. Qualquer outro procedimento que não seja esse deve ser evitado.

Ainda assim, mesmo baixando o app correto, os jogadores não estariam totalmente seguros. Isso, ao menos, de acordo com a Google, que publicou um alerta de segurança no final de agosto apontando que o app de "Fortnite" tinha uma falha de segurança que permitia que aplicativos maliciosos o "sequestrassem", fazendo com que o game fosse utilizado para instalar outros programas que teriam acesso a recursos do aparelho sem que o usuário desse permissão.

A questão é que o Google divulgou isso dias depois de ter alertado a Epic - e após a falha ter sido corrigida. O que gerou um mal-estar entre as duas empresas, com o executivo-chefe da produtora, Tim Sweeney, alegando que o Google não deveria ter divulgado essa informação apenas para conseguir ficar bem diante da opinião pública de "forma barata".

Vale salientar que, uma vez fora da Play Store, a Epic não precisa pagar 30% do faturamento do seu app para a Google.

Outra questão, no entanto, diz respeito às atualizações de segurança da versão de "Fortnite" para Android. Ao contrário dos apps que são baixados pela Play Store, "Fortnite" não é atualizado automaticamente - isso só ocorre quando os jogadores iniciam o aplicativo.

Além de levantar dúvidas sobre a segurança do app, isso criou uma outra saia-justa entre a Epic e o Google. A razão para tal é que a produtora pediu que, em vez do padrão de sete dias, o Google passasse a trazer a público os problemas encontrados no app apenas 90 dias após essa descoberta.

A "dona" do Android, claro, recusou. E isso motivou mais uma série de questionamentos direcionados a Sweeney, que alegou que divulgar isso apenas serviria para hackers "atacarem usuários que não estivessem com seus apps atualizados".

Ao menos por ora, no entanto, não há qualquer sinal de um "cessar-fogo" entre Epic e Google. A data para o lançamento de uma "versão final" do app também não está definida e o máximo de movimento que a Epic fez no sentido de melhorar a segurança do jogo foi incentivar seus usuários a ativarem a autenticação em duas vias para tornarem suas contas mais seguras.

O prêmio para quem fizer isso? Uma nova dança grátis no jogo, o que parece bem pouco.

Mais Jogos