Topo

Feministas são alvo de jogadores em "Red Dead Redemption 2"

Reprodução
Red Dead Redemption 2 Imagem: Reprodução

Do GameHall

06/11/2018 10h34

De acordo com uma matéria postada pelo site Motherboard, jogadores de "Red Dead Redemption 2" estão matando "feministas" dentro do game. Com eventos que se passam em 1899, algumas personagens femininas aparecem como ativistas, que lutam pelo direito de votar nas eleições públicas.

Como exemplo da ação foi citado um vídeo publicado por um jogador no YouTube, chamado "Red Dead Redemption 2 – Alimentando o Jacaré com a feminista chata", que foi postado em 31 de outubro e já tem mais de 500 mil visualizações.

VEJA TAMBÉM

No vídeo, uma mulher faz campanha na rua por seu direito de votar, sendo que o jogo permite várias maneiras de abordar e resolver situações, como atirar, roubar, bater e falar com quase todos os personagens que aparecem, o que às vezes leva a resultados surpreendentes.

Após se aproximar e ouvir a mulher, o jogador coloca uma máscara em seu personagem e bate na mulher, que tenta fugir e é perseguida. Ela é laçada e arrastada pela cidade, até ser jogada para servir de alimento para um jacaré. Em outros vídeos a mulher aparece sendo espancada, jogada em uma caverna ou largada nos trilhos de um trem para ser atropelada.

Os comentários nesses vídeos se dividem, com alguns usuários achando as cenas hilárias, dizendo que isso é o que toda feminista merece, enquanto outras pessoas ficaram extremamente ofendidas e acham o episódio lamentável.

O autor do vídeo, de apelido "Shirrako", foi questionado pelo site sobre o vídeo e respondeu:

"Eu sei que você provavelmente está esperando alguma resposta política, mas a verdade é que foi simplesmente um momento engraçado de um dos meus streams que eu decidi publicar como um vídeo separado", comentou.

"Não sei se intencional da Rockstar Games, mas esse NPC foi feito para ser um pouco chato, quando você tenta comprar roupas no jogo, seu diálogo com o dono da loja continua sendo interrompido por ela gritando, então eu simplesmente queria fazer compras em paz, tenho certeza de que, como jogador, você está familiarizado com essas situações irritantes de NPCs".

Shirrako disse que a maioria das pessoas sabe que o vídeo é uma piada, e que ele está ciente de que outras pessoas postaram comentários tóxicos, enquanto outras estão profundamente ofendidas pelo vídeo.

"Claro, eu não concordo com os comentários machistas, mas não há muito que eu possa fazer sobre eles, eu não gosto de censurar as opiniões das pessoas, independentemente de eu gostar delas ou não", disse.

Vale lembrar que a Rockstar Games sempre teve que lidar com controvérsias em torno da liberdade de ação que os jogadores podem fazer em seus jogos de mundo aberto, como em "Grand Theft Auto III", que permitia dormirem com profissionais do sexo e depois matá-las para pegar seu dinheiro de volta.

"Red Dead Redemption 2" está disponível com legendas em português brasileiro para PS4 e Xbox One.

Siga o UOL Jogos no

Mais Jogos